Nos últimos 10 anos, a ISA CTEEP já investiu cerca de R$ 10 bilhões no reforço e na ampliação de seu sistema de transmissão, desenvolvendo projetos de aumento da capacidade de transformação, construindo e recapacitando linhas de transmissão, além de outros reforços.

Somando os investimentos da ISA CTEEP e de suas controladas em reforços, novas conexões, melhoras e modernizações, chega-se ao montante de R$ 191,8 milhões aplicados em 2016. Entre as obras está a entrada em operação comercial da subsidiária IE Garanhuns (Pernambuco), possibilitando o escoamento de geração de energia eólica e agregando confiabilidade ao suprimento à Região Nordeste. Com a nova operação, a ISA CTEEP contribui para a diversificação e integração da matriz energética do País.

Todos os empreendimentos são autorizados ou licitados pela ANEEL, definidos pela Empresa de Pesquisa Energética (EPE) e pelo ONS e acompanhados pela Secretaria Estadual de Energia e Saneamento (SEES), responsáveis e envolvidos nos investimentos em transmissão de energia do Estado de São Paulo.

O planejamento da expansão do sistema elétrico brasileiro é consolidado com base no Plano Decenal de Transmissão e no Programa de Expansão de Transmissão (PET), com horizonte de cinco anos. O PET é resultado de estudos desenvolvidos pela EPE em conjunto com agentes do setor, por meio de Grupos de Estudos de Transmissão Regionais.

Já o Plano de Ampliações e Reforços – PAR, com horizonte de três anos, é desenvolvido pelo Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), com base em uma visão de curto prazo.

Atualizado em 24 de abril de 2017.