A ISA CTEEP patrocina esculturas de onças da Jaguar Parade que começarão a ser pintadas ao vivo

São Paulo, 06 de agosto de 2019 - A Jaguar Parade será a maior exposição a céu aberto da história de São Paulo e tem como objetivo chamar a atenção para a degradação da fauna silvestre do país, em especial da onça-pintada, que corre risco de extinção. Segundo o IBAMA, no Brasil essa espécie é considerada vulnerável e já se enquadra na categoria "quase ameaçada" de extinção.

A ISA CTEEP está investindo, por meio da Lei Rouanet de incentivo à cultura, R$ 750 mil na exposição, viabilizando a confecção de 45 esculturas. Os valores arrecadados no leilão destas peças serão direcionados ao Projeto Onçafari – associação que promove a conservação da biodiversidade, em especial da onça-pintada, e o desenvolvimento socioeconômico das regiões em que atua, por meio do ecoturismo e estudos científicos.

Na primeira semana - 6 a 13 de agosto -, os artistas Reynaldo Berto, Erica Morais, Gabriela Miranda, Marcelo Anache e Carolina Massad estarão no shopping Market Place, em São Paulo, pintando as primeiras onças.  Cada escultura demora, em média, de dois a cinco dias para ser concluída, dependendo da técnica e complexidade.

Depois de prontas, as esculturas ficarão expostas por um mês nos shoppings da Rede Iguatemi (JK Iguatemi, Iguatemi SP e Pátio Higienópolis). No final de outubro,  as peças ganharão as ruas e praças da capital paulista.
 
Conexão Jaguar
O Conexão Jaguar é o programa de sustentabilidade da ISA que procura contribuir para a mitigação das mudanças do clima, para a conservação de áreas de importância para a biodiversidade e que conectam populações da onça-pintada na América Latina, por meio da comercialização de créditos de carbono certificados internacionalmente.

As presas naturais da onça-pintada são animais silvestres, como catetos, capivaras, queixadas, veados e tatus. No entanto, quando a população destes animais diminui, geralmente por alterações ambientais provocadas pelo homem, as onças podem passar a se alimentar de animais domésticos, motivo pelo qual são perseguidas. Neste sentido, a destruição de habitats aliada à caça predatória reduziu significativamente a população do jaguar na América Latina que já é considerada uma espécie vulnerável pela União Internacional para Conservação da Natureza (IUCN) e pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA).
 
Sobre a ISA CTEEP
A Companhia opera uma complexa rede de transmissão, por onde trafegam 25% de toda energia elétrica produzida no Brasil, 60% da eletricidade consumida no Sudeste do País e quase 100% no Estado de São Paulo. Seu sistema elétrico é composto por 18 mil quilômetros de linhas de transmissão e 126 subestações com tensão de até 550 kV. Privatizada em 2006, o principal acionista é o Grupo ISA, que detém mais de 37% do capital total.

Sobre a ISA - Interconexión Eléctrica S.A
Com atuação nos setores elétrico e de telecomunicações, ISA é a maior empresa de transmissão de energia da América Latina, possui 41 mil quilômetros de circuito de alta tensão, 80 mil MVA em capacidade de transformação e mantém atividades de transporte e serviços associados, como a operação e administração dos mercados de energia. É formada pelas seguintes empresas no setor de energia: ISA, Transelca, ISA Peru, Red de Energia delPerú, Consorcio TransMantaro, Proyectos de Infraestructura Del Perú, ISA Bolívia, Interchile e ISA CTEEP. Em telecomunicações, atua na Colômbia, Brasil e Peru com a empresa Internexa.
 
Informações para Imprensa
CDI – Comunicação Corporativa
Maíra Araújo – maira@cdicom.com.br (11) 3817-7964
Gislene Rosa – gislene@cdicom.com.br (11) 3817-7919

  Voltar