ISA CTEEP investe em solução inovadora para monitoramento de equipamentos de alta tensão

Nova metodologia permite medição de descargas parciais sem desligamento da rede
 
São Paulo, 21 de janeiro de 2021 - A ISA CTEEP, maior transmissora privada de energia elétrica do país, está investindo em novas oportunidades e soluções para realizar o monitoramento de descargas parciais em equipamentos de alta tensão em subestações da empresa, localizadas na região metropolitana de São Paulo, sem necessidade de desligar a rede elétrica. O trabalho está sendo realizado em parceria com o Centro de Pesquisas de Energia (Cepel).

Antes, era necessário desligar a rede para a realização do trabalho. Agora, a nova técnica permite obter informações sobre o estado operacional dos equipamentos elétricos de alta tensão, sem causar impacto no fornecimento de energia à distribuidora. Além disso, a nova metodologia se mostra eficiente na tomada de ações que busquem o aumento da confiabilidade, da segurança e da disponibilidade dos ativos.
Para os primeiros ensaios, realizados no fim de novembro, técnicos da ISA CTEEP e do Cepel selecionaram cerca de 90 transformadores de corrente de uma determinada família da classe de tensão de 145 kV dispostos em seis subestações: Norte, Nordeste, Leste, Oeste, Bandeirantes e Pirituba.

“A possibilidade de realizar o monitoramento com a rede energizada traz uma série de vantagens para nossas operações. A técnica, não invasiva, permite a análise de descargas parciais em tempo real, agindo de forma preventiva e, consequentemente, garantindo a maior disponibilidade no fornecimento de energia para a sociedade”, destaca Gabriela Desire, diretora executiva de operações da ISA CTEEP.
 
ISA CTEEP investe em solução inovadora para monitoramento de equipamentos de alta tensão
Equipes realizando os testes
 

Sobre a ISA CTEEP
Presente em 17 estados do Brasil, a Companhia opera uma complexa rede de transmissão, por onde trafegam 33% de toda energia elétrica transmitida no País e 94% no Estado de São Paulo. Seu sistema elétrico é composto por mais de 20 mil quilômetros de linhas de transmissão e 140 subestações (ativos em operação e em construção). Privatizada em 2006, o principal acionista é o Grupo ISA, que detém 35,82% do capital total.


Informações para a mídia

CDI Comunicação
Andresa de Oliveira – andresa.oliveira@cdicom.com.br
(11) 3817-7919

Márcia Avruch – marcia.avruch@cdicom.com.br
(11) 3819-7964

Voltar