Programa Conexão Jaguar chega no Brasil com projeto no Pantanal

O grupo ISA e a ISA CTEEP anunciam o primeiro projeto brasileiro do Conexão Jaguar, principal programa de sustentabilidade do Grupo. A iniciativa, que tem como foco a redução de emissões de CO2 por meio do combate ao desmatamento e degradação da floresta, contribuirá com a proteção e a conservação da biodiversidade em mais de 76 mil hectares na Serra do Amolar, região pertencente ao Pantanal. Tal região abrange os estados do Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, além de fazer fronteira com Bolívia e Paraguai.
 
Esse é o quinto projeto do Conexão Jaguar na América Latina e o segundo maior projeto em extensão. As outras quatro iniciativas foram iniciadas na Colômbia e Peru.  
 
Atualmente, a Planície Pantaneira e a Serra do Amolar representam um dos maiores patrimônios de diversidade biológica do território nacional. Essa área, conhecida como "Reino das Águas", é uma das regiões com maior biodiversidade de plantas e animais do Brasil e é de grande interesse para a Convenção Ramsar, iniciativa internacional para preservação de áreas úmidas.
 
“A possibilidade de somar as iniciativas do Conexão Jaguar às atividades já desenvolvidas na Serra do Amolar e contribuir para um dos biomas de grande relevância para preservação das onças-pintadas foi determinante no processo de seleção do projeto”, explica Elizabeth Campos, gerente de Comunicação e Sustentabilidade da ISA CTEEP.
 
Parceiros
O Conexão Jaguar conta com dois aliados estratégicos, South Pole e Panthera, que atuarão junto à Rede de Proteção e Conservação da Serra do Amolar, que é gerida pelo Instituto Homem Pantaneiro (IHP).  
 
"Com esse novo projeto, esperamos contribuir para a redução da emissão de aproximadamente 470 mil toneladas de CO2 nos próximos dez anos, gerando ainda mais benefícios e melhoria da qualidade de vida das comunidades localizadas na área", explica Maria Adelaida Correa, diretora de sustentabilidade da ISA.
 
Conexão Jaguar, uma aposta no planeta
Até 2030, o programa estabeleceu o objetivo de conservar 400.000 hectares de floresta no corredor da onça-pintada na América Latina, por meio de 20 projetos. Para isso, o Conexão Jaguar abre, uma vez por ano, uma convocatória para projetos florestais na Colômbia, Peru, Brasil e Chile. Saiba mais em: conexionjaguar.org.
Voltar