ACIONAMENTO ELÉTRICO - Electric Drive: Mecanismo que transmite movimento de um eixo a outro controla a velocidade dos eixos por meios elétricos. (2)

ACORDO NUCLEAR BRASILEIRO - Brazilian Nuclear Agreement: Acordo Nuclear firmado pelo Brasil com a Alemanha Ocidental em 1975, tendo em vista a construção de várias usinas nucleares. (32) Ver também Programa Nuclear Brasileiro

ACTINÍDEOS - Actinides : Elementos com números atômicos que variam de 89 a 103. Os elementos nesta série são radioativos e incluem os combustíveis nucleares e os materiais nucleares férteis Também conhecidos como elementos de terras-raras radioativos. Este grupo com propriedades semelhantes inclui o actínio, o tório, o protactínio, o urânio, o netúnio, o plutônio, o amerício, o áurio, o berquélio, o califórnio, o einstéinio, o férmio, o mendelévio, o nobélio e o laurêncio. (12) Ver também Elementos Transurânicos

ACTINÔMETRO - Actinometer : Nome genérico de instrumentos para medir a intensidade da energia radiante, particularmente a do sol. Os actinômetros podem ser classificados, de acordo com as quantidades que medem, da seguinte maneira: pireliômetro, que mede a radiação solar global, e pirigeômetro, que mede a radiação terrestre efetiva. (41)

AÇUDE - Weir :Construção destinada a represar águas, em geral para fins de irrigação. (1)

ADIABÁTICO - Adiabatic : Refere-se à ação ou processo durante o qual não se adiciona nem se subtrai calor. (7)

ADITIVO DE COMBUSTÍVEL - Fuel Additive : Substância adicionada a um combustível para melhorar suas características de combustão ou outras propriedades. (3)

ADMINISTRAÇÃO FLORESTAL - Forest Management: Aplicação prática de princípios científicos, econômicos e sociais para a administração e exploração de uma floresta. (6)

AEROGERADOR - Aerogenerator :Gerador que extrai energia útil do vento. Também chamado de gerador eólico. (3) Ver também Turbina Eólica

AEROSSOL - Aerosol :Partículas líquidas ou sólidas, de dimensão microscópica, que estão suspensas no ar ou em outro gás. (7)

AFERIÇÃO DE MEDIDOR DE ENERGIA ELÉTRICA - Electric Energy Meter Gauging:Ajuste do dispositivo que mede a energia elétrica consumida. (2)

AGÊNCIA INTERNACIONAL DE ENERGIA - AIE - International Energy Agency - IEA : Organismo autônomo dentro da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico, criado em 1974. Seus principais objetivos são assegurar o fornecimento de energia, promover a conservação de energia, operar um esquema de suprimento de petróleo em caso de emergência. Especial ênfase foi dada ao objetivo de reduzir a dependência dos membros da importação de petróleo. (11)

AGÊNCIA INTERNACIONAL DE ENERGIA ATÔMICA - AIEA - International Atomic Energy Agency - IAEA : Organização intergovernamental autônoma e membro da ONU. Seus principais objetivos são acelerar e ampliar a contribuição da energia atômica para a paz, saúde e prosperidade em todo o mundo e assegurar que a ajuda por ela proporcionada, solicitada ou controlada não seja usada para fins bélicos. (11)

AGROINDÚSTRIA - Agroindustry : Indústria que beneficia matéria-prima oriunda da agricultura. ( 1 )

AGRONOMIA - Agronomics: Conjunto das ciências e dos princípios que regem a prática da agricultura. (1)

AGROPECUÁRIA - Farming and Cattle-Raising : Teoria e prática da agricultura e da pecuária, nas suas relações mútuas. (1)

AGROQUÍMICA - Agrochemistry : Designação genérica dos conhecimentos químicos relativos à fabricação de produtos destinados à agronomia, ou à ação de produtos químicos sobre culturas agrícolas. (1)

ÁGUA ATMOSFÉRICA - Atmospheric Water :Água que existe na atmosfera em estado sólido, líquido ou gasoso. (7)

ÁGUA PESADA - Heavy Water : Água contendo uma proporção significativamente maior de átomos de hidrogênio pesado (deutério) em relação aos átomos de hidrogênio. Pode ser usada como moderador e refrigerante em reatores nucleares, como no reator canadense CANDU (Canadian Deuterium Uranium). (7) Ver também Deutério

AGUAPÉ - Water Hyacinth: Planta de água doce das regiões tropicais que se tornou uma erva daninha nociva em muitas partes do mundo. Altamente prolífica, e reproduzindo principalmente de maneira vegetativa, pode duplicar sua quantidade no período de 8 a 10 dias na água, numa temperatura de 10°C ou mais, desde que os nutrientes estejam presentes. Pode ser usado em usina de biomassa energética.(6)

ALBEDO - Albedo :É a relação entre a luz incidente e a refletida por um superfície despolida. Este termo que, em última análise, é coeficiente de reflexão luminosa, é usado com particular referência à luz refletida pelos astros e objetos celestes (18)

ÁLCALI - Alkali: Sais minerais solúveis, geralmente de sódio, potássio magnésio ou cálcio que combinam com ácidos para formar sais neutros. São muitas vezes usados nas estações de tratamento de água e esgoto para controlar a acidez. (6)

ALCALINIDADE - Alkalinity : Medida quantitativa da capacidade dos líquidos neutralizar ácidos fortes. A alcalinidade resulta da presença de bicarbonatos, carbonatos, hidróxidos, ácidos voláteis e sais. (6)

ALCATRÃO - Tar:Resíduo obtido através da destilação destrutiva de materiais como carvão, madeira ou petróleo; também piche mole ou petróleo que se encontra nas cavidades de certas rochas calcárias. (7)

ÁLCOOL - Alcohol:Nome familiar de um grupo de compostos químicos orgânicos constituídos de carbono, hidrogênio e oxigênio; série de moléculas que variam em extensão de cadeia e são compostas de um hidrocarboneto mais um grupo de hidróxido; inclui o metanol, etanol e outros. (6) Ver também Etanol, Metanol

ÁLCOOL INDUSTRIAL - Industrial Alcohol: Álcool etílico produzido e vendido para finalidades diferentes da bebida; dependendo do uso, pode ou não ser desnaturado. (6)

ALCOOLQUÍMICA - Alcoholchemistry: Química da obtenção do etanol e de seus derivados. (1)

ALDEÍDOS - Aldehydes:Qualquer um de uma classe de compostos químicos orgânicos altamente reativos, obtidos por oxidação controlada de álcoois primários, caracterizados pelo grupo comum CHO, e usado na manufatura de resinas, tintas e ácidos orgânicos. (6)

ALGAS - Algae: Plantas primitivas mono ou multicelulares, geralmente aquáticas, que sintetizam seus próprios alimentos através da fotossíntese. Podem ser usadas para fins energéticos, mediante digestão anaeróbia, para produzir biogás. (6, 11)

ALTERNADOR - Alternator :Gerador que produz corrente alternada pela rotação de seu rotor que é acionado por uma turbina a vapor ou hidráulica. Em certos casos pode ser usada uma turbina a gás ou um motor a diesel como máquina motriz. (7)

AMIANTO - Asbestos:Fibra mineral muito usada na indústria; poluente do ar, perigoso quando inalado. Seus efeitos como poluente da água estão sendo investigados. (7)

AMIGOS DA TERRA - Friends of the Earth: Organização internacional compromissada com a conservação do meio ambiente fundamentada em princípios ecológicos naturais. Age, freqüentemente, como um grupo de pressão política, exercendo muita influência em planejamento e lobby. Assume postura firme contra o desenvolvimento da energia nuclear e a favor da energia renovável. (11)

AMÔNIA - Ammonia - NH3:Forma fixa de nitrogênio usada como fertilizante para o crescimento das plantas e conversão em proteína. (6)

AMOSTRA DE AR - Air Sampling:  poluentes químicColeta e análise de amostras de ar para medir sua radioatividade ou detectar a presença de substâncias radioativas ouos. (6)

AMPLITUDE - Amplitude: Deslocamento máximo da posição média em relação à vibração ou movimento de uma onda. (6)

ANÁLISE ENERGÉTICA - Energy Analysis:Análise de todos os fluxos de energia necessários para realizar um processo ou projeto, com o objetivo de verificar se tal processo ou projeto vale a pena sob o ponto de vista da conservação de energia. (15)

ANEEL - AGÊNCIA NACIONAL DE ENERGIA ELÉTRICA: Autarquia sob regime especial, vinculada ao Ministério das Minas e Energia, instituída pela L. 9.427 de 26/12/1986. Tem por finalidade regular e fiscalizar a produção, transmissão, distribuição e comercialização de energia elétrica, em conformidade com as políticas e diretrizes do Governo Federal. (46)

ANEMÔMETRO - Anemometer: Instrumento para medir a velocidade do ar. (6)

ANIDRO - Anhydrous:Isento de água; refere-se a um composto que não contém água ou absorvida na sua superfície ou como água de cristalização (6)

ANTRACITO - Anthracite:Carvão denso, duro com porcentagem muito alta de carbono fixo, geralmente por volta de 90 por cento. (6)

APROVEITAMENTO HÍDRICO MÚLTIPLO - Multiple Water Utilization:Exploração de uma represa para várias finalidades; por exemplo, geração de energia elétrica, irrigação, pesca, regularização de rios, etc.

AQUECIMENTO CENTRAL - Central Heating : Sistema de aquecimento de água ou ambiente, através de aparelhagem central, que abastece ou aquece os diferente cômodos de um edifício, hospital, escola, etc. (1)

AQUECIMENTO DE AMBIENTE À DISTÂNCIA - District Heating: Aquecimento de um grande número de residências a partir de uma caldeira central, de onde o vapor ou água quente é canalizada para as residências. Pode ser uma atividade privada, como em certos projetos residenciais, universidades, hospitais, etc., ou pública. (6)

AQUECIMENTO REGENERATIVO - Regenerative Heating: Processo de utilização do calor que deve ser rejeitado em uma parte do ciclo para realizar uma função útil em outra parte do ciclo. (7)

AQUECIMENTO SOLAR - Solar Heating: Aplicacão da energia radiante do sol para aquecimento de ambiente, água e processos industriais. (3)

AQUECIMENTO SOLAR DE ÁGUA - Solar Water Heating : Aplicação da energia solar mediante o uso de coletores e dispositivo de armazenamento e transferência para a obtenção de água quente. (6)

AQUECIMENTO SOLAR DE ÁGUA COM TERMOSSIFÃO - Thermosiphon Solar Water Heating : Aplicação da energia solar mediante o uso de coletores e dispositivos de armazenamento e transferência, com termossifão, para a obtenção de água quente. (6) Ver também Sistema de Termossifão

AQUECIMENTO SOLAR DE AMBIENTE - Solar Space Heating: Aplicação da energia solar para aquecimento de ambiente via uso de coletores e dispositivo de armazenamento e transferência. (6)

AQUECIMENTO SOLAR DE PISCINA - Swimming Pool Solar Heating: Aplicação da energia solar para aquecimento de piscinas por meio de coletores, etc. (6)

AQUECIMENTO SOLAR PASSIVO - Passive Solar Heating : Sistema de energia solar que usa os elementos estruturais da construção para coletar e armazenar o calor solar sem ajuda de equipamentos mecânicos. (6) Ver também Arquitetura Solar

AQUICULTURA - Aquiculture: Criação e multiplicação de animais e plantas aquáticas. (1)

AQUÍFERO - Aquifer: Formação porosa (camada ou estrato) de rocha permeável, areia ou cascalho, capaz de armazenar e fornecer quantidades significativas de água; é usado também para armazenar energia térmica de baixa temperatura. (6, 41)

AREIA OLEÍGENA - Tar Sand: Areia que contém uma mistura líquida, sólida ou semi-sólida de hidrocarbonetos pouco voláteis, da qual se extrai petróleo. (2)

ARMAZENAMENTO DE CALOR SOLAR - Solar Heat Storage: Processo de absorção e armazenamento de calor solar para uso em outros períodos. (6)

ARMAZENAMENTO DE ENERGIA - Energy Storage: Conversão da energia em outras formas, como calor ou reações químicas, que possam ser recuperadas para uso posterior. A tecnologia inclui dispositivos como baterias, usinas reversíveis, rotor mecânico e gás comprimido. (7)

ARMAZENAMENTO DE ENERGIA ELÉTRICA - Electric Energy Storage : É caro e difícil o armazenamento de energia elétrica. Os meios disponíveis atualmente são as baterias e os sistemas de armazenamento por bombeamento como ocorre nas usinas reversíveis. (3)

ARMAZENAMENTO DE ENERGIA MECÂNICA - Mechanical Energy Storage : Na prática, é o caso do rotor mecânico. Apresenta dificuldades para ser armazenada. (3)

ARMAZENAMENTO DE ENERGIA POR AR COMPRIMIDO - Compressed Air Energy Storage : Método de armazenar energia de reserva comprimindo ar em grandes cavernas subterrâneas. O sistema de ar é apenas usado em combinação com os geradores de turbinas a gás. Usa-se eletricidade fora de ponta para comprimir o ar que depois é liberado para acionar a turbina a gás. (6) Ver também Usina com Armazenamento de Ar Comprimido

ARMAZENAMENTO DE ENERGIA TÉRMICA - Thermal Energy Storage :Armazenamento de calor para uso posterior. Por exemplo, o calor solar nas rochas, substâncias químicas ou água. (3)

ARMAZENAMENTO DE HIDROGÊNIO - Hydrogen Storage: É possível armazená-lo como gás ou líquido pressurizado ou através de sua combinação com certos metais em forma sólida. Estes hidretos são promissores como sistema de armazenamento de combustível para veículos no futuro. (15) Ver também Hidreto metálico

ARMAZENAMENTO ELETROQUÍMICO DE ENERGIA - Electrochemical Energy Storage : Armazenamento de energia produzida através de reação química como nas baterias, pilhas, etc. (1, 2) Ver também Bateria, Pilha

ARMAZENAMENTO EM AQUÍFERO - Aquifer Storage: Armazenamento subterrâneo de gás em estrato de rocha permeável e porosa, cujo espaço poroso originalmente era preenchido com água. (7)

ARMAZENAMENTO SUBTERRÂNEO DE ENERGIA TÉRMICA - Underground Heat Storage: Depósito de energia térmica, sob diversas formas, em cavernas subterrâneas artificiais ou naturais. Os campos explorados de gás e petróleo podem funcionar como reservatórios de energia térmica. (7)

ARQUITETURA SOLAR - Solar Architecture: Racionalização dos projetos arquitetônicos, pela forma e uso adequado de elementos estruturais, que visa o melhor aproveitamento da luz solar; exemplo, as janelas envidraçadas de face norte. (7) Ver também Aquecimento Solar Passivo

ARSENIETO DE GÁLIO - Gallium Arsenide : Composto usado na fabricação de células fotovoltaicas. (7)

ÁRVORES DECÍDUAS - Deciduous Trees: Árvores cujas folhas caem no inverno, no final da estação de crescimento. (6)

ASCAREL - Askarel: Os ascaréis são líquidos isolantes sintéticos constituídos de bifenilas policloradas (PCB) com ou sem adição de compostos de benzeno clorado. Apresentam grande inércia química, estabilidade térmica e boas propriedades elétricas e térmicas. No setor elétrico eram usados como líquido dielétrico de capacitores e transformadores. Embora considerados tóxicos e cancerígenos, estudos recentes pareceram não confirmar isso. Segundo esses estudos, os eventuais efeitos nocivos devem ser atribuídos não às bifenilas policloradas em sí, mas aos produtos PCDF e PCCD que se formam na pirólise parcial das bifenilas policloradas. (42, 43) Ver também Bifenila Policlorada

ASSOREAMENTO - Silting : Processo de elevação de uma superfície por deposição de sedimentos. (41)

ATERRO SANITÁRIO - Sanitary Landfill: Sistema empregado para a disposição final dos resíduos sólidos sobre a terra, os quais são espalhados e compactados numa série de células e diariamente cobertos com terra, para não resultar nenhum risco ou dano ao ambiente. Os resíduos, depois de fermentados, começam a produzir biogás. (6, 41) Ver também Biogás

ATIVAÇÃO - Activation: Processo para tornar um material radioativo através do bombardeio de nêutrons, prótons ou outras partículas nucleares. (7)

ÁTOMO - Atom: A menor partícula de um elemento que pode existir sozinha ou combinada com partículas semelhantes do mesmo elemento ou de um elemento diferente. Segundo a teoria atual, o átomo consiste em um núcleo de prótons e nêutrons positivamente carregados, envolvidos por partículas negativamente carregadas chamadas elétrons. (7)

AUDITORIA DE ENERGIA - Energy Audit : Documentação sistemática de fluxos de energia num estabelecimento, como numa indústria, que procura determinar onde ocorrem perdas de energia, ou onde obter economias significativas de energia. Permite a avaliação dos métodos de conservação de energia e é um importante aspecto do gerenciamento de energia. (3)

AUTOPRODUTOR:Produtor de energia elétrica que o faz para o seu próprio consumo, tanto em centrais localizadas dentro ou contíguas às suas instalações, quanto em usinas situadas a grandes distâncias, caso em que se utilizam da rede de transmissão para o envio da energia - os excedentes de energia gerados pelos autoprodutores podem ser vendidos para as concessionárias de energia elétrica. (49)

AUTOTRÓFICO - Autotrophic: Designa organismos que constroem matéria orgânica de substâncias inorgânicas. (6)

BACIA DE DISSIPAÇÃO - Stilling Basin : Bacia, canal, reservatório natural ou artificial, formados a jusante da barragem principal, para proteger o leito do rio contra a erosão provocada pelas descargas do vertedouro ou outros dispositivos. (8)

BACIA SEDIMENTAR - Sedimentary Basin : Zona geologicamente baixa que sofreu sedimentação contínua por milhões de anos, apresentando pelo menos um quilômetro de profundidade na região central e diminuindo nas margens. Sedimentos são depósitos provenientes de elementos soltos ou de fragmentação mecânica de outras rochas que, pela ação de organismos vivos, podem formar materiais combustíveis (carvão, petróleo, gás, etc.). (5)

BAGAÇO DE CANA - Bagasse: Material fibroso celulósico que permanece depois da extração do suco da cana-de-açúcar. É usado como combustível e como mistura na fabricação de refratários leves; as fibras da cana-de-açúcar secas e pulverizadas ou desfibradas às vezes são adicionadas a um fluído de perfuração para tampar fissuras e evitar perda do líquido de circulação de um poço de sondagem. (6)

BALANÇO ENERGÉTICO - Energy Balance : Informe estatístico relativo aos recursos de energia dentro de uma área econômica específica, durante um período determinado de tempo, considerando as perdas devidas à conversão, à transformação e ao transporte, assim como às formas de energia que não são utilizadas para fins energéticos. (24)

BARRIL - Barrel: Medida de petróleo líquido, geralmente petróleo cru, igual a 159,2 litros. Um barril é igual a 5,6 pés cúbicos (ou 0,159 metros cúbicos). Para petróleo cru, um barril é mais ou menos 0,136 toneladas métricas. (7)

BARRIL EQUIVALENTE DE PETRÓLEO - BEP - Barrel of Oil Equivalent: Unidade de uso comum nas medições de consumo de energia equivalente a 6,6 x 109 J, 1,45 x 109 cal, 1,68 x 103 kWh ou 0,14 TEP. (3, 24) Ver também Tonelada Equivalente de Petróleo

BATERIA - Battery: Dispositivo que converte energia de compostos químicos (chamados reagentes) em eletricidade. Uma bateria consiste em uma ou mais unidades (chamadas elementos) que são encerradas num invólucro isolado. Cada elemento contém um eletrodo positivo e negativo separados por um eletrólito. (7) Ver também Armazenamento Eletroquímico de Energia

BATÍMETRO - Bathymeter: Instrumento que mede temperatura, pressão e velocidade do som em profundidades até 7 milhas. 0s dispositivos são completamente transistorizados e usam modulação de freqüência para telemetragem. (7)

BENTOS - Benthos: Vida animal e vegetal cujo habitat é o fundo do mar, lago ou rio. (6)

BENZENO - Benzene C6H6: Hidrocarboneto líquido, incolor, fabricado do alcatrão de hulha e através da transformação catalítica de naftenos. É usado na fabricação de fenol, estireno, náilon, detergentes, anilina, anidrido ftálico e outros compostos. Também é usado como solvente e como componente da gasolina de alta octanagem. (6)

BERÍLIO - Beryllium: Elemento metálico usado como moderador de nêutrons pela indústria nuclear. Em combinação com uma fonte de raios gema de alta energia, tal como o rádio, o berílio torna-se uma fonte de nêutrons. (12)

BERMA - Berm: Talude de terra contíguo à parede da casa para ajudar a estabilizar a temperatura no seu interior ou posicionado para desviar o vento dela. (6)

BIFENILAS POLICLORADAS - Polychlorinated Biphenyls - PCB: Grupo de compostos orgânicos usados na fabricação do plástico e ascaréis. São altamente tóxicos para a vida aquática. Permanecem no ambiente por longos períodos de tempo e são biologicamente acumulativos. (7) Ver também Ascarel

BIOCONVERSÃO - Bioconversion: Conversão de uma forma de energia em outra através de plantas ou microorganismos; digestão de resíduos sólidos ou esgoto por microorganismos para gerar metano. (6) Ver também Conversão Biológica de Energia

BIODEGRADÁVEL - Biodegradable : Termo usado no campo da deposição de esgoto e da poluição da água para descrever substância que se decompõe rapidamente por bactérias. (7)

BIODIGESTOR - Biodigester:Instalação em que a matéria orgânica é decomposta por bactérias, na ausência de oxigênio, produzindo biogás. (6)

BIOFOTÓLISE - Biophotolysis : Ação da luz sobre um sistema biológico que resulta na decomposição de um substrato, geralmente água, para produzir hidrogênio. (6)

BIOGÁS - Biogas:Gás combustível produzido pela digestão anaeróbia de matéria orgânica, composto principalmente de metano e dióxido de carbono. (6) Ver também Digestão Anaeróbia

BIOMASSA - Biomass: Qualquer matéria orgânica que está disponível, em base renovável, incluindo a produção agrícola, resíduos agrícolas, resíduos de madeira, estercos, resíduos urbanos e plantas aquáticas. (6)

BIOMASSA ENERGÉTICA - Energy Biomass : Qualquer matéria orgânica, de origem animal ou vegetal, utilizada como fonte de energia. (6)

BIOSFERA - Biosphere: Região na superfície terrestre ou próximo dela onde toda a vida existe. (7)

BIOSSÍNTESE - Biosynthesis: Produção/transformação de substâncias de outros compostos ajudada por organismos vivos. (6)

BIOTA - Biota : Todas as espécies de plantas e animais que ocorrem numa determinada área. (6)

BLECAUTE - Blackout : Paralisação do sistema de transmissão de energia elétrica de forma intencional ou por falha do sistema. (2)

BLINDAGEM MAGNÉTICA - Magnetic Shield: Sistema que emprega campos magnéticos de alta intensidade para evitar que partículas carregadas entrem numa região que deve ser protegida. (7)

BOMBA ATÔMICA - Atomic Bomb: Bomba cuja energia provém da fissão de elementos pesados como urânio ou plutônio. (7)

BOMBA DE CALOR - Heat Pump :Mecanismo que extrai temperatura de um corpo e a transfere para outro em temperatura mais elevada. (7)

BOMBA DE CALOR AR-AR - Air-to-Air Heat Pump : A bomba de calor ar-ar usa o ar externo como escoadouro ou fonte de calor, sendo o calor fornecido ou removido do ar interno através do uso de um refrigerante direto. O ar atmosférico é a fonte e escoadouro de calor mais universalmente disponível; por isso, é a mais comumente utilizada. (6)

BOMBA DE CALOR QUÍMICO - Chemical Heat Pump : Dispositivo que extrai energia térmica de baixa temperatura e a transforma em energia térmica de alta temperatura através de processo termoquímico. Ainda não se demonstrou sua viabilidade econômica. (6)

BOMBA DE CALOR SOLAR - Solar-Assisted Heat Pump: Bomba de calor que usa fluído aquecido pelo sol para aumentar seu coeficiente de performance. (6)

BUTANO - Butane : Gás engarrafado; um composto geralmente armazenado fornecido de forma liquefeita e usado como combustível na forma gasosa, obtido através do processamento do gás natural ou de processo na refinação do petróleo. Fórmula química C4H10. (7)


CABO CRIOGÊNICO - Cryogenic Cable : Cabo super-resfriado a temperaturas geralmente ao redor de -196°C para reduzir a resistência do condutor à eletricidade e permitir sua capacidade condutora da corrente ser multiplicada acima da capacidade condutora normal dos cabos subterrâneos convencionais. (7)

CALDEIRA DE CALOR RESIDUAL - Waste-Heat Boiler : Caldeira que usa o calor dos gases de escape dos fornos para produzir vapor ou aquecer água.(7)

CALOR DE PROCESSO - Process Heat : Energia térmica que é usada nas operações industriais, químicas e agrícolas. (6)

CALOR DE PROCESSO SOLAR - Solar Process Heat : Aplicação da energia solar nas operações industriais, químicas e agrícolas. (6)

CALOR LATENTE - Latent Heat : Alteração no teor de calor de uma substância quando seu estado físico é alterado sem uma alteração na temperatura. (7)

CALOR RECUPERÁVEL - Recoverable Heat : Parte do input térmico de uma máquina que não é convertida em energia mecânica e pode ser recuperada para uso. (7)

CALOR RESIDUAL - Waste Heat : Calor que está em temperaturas muito próximas das do ambiente e por isso não tem valor para a produção de energia e é descarregado no meio ambiente. (7)

CALOR SENSÍVEL - Sensible Heat : Calor que quando adicionado ou subtraído resulta numa mudança de temperatura. (7)

CAMADA DE OZÔNIO - Ozone Layer : Região na atmosfera superior da terra contendo ozônio que ajuda a proteger os organismos vivos contra a radiação ultravioleta do sol. (6) Ver também Ozônio

CÂMARA DE IONIZAÇÃO - Ionization Chamber : Instrumento que detecta e mede a radiação ionizante ao medir a corrente elétrica que flui quando a radiação ioniza o gás numa câmara, tornando o gás um condutor de eletricidade. (7)

CANAL DE ADUÇÃO - Headrace : Túnel de fluxo livre ou canal aberto que transporta a água até a extremidade superior de uma adufa. (9)

CANAL DE FUGA - Tailrace : Canal que conduz a descarga da turbina para o rio. (9)

CAPACIDADE INSTALADA - Installed Capacity : Carga máxima para a qual uma máquina, aparelho, dispositivo, usina ou sistema é projetado ou construído, não limitada pelas condições existentes de serviço. (6)

CARBOIDRATO - Carbohydrate : A mais abundante classe de todos os compostos orgânicos que constitui três quartos do peso seco de toda vegetação. Consistem em (1) monossacarídeos (açúcares simples); frutose (levulose) e seu isômero, glicose (dextrose); (2) dissacaretos: sucrose, maltose, celobiose e lactose; e (3) polissacarídeos: amido e celulose. Os açúcares simples são cristalinos e solúveis em água, com sabor doce; os amidos são solúveis em água, insípidos e amorfos; e a celulose insolúvel em água e solventes orgânicos, e é apenas parcialmente cristalina. (6)

CARBONO - Carbon : Elemento não metálico existente nos diamantes, grafita, carvão, petróleo, asfalto, pedra calcária, outros carbonados e em todos os compostos orgânicos. É obtido também artificialmente em graus variados de pureza. (7)

CARGA BÁSICA - Baseload : Quantidade mínima de energia elétrica que uma companhia deve fornecer num período de 24 horas. As companhias normalmente operam os seus geradores mais eficientes para atender a demanda da carga básica. (6)

CARGA DE PONTA - Peak Load : Quantidade máxima de energia exigida e fornecida durante um determinado período de tempo. (7)

CARGA DE UM SISTEMA ELÉTRICO : Montante total dos requisitos de demanda de potência associados a uma empresa ou subsistema em determinado instante. (45)

CARGA PRÓPRIA DE DEMANDA : Montante total dos requisitos de demanda de potência associados a uma empresa ou subsistema integralizada em um período predeterminado.(45)

CARGA PRÓPRIA DE ENERGIA : Montante total de energia requisitado por uma empresa ou subsistema em determinado período.(45)

CARVÃO ATIVADO - Activated Carbon : Carvão obtido através da carbonização na ausência de ar, de preferência em um vácuo. Tem a propriedade de absorver grandes quantidades de gases, vapores solventes; usado também para purificar líquidos. (7)

CARVÃO METALÚRGICO - Metallurgical Coal : Carvão com propriedades coqueificantes, contendo não mais que 8% de cinza e 1,25% de enxofre quando extraído ou depois da limpeza convencional. (7)

CARVÃO MINERAL - Coal : Também chamado de carvão fóssil ou de pedra; é formado a partir de substâncias vegetais sujeitas à ação da temperatura da terra, no decurso de centenas de milhões de anos. (24)

CARVÃO PULVERIZADO - Pulverized Coal : Carvão finamente moído, que pode ser queimado ao sair de um ejetor com ar comprimido. (7)

CARVÃO VAPOR - Steam Coal : Carvão não coqueificável utilizado nas caldeiras para a produção de energia térmica ou vapor. (24)

CARVÃO VEGETAL - Charcoal : Material produzido pelo aquecimento ou queima de substâncias combustíveis como celulose, madeira ou turfa. (2)

CASA SOLAR - Solar House : Casa equipada com áreas de vidro e planejada para utilizar energia solar no aquecimento. (7) Ver também Arquitetura Solar

CATÁLISE - Catalysis : 1. Modificação (principalmente um aumento na taxa) de uma reação química induzida por material quimicamente inalterado no final da reação; 2. Qualquer reação causada por um agente separado. (6)

CATA-VENTO - Windmill : Máquina com um rotor que é movido lentamente pelo vento, usada para produzir energia mecânica e que antigamente era empregada na moagem de grãos e no bombeamento de água. (7)

CAVALO-VAPOR - Horsepower : Unidade de medida de potência equivalente a 746 watts. (7)

CCG - CONTRATO DE CONSTITUIÇÃO DE GARANTIA: Contrato celebrado entre uma Concessionária de Distribuição, o ONS e as Concessionárias de Transmissão representadas pelo ONS para garantir o recebimento dos valores devidos pelas Concessionárias de Distribuição às Concessionárias de Transmissão e ao ONS pelos serviços prestados e discriminados na Cláusula Segunda do Contrato de Uso do Sistema de Transmissão. (46)

CCI - CONTRATO DE COMPARTILHAMENTO DE INSTALAÇÕES: Celebrado entre Concessionárias de Transmissão, estabelecendo os procedimentos, direitos e responsabilidades para o uso compartilhado de equipamentos e instalações.(46)

CCT - CONTRATO DE CONEXÃO AO SISTEMA DE TRANSMISSÃO: Celebrado entre Concessionária de Transmissão e Usuários, estabelecendo termos e condições para a conexão à Rede Básica por meio de instalações de conexão e das demais instalações de transmissão da Transmissora dedicadas aos Usuários.(46)

CÉLULA A COMBUSTÍVEL - Fuel Cell : Inicialmente desenvolvida para gerar energia a bordo das naves espaciais Gemini e Apollo. O hidrogênio, produzido a partir de qualquer tipo de combustível fóssil ou decomposição da água, reage quimicamente com o oxigênio do ar para produzir eletricidade. Quase não polui o ambiente, não necessita de água arrefecida e funciona silenciosamente. (6, 7) Ver também Usina de Célula a Combustível

CÉLULA FOTOELÉTRICA - Photoelectric Cell : Dispositivo que registra as alterações na quantidade de luz que incide sobre ele ao convertê-la em eletricidade. (6)

CÉLULA SOLAR - Solar Cell : Dispositivo que transforma a energia solar diretamente em energia elétrica através do processo fotovoltaico. É também chamada de célula fotovoltaica. (7) Ver também Painel Solar

CELULASE - Cellulase : Complexo enzimático, produzido por fungos e bactérias, que pode decompor celulose em fragmentos menores principalmente glicose. Certos tipos de fungos são induzidos a mutações, visando a produção de quantidades maiores de celulase, e deverão em breve ser de importância fundamental na obtenção de álcool combustível. (6)

CELULOSE - Cellulose : Polissacarídeo de unidades de glicose que forma a parte principal das paredes das células das plantas; ocorre naturalmente em produtos fibrosos como algodão e paina; é a matéria-prima de muitos produtos manufaturados como papel, raiom e celofane. (10)

CENTRO DE CARGA : Ponto elétrico de concentração da carga de uma determinada área. (45)

CENTROS DE OPERAÇÃO DO ONS : Centros de Operação próprios do ONS, designados por CNOS ou COSR, e os Centros de Operação através dos quais as Empresas prestam serviços de operação de sistema através dos seus próprios Centros, designados de COS ou COL. (45)

CHUMBO TETRAETÍLICO - Tetraethyllead : Composto volátil de chumbo que é adicionado à gasolina em concentrações de até 3 mililitros por galão para aumentar as propriedades antidetonantes do combustível. (6)

CHUVA ÁCIDA - Acid Rain : Problema sério, em muitas partes do mundo, que ocorre quando o vapor de água da atmosfera combina com os óxidos de enxofre e nitrogênio liberados pela queima de combustíveis fósseis. O dióxido de enxofre se junta ao vapor da água para formar o ácido sulfúrico. 0s poluentes que são descarregados na atmosfera pelas altas chaminés são transportados a grande distâncias, antes de serem lavados pela chuva. Pode inibir o crescimento das plantas e o desenvolvimento dos insetos, deteriorar construções e equipamentos e causar danos em lagos e cursos d'água. (11)

CICLO BOTTOMING - Bottoming Cycle : Meio para aumentar a eficiência térmica de um sistema de geração elétrica a vapor, convertendo parte do calor residual do condensador em eletricidade, ao invés de descarregá-lo todo no meio ambiente. (7)

CICLO BRAYTON - Brayton Cycle : Ciclo termodinâmico que consiste em dois processos de pressão constante intercalados com dois processos de entropia constante. Também conhecido como ciclo diesel de expansão completa ou ciclo joule. (6) Ver também Motor Brayton

CICLO COMBINADO - Combined Cycle : Na geração de energia elétrica, um sistema em que uma turbina a gás aciona um gerador para produzir eletricidade, e a descarga quente (450°C) da turbina a gás é usada para produzir vapor numa caldeira, que impulsiona uma turbina a vapor, acionando um gerador (ciclo convencional) para produzir eletricidade. Assim a eletricidade é produzida por uma turbina a gás e por uma turbina a vapor. Um ciclo combinado deveria consistir em um ciclo convencional mais um ciclo Topping ou ciclo Bottoming, ou ambos. (12)

CICLO DE CARNOT - Carnot Cycle : Ciclo ideal de motor térmico, concebido por Sadi Carnot em que a seqüência de operações que formam o ciclo de trabalho consiste em expansão exotérmica, expansão adiabática, compressão isotérmica e compressão adiabática de volta a seu estado inicial. Um motor de ciclo Carnot ideal converte calor em trabalho com a eficiência teórica máxima. (6)

CICLO DE RANKINE - Rankine Cycle :C Ciclo da expansão completa de um gás que é introduzido numa estrutura, como um motor a turbina, onde o gás é comprimido depois se expande para liberar energia. (6) Ver também Motor Rankine

CICLO DO COMBUSTÍVEL NUCLEAR - Nuclear Fuel Cycle : Sequência de processos pelos quais passa o combustível nuclear, desde a mina de urânio até a usina de reprocessamento. Inclui também o transporte entre os processos e a disposição do lixo radioativo. (11)

CICLO TERMODINÂMICO - Thermodynamic Cycle : Método ou sistema em que um material passa por um processo cíclico e uma forma de energia, como o calor a alta temperatura produzido pela queima de combustível, é em parte convertida em outra forma, como a energia mecânica de um eixo, sendo o restante rejeitado a temperatura mais baixa. (2)

CICLO TOPPING - Topping Cycle : Meio de aumentar a eficiência térmica de uma usina termelétrica a vapor elevando as temperaturas e intercalando um dispositivo, tal como uma turbina a gás supercrítica, entre a fonte de calor e a parte do turbogerador convencional da usina para converter uma parte da energia térmica adicional, em eletricidade. (7)

CINTURÃO VERDE - Green Belt : Área não habitada que separa as fontes de poluição das concentrações humanas. (7)

CLORAÇÃO - Chlorination : Aplicação de cloro à água residuária, geralmente com o propósito de desinfecção, porém freqüentemente propiciando outras modificações químicas ou biológicas. (18)

CLORETO DE POLIVINILO - Polyvinyl Chloride - PVC : Material comum usado na fabricação de plástico que libera ácido muriático quando queimado. (7)

CLUBE DE ROMA - Club of Rome : Grupo de pessoas preocupadas com a relação entre energia, ambiente e economia, em âmbito mundial, sediado na Via Giorgone, 163, 00147, Roma, Itália. O Clube publicou um estudo bem conhecido sobre Os Limites de Crescimento. (12)

CNOS: Centro de Operação de maior nível hierárquico do Operador Nacional do Sistema Elétrico, responsável pela coordenação, supervisão e controle da operação da rede de operação. (45)

COG: Centro de Operação de Empresa de Geração, responsável por ações de comando ou comando e execução ( no caso de instalações desassistidas ) da operação de um conjunto de instalações de geração de propriedade da Empresa. (45)

COGERAÇÃO - Cogeneration : Geração simultânea de energia elétrica ou mecânica e energia térmica. Não significa necessariamente o aproveitamento das perdas de calor na utilização de energia térmica, mas sim uma maior utilização da disponibilidade termodinâmica dos combustíveis. Tem pequena penetração no parque industrial brasileiro, sendo exceções os setores industriais, grandes consumidores de vapor a baixa temperatura, como o sucro-alcooleiro - com utilização praticamente total de cogeração a partir do bagaço - refino do petróleo, papel e celulose e algumas indústrias químicas. Um automóvel que usa o sistema de refrigeração do motor para aquecimento do interior é considerado tecnicamente um cogerador. (26)

COL: Centro de Operação de Empresa que tem seus serviços contratados pelo ONS para supervisionar e controlar a operação da rede de operação Regional/Local, em sua área de atuação.(45)

COLETOR SOLAR - Solar Collector : Mecanismo usado para coletar e acumular a energia do sol ou radiação solar. Sua função básica é captar o calor do sol para aquecimento ou resfriamento doméstico. (6)

COLETOR SOLAR CONCENTRADOR - Concentrating Solar Collector : Dispositivo que usa superfícies refletivas para concentrar os raios de sol numa área menor onde são absorvidos e convertidos em energia térmica. (6)

COLETOR SOLAR PLANO - Flat Plate Collector : Composto de uma caixa metálica rasa com tampa transparente de plástico ou vidro, onde circula o ar ou líquido através da cavidade da caixa. Consiste numa placa negra, isolada nas bordas e parte inferior, com uma ou mais coberturas. A luz solar, que incide na superfície negra, é convertida em calor sem ser concentrada. (6)

COLÓIDE - Colloid : Substância composta de partículas muito pequenas, variando 0,2 a 0,005 mícron que, quando misturada com um líquido, não assenta, mas permanece sempre suspensa. A suspensão coloidal assim formada tem propriedades que são bastante diferentes de uma simples mistura líquida/sólida ou de uma solução. (7)

COMANDO DA OPERAÇÃO : Consiste em ordens emanadas pelas equipes de operação das Empresas, para a realização de acionamentos locais, remotos ou por telecomando, nos equipamentos de manobra ou nos dispositivos de controle. (45)

COMBUSTÃO - Combustion : Reacão química exotérmica rápida de um combustível com oxigênio. A energia é liberada na forma de calor e luz e durante a reação pode formar uma chama. (11)

COMBUSTÃO DE BIOMASSA - Biomass Combustion : É a queima de matérias orgânicas renováveis, como estercos, resíduos agrícolas, urbanos e de madeira. (6)

COMBUSTÃO EM LEITO FLUIDIZADO - Fluidized-Bed Combustion : Queima de combustível particulado, como carvão mineral, em que a quantidade de ar exigida para a combustão é maior do que a dos queimadores convencionais; as partículas do combustível são continuamente alimentadas num leito de cinza mineral, enquanto uma corrente de ar passa através do leito fazendo-o atuar como um fluido turbulento. (2) Ver também Leito Fluidizado

COMBUSTÃO INTERNA - Internal Combustion : Refere-se a qualquer motor em que a pressão da fonte de calor necessária para produzir energia é desenvolvida no cilindro do motor através da queima de uma mistura de ar e combustível e convertida em trabalho mecânico por meio de um pistão. O motor do automóvel é um exemplo comum. (6) Ver também Motor de Combustão Interna

COMBUSTÍVEL - Fuel : 1. Qualquer substância sólida, líquida ou gasosa, disponível em quantidades comerciais, que pode ser queimada no oxigênio do ar para gerar calor; 2. Elemento que pode ser facilmente fissionado para produzir energia. (11)

COMBUSTÍVEL ALTERNATIVO - Alternative Fuel : Aquele que representa uma alternativa em relação aos tradicionais combustíveis fósseis como carvão, petróleo e gás natural. (11)

COMBUSTÍVEL AUTOMOTIVO - Automotive Fuel : Combustível líquido, gasolina ou destilado, usado para acionar os veículos automotores. (2)

COMBUSTÍVEL COLOIDAL - Colloidal Fuel : Mistura de carvão finamente pulverizado e óleo combustível, que permanece homogênea no armazenamento e tem um poder calorífico elevado, usada em caldeiras alimentadas a óleo como substituto do óleo combustível. (7)

COMBUSTÍVEL DE AVIAÇÃO - Aviation Gasoline : Combustível estável, com alta volatilidade e elevada octanagem, usado em motores de aeronaves. (2)

COMBUSTÍVEL DE BIOMASSA - Biomass Fuel : Produção de combustível sintético como metano e hidrogênio de plantas marinhas, terrestres e de resíduos animais. (7)

COMBUSTÍVEL DE PLASMA - Plasma Fuel : Substância branca quente que constitui o ingrediente principal dos sóis e estrelas. Nem Sólido, líquido ou gasoso, pode se transformar na grande fonte de energia do futuro. O hidrogênio pesado dos oceanos pode ser a melhor fonte desta energia de tipo fusão. (7)

COMBUSTÍVEL FÓSSIL - Fossil Fuel : Combustível derivado de organismos vivos que foram fossilizados durante períodos de tempo muito longos, como petróleo, gás natural, carvão, areia oleígena, xisto, turfa e antracito. (11)

COMBUSTÍVEL LIMPO - Clean Fuel : Combustível em que há muito pouco enxofre. (7)

COMBUSTÍVEL NUCLEAR - Nuclear Fuel : Material usado no reator nuclear para produzir energia como o urânio enriquecido, urânio natural, plutônio e tório. (7)

COMBUSTÍVEL PRIMÁRIO - Primary Fuel : Fonte de energia primária usada diretamente como combustível sem conversão. Os combustíveis primários são mais freqüentemente queimados e usados em sistemas de aquecimento ou em motores. Os principais combustíveis primários são o carvão, o petróleo e o gás natural. (12)

COMBUSTÍVEL SINTÉTICO - Synthetic Fuel : Combustível líquido ou gasoso derivado do carvão, xisto, arenito betuminoso, lixo e biomassa. (6)

COMERCIALIZADOR DE ENERGIA ELÉTRICA : Agente titular de autorização outorgada pelo Poder Concedente para vender energia elétrica a consumidores finais e comprar e vender energia elétrica no âmbito do MAE - Mercado Atacadista de Energia Elétrica. (48)

COMINUIÇÃO - Comminution : Processo de desfibramento mecânico ou pulverização de resíduo para transformá-lo em material homogêneo e mais manejável. Usada no manejo de resíduos sólidos e no estágio primário de tratamento de esgoto. (6)

COMISSIONAMENTO DE USINA NUCLEAR - Nuclear Power Plant Commissioning : Entrada em operação comercial de uma usina nuclear. (10)

COMPRESSÃO - Compression : Ação sobre um material que diminui seu volume à medida que aumenta a pressão a que está sujeito. (7)

COMPRESSÃO ADIABÁTICA - Adiabatic Compression : Compressão em que não se acrescenta nem se subtrai calor do ar e a energia interna do ar é aumentada até uma quantidade equivalente ao trabalho externo realizado pelo ar. O aumento da temperatura do ar durante a compressão adiabática tende a aumentar a pressão por causa da diminuição apenas do volume; portanto, a pressão durante a compressão adiabática sobe mais depressa do que o volume diminui. (6)

COMPRESSOR - Compressor : Dispositivo mecânico para aumentar a pressão de um gás; também uma máquina que comprime ar. (7)

COMPRIMENTO DE ONDA - Wavelength : Distância entre pontos semelhantes em ondas sucessivas. A da luz visível varia entre 300 e 7600 angstroms. (7)

CONCENTRADOR SOLAR - Solar Concentrator : Refletor ou lente projetada para concentrar uma grande quantidade de raios solares numa pequena área, aumentando desta forma a temperatura. (6)

CONCESSIONÁRIA DE DISTRIBUIÇÃO : Pessoa jurídica com concessão para a exploração dos serviços públicos de distribuição de energia elétrica. (45)

CONCESSIONÁRIA DE GERAÇÃO : Pessoa jurídica com concessão ou autorização para a exploração dos serviços públicos de geração de energia elétrica. (45)

CONCESSIONÁRIA DE TRANSMISSÃO : Pessoa jurídica com concessão para a exploração dos serviços públicos de transmissão de energia elétrica. (45)

CONDUTÂNCIA TÉRMICA - Thermal Conductance : Quantidade de calor (BTU) que flui através de 0,093 m2 de material em 1 hora, quando houver uma diferença de temperatura de 0,6°C entre ambas as superfícies. Os valores de condutância são fornecidos para uma espessura específica de material, não por polegada de espessura. Para materiais homogêneos como concreto, a divisão da condutividade (k) do material por sua espessura (x) dá a condutância (c). (6)

CONDUTIVIDADE TÉRMICA - Thermal Conductivity : Facilidade com que o calor flui através de um material, conforme determinado pelas características físicas do material. (6)

CONFORTO TÉRMICO - Thermal Comfort : Experiência subjetiva do estado de interação térmica entre o corpo humano e seu meio ambiente. Três modos de transferência de calor entre o corpo e seu ambiente são importantes: evaporação (mais ou menos 25%), radiação (mais ou menos 45%) e convecção (mais ou menos 30%). As propriedades ambientais que influenciam estes modos são temperatura de bulbo seco (afetando a evaporação e a convecção), umidade relativa (afetando apenas a evaporação), velocidade do ar (afetando a evaporação e a convecção) e a temperatura radiante média (afetando apenas a radiação). (11)

CONJUNTO DE PAINÉIS SOLARES - Array : Vários dispositivos individuais dispostos de forma adequada para coletar energia solar. (6)

CONSERVAÇÃO DE ENERGIA - Energy Conservation : Adoção de medidas para reduzir o consumo de energia. Pode consistir em deixar de usar, usar de maneira mais eficiente, não desperdiçar, etc. (12)

CONSUMIDOR CATIVO: Consumidor sem o direito de escolher o fornecedor de energia elétrica, sendo atendido pela concessionária que dispõe do monopólio de venda no local.(49)

CONSUMIDOR LIVRE: Consumidor que tem a opção de escolher o seu fornecedor de energia elétrica, conforme definido em resolução da ANEEL. (49)

CONTADOR GEIGER-MULLER - Geiger-Muller Counter : Instrumento para medir e detectar radiação. Consiste em um tubo cheio de gás que contém eletrodos, entre os quais há uma tensão elétrica, mas sem corrente. Quando a radiação ionizante passa pelo tubo, uma pulsação curta e intensa de corrente passa do eletrodo negativo para o eletrodo positivo e é medida e contada. O número de pulsações por segundo mede a intensidade da radiação. (7) Ver também Detector de Radiação

CONTAMINAÇÃO RADIOATIVA - Radioactive Contamination : 1. Disposição de material radioativo onde possa prejudicar pessoas, arruinar experimentos, ou tornar produtos e equipamentos inadequados ou inseguros para algum uso específico; 2. A presença de material radioativo indesejado; 3. Também o material radioativo encontrado nas paredes de recipientes nas usinas de processamento de combustível usado, ou material radioativo que vazou no refrigerante de um reator. (7)

CONTROLE BIOLÓGICO DE PRAGAS - Biological Control : Método de controle de pragas por meio de organismos predatórios introduzidos ou que ocorrem naturalmente, esterilização ou uso de hormônios inibidores, etc., e não através de meios químicos ou mecânicos. (6)

CONTROLE DA OPERAÇÃO : Consiste na monitoração de grandezas ou do estado de equipamentos e linhas de transmissão e na determinação de ações aos Agentes da Operação, para obtenção de valores ou estados desejados. (45)

CONVECÇÃO - Convection: 1. Transferência de calor através do movimento ascendente das partículas de um líquido ou gás que é aquecido por baixo; 2. Transmissão de calor através do movimento de massas de ar; 3. Transferência de calor através do ar ambiente aquecido que se desloca por gravidade a outras partes da casa; 4. Método pelo qual um fogão aquece a casa. (6)

CONVECÇÃO NATURAL - Natural Convection: 1. Convecção provocada apenas pela temperatura de um objeto. O gás ou líquido próximo de uma superfície quente sobe, próximo de uma superfície fria desce; difere da convecção forçada onde o gás ou líquido é forçado sobre a superfície; 2. Movimento de um gás ou líquido provocado pela diferença de temperatura ou densidade através do qual o calor é transportado. (6)

CONVERSÃO BIOLÓGICA DE ENERGIA - Biological Energy Conversion : Uso de animal ou planta viva para converter uma forma de energia em outra; por exemplo, as árvores usam radiação solar como uma fonte de energia para produzir celulose que pode ser usada depois como combustível. (7) Ver também Bioconversão

CONVERSÃO DE BIOMASSA - Biomass Conversion: É a transformação da biomassa em combustíveis sintéticos como o etanol, metanol e hidrogênio. (6)

CONVERSÃO DE CARVÃO - Coal Conversion : Transformação do carvão objetivando produzir gás ou líquidos. (7)

CONVERSÃO DE ENERGIA - Energy Conversion : Transformação de energia de uma forma em outra. (7)

CONVERSÃO DE RESÍDUOS ANIMAIS - Animal Waste Conversion : Processo de obtenção de óleo de resíduos animais. Já se obteve 80 galões de óleo por tonelada de esterco bovino. Em comparação, o xisto pirobetuminoso médio produz 25 galões de óleo por tonelada de minério. (7)

CONVERSÃO ELETROMECÂNICA - Electromechanical Conversion : Transformação da energia elétrica em energia mecânica e vice-versa. (13)

CONVERSÃO MAGNETOIDRODINÂMICA - Magnetohydrodynamic Conversion : Método para converter energia térmica, numa temperatura alta, em eletricidade, passando um gás ionizado (plasma) através de um campo magnético fixo. A eficiência térmica de conversão é de mais ou menos 25-30%. Esta é considerada uma conversão indireta porque envolve um fluido de trabalho entre a aplicação de calor e a produção de eletricidade em contraste com a conversão direta através de métodos termoelétrico e termiônico. A conversão magnetoidrodinâmica pode ser usada para se obter energia adicional das usinas convencionais de combustíveis fósseis, e possivelmente das usinas nucleares (12)

CONVERSÃO TÉRMICA - Thermal Conversion : Transformação do calor em outras formas de energia com eletricidade ou energia mecânica. O calor pode ser fornecido diretamente através dos coletores solares ou indiretamente pela combustão da biomassa. (6) Ver também Termoconversão

CONVERSÃO TERMIÔNICA - Thermionic Conversion : Conversão de calor em eletricidade liberando elétrons de uma superfície metálica quente e condensando-os numa superfície mais fria. Não são necessárias partes móveis. (7)

CONVERSÃO TERMOELÉTRICA - Thermoelectric Conversion : Conversão do calor em eletricidade através de pares térmicos. (6)

CONVERSÃO TERMOQUÍMICA - Thermochemical Conversion : Uso da combustão direta, pirólise, gaseificação ou liquefação direta para produzir energia ou produtos energéticos da biomassa. (6)

COORDENAÇÃO DA OPERAÇÃO : Organização e definição das ações de supervisão, controle e comando da operação. (45)

COQUE - Coke : Resíduo sólido combustível que permanece ap6s a destilação destrutiva de carvão ou petróleo cru. (7)

COS: Centro de Operação da Empresa que tem seus serviços contratados pela ONS para coordenar, supervisionar e controlar a operação da rede de operação Regional/Local, para supervisionar e controlar a operação da rede de operação sistêmica, bem como para supervisionar, controlar, comandar e executar o despacho de geração das usinas integradas, em sua área de atuação. (45)

COSR: Centros de Operação de propriedade do ONS responsáveis pela coordenação, supervisão e controle da operação da rede de operação regional/Local, pela supervisão e controle da operação da rede de operação sistêmica, bem como pela supervisão, controle, comando e execução do despacho de geração das usinas integradas, em sua região de atuação. (45)

COT: Centro de Operação de Empresa de Transmissão, responsável por ações de comando ou comando e execução ( no caso de instalações desassistidas ) da operação de um conjunto de instalações de transmissão de propriedade da Empresa. (45)

CPST - CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE TRANSMISSÃO: Homologado pela ANEEL, celebrado entre ONS e Concessionárias de Transmissão detentoras de instalações de transmissão componentes da Rede Básica, estabelecendo os termos e condições para prestação de serviços de transmissão de energia elétrica aos Usuários, sob administração e coordenação do ONS. (46)

CREOSOTO - Creosote : Composto líquido oleoso incolor a amarelado que consiste numa mistura de fenóis destilados da madeira. Tem odor de fumaça e gosto de queimado. (7)

CRIOGENIA - Cryogenics : Produção, manutenção e utilização de temperaturas muito baixas. Convém notar que estes processos de esfriamento exigem investimento de energia, o que precisa ser levado em consideração na avaliação da viabilidade de suas aplicações. Há numerosas formas de aplicação das técnicas criogênicas; entre estas incluem-se a liquefação de gases (especialmente hidrogênio e gás natural) e a supercondutividade. (3)

CRISE ENERGÉTICA - Energy Crisis : Crise mundial de energia, provocada em 1973, pelo aumento considerável do preço do petróleo por parte dos produtores da OPEP. (39)

CRITICALIDADE - Criticality : Estado de um reator nuclear na condição limite para uma reação nuclear auto-sustentável. Corresponde a um fator de multiplicação igual à unidade. A criticalidade é, em geral, atingida retirando-se parcialmente uma série de barras de controle do núcleo do reator. (32)

CROMATOGRAFIA - Chromatography : Método de separação de um ou mais componentes químicos. Baseia-se na diferença de afinidade dos diversos constituintes da mistura com relação às duas fases imiscíveis, uma das quais é fixa e retém mais ou menos as espécies químicas a separar, e a outra é móvel e atrai estas espécies mais ou menos. (5)

CROMATOGRAFIA EM FASE GASOSA - Gas Chromatography : Processo cromotográfico em que a fase móvel é um gás enquanto a fixa é um líquido ou um absorvente sólido. Usada principalmente para detectar a presença de compostos voláteis. (5, 2)

CUST - CONTRATO DE USO DO SISTEMA DE TRANSMISSÃO: Homologado pela ANEEL, celebrado entre ONS, representando as Concessionárias de Transmissão e Usuário, estabelecendo os termos e condições para o uso da Rede Básica pelo usuário, incluindo a prestação dos serviços de transmissão pelas Concessionárias de Transmissão, mediante controle e supervisão do ONS, bem como a prestação, pelo ONS, dos serviços de coordenação e controle da operação do Sistema Interligado.(46)

DEC - DURAÇÃO EQUIVALENTE DE INTERRUPÇÃO POR UNIDADE CONSUMIDORA :Exprime o intervalo de tempo que, em média, em cada unidade consumidora do conjunto considerado ocorreu descontinuidade da produção de energia elétrica no período de apuração.(47)

DECAIMENTO BETA - Beta Decay :Decaimento radioativo em que a partícula beta é emitida ou em que ocorre a captura do elétron orbital. (7)

DEGRADAÇÃO SOLAR - Solar Degradation : Deterioração de materiais e componentes pela exposição à luz solar. (6)

DEMANDA BIOQUÍMICA DE OXIGÊNIO - DBO - Biochemical Oxygen Demand - BOD : Quantidade de oxigênio exigida pelas bactérias para converter material orgânico em compostos estáveis. (7)

DEMANDA DE USO FINAL - End-Use Demand : Quantidade de energia usada pelos consumidores finais, muitas vezes medida pelo tipo de uso final. Às vezes é medida em equivalências de energia primária que podem incluir perda de conversão. (6)

DEPOSIÇÃO DE REJEITO RADIOATIVO - Radioactive Waste Disposal : Os métodos básicos para a deposição dos rejeitos radioativos são o enterramento, lançamento no mar e a diluição para uma dispersão controlada. (2)

DESCOMISSIONAMENTO DE USINA NUCLEAR - Decommissioning of a Nuclear Plant: Medida que consiste em interromper a operação de uma usina nuclear, seja ao fim de sua vida útil, seja em conseqüência de um acidente (conforme os acordos de Paris e Viena sobre a responsabilidade civil em caso de acidente). (5)

DESERTIFICAÇÃO - Desertification: Aumento muitas vezes irreversível do tamanho do deserto devido à remoção de árvores ou outra vegetação, e a capacidade reduzida resultante para reter a água e nutrientes do solo. (6)

DESIDRATAÇÃO - Dehydration: Processo de remoção de 95 por cento ou mais da água de qualquer substância através da exposição a altas temperaturas ou por meios químicos. (6)

DESIDROGENAÇAO - Dehydrogenation: Processo em que o hidrogênio é removido por meios químicos. (6)

DESINTEGRAÇÃO NUCLEAR - Nuclear Desintegration:Transformação de um núcleo, possivelmente um núcleo composto, envolvendo a divisão em mais núcleos ou a emissão de partículas. (7)

DESIONIZAÇÃO - Deionization : Remoção de íons de solução por meios químicos. (6)

DESNATURANTE - Denaturant:Substância adicionada ao álcool de modo que não possa ser seguramente consumido. Exemplo, um aditivo para o álcool que vai ser utilizado como solvente. Também, substância adicionada a certos materiais físseis para os tornar impróprios ao uso bélico. (12)

DESPACHO:Coordenação da operação de potência interligados dos sistemas, para garantir o abastecimento do mercado. Esta coordenação é feita por meio do despacho das usinas. O órgão responsável pelo despacho é o ONS - Operador Nacional do Sistema Elétrico. (49)

DESSALINIZAÇÃO - Desalinization: Remoção do sal da água salobra ou do mar. Qualquer processo para obtenção de água potável da água do mar ou de outras águas salgadas. A reutilização de vapores através de destilação compressiva de evaporação de múltiplos efeitos é praticada a fim de limitar o consumo de calor. A destilação é o mais antigo método. A eletrodiálise é outro. Outros métodos são: congelamento através de contato direto do refrigerante com a água do mar, separação da espuma, extração de líquido do líquido, vários processos não elétricos de membrana e permuta de íons. (6)

DESSALINIZAÇÃO SOLAR - Solar Desalinization: Método em que o calor do sol é usado para evaporar a água do mar, visando a produção de água potável. (6, 2) Ver também Destilação Solar

DESSULFURIZAÇAO - Desulfurization: Remoção de enxofre de um combustível. É realizada para evitar problemas de poluição que normalmente ocorrem quando se queimam combustíveis não tratados e se formam óxidos de enxofre. (11)

DESTILAÇÃO - Distillation: Processo de evaporação e recondensação por meio do qual os líquidos são separados em várias frações de acordo com seus pontos de ebulição ou variações de ebulição. (7)

DESTILAÇÃO DE PETRÓLEO - Distillation of Petroleum : Processo de separação dos hidrocarbonetos do petróleo bruto em frações limitadas de variações de ebulição que podem ser depois processadas em produtos úteis. (7)

DESTILAÇÃO DESTRUTIVA - Destructive Distillation : Destilação de sólidos seguida pela sua decomposição. A destilação destrutiva do carvão resulta na produção de coque, amônia, gás, etc. (7)

DESTILAÇÃO SOLAR - Solar Distillation : Processo que usa a energia solar para evaporar a água do mar, produzindo água potável, cloreto de sódio e outros sais. (2) Ver também Dessalinização Solar

DESTILADOR - Still : Aparelho no qual uma substância é transformada pelo calor em vapor com ou sem decomposição química. Depois o vapor liquefeito num condensador e recolhido em outra parte aparelho. Usado geralmente para separar as partes mais voláteis de líquidos e obtê-los de forma pura. (7)

DETECTOR DE RADIAÇÃO - Radiation Detector : Dispositivo para medir o nível da radiação ionizante e possivelmente advertir quando ultrapassar uma determinada quantidade. Pode também fornecer informações quantitativas sobre a dose ou taxa de dosagem. Muitas vezes chamado contador Geiger.(7) Ver também Contador Geiger-Muller

DEUTÉRIO - Deuterium :Isótopo estável do hidrogênio, com número de massa 2, símbolo D. Seu óxido (D2O ou água pesada) é usado como moderador em reatores nucleares. Participa com o trítio das reações de fusão nuclear na bomba de hidrogênio. (32) Ver também Água Pesada

DEVELOPER : Abrange desde consultores que descobrem oportunidades de projetos e arregimentam suporte técnico e financeiro para viabilizá-los, até power ventures companies. Um developer pode ser também um PIE - Produtor Independente de Energia, se ele participa acionariamente de empreendimentos que coordena ou viabiliza. (48)

DIÁLISE - Dialysis : Separação de substâncias em solução por meio de membranas semipermeáveis (como pergaminho, celofane ou células vivas) através das quais as moléculas e íons menores se propagam facilmente enquanto as partículas coloidais e as moléculas maiores se propagam muito lentamente ou nada. Estas separações são importantes na natureza (isto é, no solo e organismos vivos). (7)

DIC - DURAÇÃO DE INTERRUPÇÃO POR UNIDADE CONSUMIDORA : Exprime o intervalo de tempo que em cada unidade consumidora ocorreu descontinuidade da distribuição de energia elétrica no período de apuração. (47)

DIGESTÃO - Digestion: Decomposição bioquímica de matéria orgânica. A digestão do esgoto ocorre em tanques onde se decompõe, resultando em gaseificação parcial, liquefação e mineralização de poluentes. (6)

DIGESTÃO ANAERÓBIA - Anaerobic Digestion: Processo em que a matéria orgânica é decomposta por bactérias que agem na ausência de oxigênio, produzindo o gás combustível chamado biogás. (6) Ver também Biogás

DIÓXIDO DE CARBONO - Carbon Dioxide: Gás atóxico, inodoro, incolor que se encontra naturalmente no ar ambiente. É produzido pela queima de combustíveis fósseis e tem a fórmula CO2. (6) Ver também Efeito Estufa, Monóxido de Carbono

DIÓXIDO DE ENXOFRE - Sulfur Dioxide: Uma das várias formas de enxofre no ar; um poluente do ar gerado principalmente pela queima de combustíveis que contêm enxofre. Os gases vulcânicos são uma fonte natural de dióxido de enxofre. (7)

DIÓXIDO DE NITROGÊNIO - Nitrogen Dioxide: Composto produzido pela oxidação de óxido nítrico na atmosfera; contribui para a formação de smog fotoquímico; também o mais perigoso dos gases de mina produzido pela detonação incompleta de alguns explosivos. (7)

DIREITO SOLAR - Solar Right: Refere-se ao direito de uma pessoa que usa um dispositivo de energia solar não ter a luz solar bloqueada por uma outra estrutura. (6)

DISPONIBILIDADE: Indicador da probabilidade em que, em um dado momento, um equipamento ou sistema esteja operando satisfatoriamente ou apto para operar. (45)

DISPOSIÇÃO DE LIXO - Waste Disposal: Parte dos resíduos sólidos urbanos é processada nas usinas de tratamento de lixo; outra parte é levada para os aterros sanitários, onde depois de espalhada em finas camadas e coberta com terra, produz gás metano. (6)

DOSIMETRIA RADIOLÓGICA - Radiological Dosimetry : Medição da quantidade de radiação que atingiu um lugar específico ou a quantidade de radiação ali absorvida. (7)

DRENAGEM - Drainage : Conjunto de operações e instalações destinadas a remover excessos de água das superfícies e do subsolo, por gravidade ou bombeamento. (1)

DRENAGEM ÁCIDA - Acid Drainage : Drenagem líquida de mina de carvão resultante da circulação de água onde, por exemplo, a pirita exposta se decompõe para formar ácido. (12)

DRENO DE BARRAGEM - Dam Drain : Dreno construído numa barragem para recolher e evacuar a água infiltrada. (14)

DURAÇÃO EQUIVALENTE DE INTERRUPÇÕES - DREQ :Indicador que exprime o espaço de tempo equivalente, em horas, que a demanda máxima verificada do sistema considerado ficou interrompida, no período de observação, decorrente de todos os desligamentos de carga deste sistema. (45)

DUTO - Duct : Passagem construída de chapa metálica ou outro material adequado, não necessariamente à prova de vazamento, usada para transportar ar ou outro gás em pressões baixas. (7)

ECOLOGIA - Ecology :Estudo do relacionamento dos sistemas vivos entre si e com seu meio ambiente. (11)

ECONOMIA DO HIDROGÊNIO - Hydrogen Economy : Sistema hipotético global de fornecimento de energia baseado no uso do hidrogênio como vetor e meio de armazenamento de energia. Os proponentes da economia de hidrogênio sugerem que as vantagens do hidrogênio como um combustível estocável e limpo superam as desvantagens da baixa densidade energética das perdas elevadas de conversão. Em princípio, o hidrogênio poderia ser gerado a partir de sua maior fonte, a água, através de vários meios: eletrólise, separação termoquímica e o uso de algas. (3) Ver também Hidrogênio Combustível

ECONOMIA ENERGÉTICA - Energy Economy : Parte da economia aplicada aos problemas energéticos. Analisa a oferta e demanda de energia, bem como a implementação de meios para garantir a satisfação das necessidades energéticas no contexto nacional e internacional. (5)

ECOSSISTEMA - Ecosystem: É a unidade ecológica espacial e organizacional constituída de populações, comunidades, seres isolados, habitats, ambientes e substratos que interagem entre si, e cuja finalidade única é a permuta de matéria e energia entre o elementos vivos e não vivos. (18)

EDIFICAÇÃO SOLAR - Solar Building: Edifício que usa energia solar para aquecer e/ou resfriar (6)

EFEITO ESTUFA - Greenhouse Effect: Captação de energia com conseqüente elevação da temperatura devido a uma multiplicidade de causas, tais como: redução de convecção ou reflexão, aumento de absorção, etc. Termo usado para descrever a possível elevação de temperatura da terra em decorrência do aumento do teor de dióxido de carbono na atmosfera. (6) Ver também Dióxido de Carbono

EFICIÊNCIA ENERGÉTICA - Energy Efficiency: Quantidade de trabalho ou produto útil dividido pelo combustível ou energia de input. Exemplo, na geração de eletricidade é a quantidade de eletricidade produzida por unidade de combustível consumido; para um condicionador de ar, é a quantidade de resfriamento fornecida por unidade de eletricidade usada. (6)

EFLUENTE - Effluent: Produto sólido, líquido ou gasoso, freqüentemente resíduo, descarregado de um processo; geralmente usado com referência às descargas nas águas. (7)

ELEMENTO DE COMBUSTÍVEL - Fuel Element: Conjunto de barras de combustível. Menor unidade de combustível que pode ser introduzida ou retirada de um reator nuclear. (32)

ELEMENTOS TRANSURÂNICOS - Transuranic Elements: Elementos com números atômicos superiores a 92, e portanto membros da série dos actinídeos. Os elementos transurânicos não existem naturalmente, mas são produzidos através de reações nucleares. A reação mais comum é a captura de nêutrons em um reator nuclear seguida pelo decaimento radioativo através da emissão da partícula beta, como no processo de regeneração. Atualmente são produzidos 11 elementos transurânicos (netúnio, plutônio, amerício, cúrio berquélio, califórnio, einstéinio, férmio, mendelévio nobélio e o laurêncio), todos radioativos. Alguns existem em quantidades muito pequenas e têm pouca importância na energia nuclear. (11) Ver também Actinídeos

ELETROCAMPO: Programa de eletrificação rural de grande repercussão, lançado pela CESP em conjunto com a Secretaria da Agricultura, Secretaria de Obras e Meio Ambiente e CPFL no final de 1977, objetivando incentivar a utilização da energia elétrica para melhorar a produção e a produtividade do meio rural. (27)

ELETROCONFORMAÇÃO - Electroconformation: Conformação através da eletrodeposição num molde, como na obtenção de tubos ou folhas metálicas. (1, 10)

ELETRODIÁLISE - Electrodialysis: Aplicação da corrente elétrica a eletrodos nos dois lados de uma membrana para ajudar na diálise. A corrente elétrica provoca a migração e separação de ânions e cátions salinos através de uma solução e um conjunto de membranas permeáveis. (12)

ELETROFORESE - Electrophoresis: Migração de partículas de uma solução coloidal sob a influência de um campo elétrico (1)

ELETRÓLISE - Electrolysis: Decomposição de uma substância química pela passagem da eletricidade através da mesma; é o caso da eletrólise da água em hidrogênio e oxigênio. (15)

ELETRÓLITO - Electrolyte: Materiais que quando colocados em solução tornam-na condutiva de correntes elétricas. Estes incluem soluções aquosas de sais, ácidos ou bases, e alguns sais liquefeitos. (7)

ELÉTRON - Electron: Partícula elementar com uma carga elétrica negativa. 0s elétrons orbitam o núcleo atômico; sua transferência ou nova disposição entre os átomos suporta todas as reações químicas. 0s elétrons negativos ou positivos (às vezes chamados de pósitrons) podem ser emitidos dos núcleos atômicos durante as reações nucleares; são chamados de partículas beta. (7)

ELETROPOSTO - Electrostation: Posto, ou seja, local com instalações de carregadores de bateria, para a recarga ou troca de baterias de veículos elétricos. (44)

EMISSÃO DE VEÍCULO - Vehicle Emission:Substância poluente, descarregada no ar, gerada pelos motores dos veículos automotores. (10)

ENERGIA ARMAZENADA: Valoração energética do volume armazenado em um reservatório pela produtividade das usinas hidroelétricas à sua jusante.(45)

ENERGIA ATÔMICA - Atomic Energy : Use energia nuclear.

ENERGIA CINÉTICA - Kinetic Energy: Forma de energia mecânica que um corpo possui em virtude de sua velocidade. É determinada pela massa e pela velocidade do objeto. (7)

ENERGIA DAS ONDAS - Wave Power: Energia elétrica produzida através de dispositivos movidos pelas ondas. (7)

ENERGIA DE PONTA - On-Peak Energy: Energia fornecida durante os períodos de alta demanda do sistema. (6)

ENERGIA DISPONÍVEL - Available Energy: Parte da energia total que pode ser utilmente usada. Em um motor perfeito, parte que é convertida em trabalho. (7)

ENERGIA DO MAR - Ocean Energy: Energia que pode ser aproveitada através da exploração de um aspecto das características físicas ou químicas dos oceanos, isto é, movimento das marés, movimento das ondas, gradientes térmicos, gradientes de salinidade e correntes marítimas. (5) Ver também Energia das Ondas, Energia Maremotriz, OTEC

ENERGIA DOCE - Soft Energy: Energia das marés, hidráulica, eólica e solar; sua exploração não gera poluição, sendo inesgotável. (18) Ver também Energia Limpa

ENERGIA EM QUILOTONS - Kiloton Energy: Medida da energia liberada durante uma explosão nuclear ou química. A unidade de quiloton é a quantidade de energia liberada pela combustão de um quiloton de TNT. Cada uma das bombas atômicas de Hiroshima e Nagasaki liberou aproximadamente 20 quilotons de energia. (12)

ENERGIA EÓLICA - Wind Energy: Uma forma de energia solar, já que os ventos são causados pelas variações na quantidade de calor que o sol envia às diferentes partes da terra. A eletricidade é produzida quando um cata-vento capta o vento e gira, girando também uma turbina que aciona um gerador de eletricidade. (6) Ver também Aerogerador, Usina Eólica

ENERGIA GEOTÉRMICA - Geothermal Energy : Energia produzida pelo aproveitamento do calor existente nas rochas, água quente e vapor do interior da terra. (7) Ver também Usina Geotérmica

ENERGIA HIDRELÉTRICA - Hydroelectric Energy : Energia de queda d'água que é convertida em eletricidade ao mover um gerador a turbina. (6)

ENERGIA INDIRETA - Indirect Energy : Qualquer forma de energia usada na fabricação de bens ou prestação de serviços os quais podem ou não usar energia. (6)

ENERGIA ININTERRUPTÍVEL - Non Interruptible Energy : Consumo de energia que não pode ser interrompido.

ENERGIA INTERRUPTÍVEL - Interruptible Energy : Consumo de energia que pode ser interrompido pelo fornecedor de acordo com condições pré-estabelecidas com o consumidor (5)

ENERGIA LIMPA - Clean Energy: Energia que não implica na possibilidade de desastres, como os escapamentos contaminantes, invisíveis, letais e destruidores da normalidade genética, provenientes das centrais nucleares, e na exigência de extrema cautela em sua manutenção e uso. (18) Ver também Energia Doce

ENERGIA MAREMOTRIZ - Tidal Power: Proveniente do enchimento e esvaziamento alternado de uma baía ou estuário na qual são preenchidas determinadas condições que fazem com que o nível das águas suba consideravelmente na maré cheia. No enchimento e esvaziamento da maré pode ser gerada energia elétrica. A mais importante usina maremotriz em operação é a Usina de La Rance, na França. (24) Ver também Usina Maremotriz

ENERGIA MECÂNICA - Mechanical Energy: Energia causada pelo movimento dos corpos de forma ordenada e em grande escala. Como exemplos, temos um curso de água corrente, ou corpos rotativos como a roda de um motor. (3)

ENERGIA NUCLEAR - Nuclear Energy: Energia liberada por uma reação nuclear, fissão ou fusão, ou por desintegração radioativa. Quando liberada em quantidade controlada e suficiente, esta energia do calor pode ser convertida em energia elétrica. (7) Ver também Energia Núcleo-elétrica

ENERGIA NUCLEOELÉTRICA - Nucleoelectric Energy: Energia elétrica gerada pelo aproveitamento do calor liberado por reatores nucleares. Este calor é usado para a produção de vapor que, por sua vez, move turbinas e geradores. (7) Ver também Energia Nuclear

ENERGIA PRIMÁRIA - Primary Energy: Energia na sua forma natural (carvão, petróleo, urânio), antes da conversão para formas de uso final. (7)

ENERGIA QUÍMICA - Chemical Energy: Obtida da reação química. Visto que a reação é geralmente controlada e pode ser iniciada quando desejada, os sistemas de energia química são de grande importância para os sistemas de armazenamento de energia. (11)

ENERGIA RADIANTE - Radiant Energy: Energia que irradia em todas as direções a partir de sua fonte. (6)

ENERGIA SOLAR - Solar Energy: Energia transmitida do sol na forma de radiação eletromagnética. A terra recebe apenas metade de um bilionésimo da produção total de energia solar correspondendo a mais ou menos 420 trilhões de kilowatt-hora anualmente. (6) Ver também Energia Solar Fotovoltaica, Energia Solar Térmica

ENERGIA SOLAR FOTOVOLTAICA - Photovoltaic Solar Energy: Energia obtida através de dispositivos que convertem a luz do sol diretamente em eletricidade. (6)

ENERGIA SOLAR TÉRMICA - Thermal Solar Energy : Energia Solar na forma de calor. (7)

ENERGIA TERMELÉTRICA - Thermoelectric Energy: Energia elétrica derivada da energia do calor, geralmente aquecendo um fluido que aciona um turbogerador. (6)

ENGENHARIA DE ENERGIA - Energy Engineering: Ramo da engenharia que aplica conhecimentos científicos para melhorar o uso geral da energia. Combina técnicas de engenharia com o conhecimento de problemas energéticos. (16)

ENGENHARIA ELÉTRICA - Electrical Engineering: Ramo da engenharia que trata da geração, transporte e aplicação da energia elétrica, especialmente de projeto, construção e operação de usinas elétricas, equipamentos e distribuição. (2)

ENGENHARIA NUCLEAR - Nuclear Engineering: Ramo da tecnologia que trata da utilização do processo de fissão nuclear, preocupando-se com o projeto, construção de reatores nucleares e instalações auxiliares, desenvolvimento e fabricação de materiais especiais e com o manejo e processamento dos produtos do reator. (2)

ENRIQUECIMENTO DE URÂNIO - Uranium Enrichment: Processo através do qual a proporção do isótopo de Urânio-235 fissionável é aumentada acima de 0,7% contida no urânio natural. O principal método de enriquecimento é a difusão gasosa, mas a centrifugação gasosa também está recebendo muita atenção, principalmente na Europa. (7) Ver também Urânio enriquecido

ENTALPIA - Enthalpy : A soma da energia interna de um sistema mais o produto do volume do sistema multiplicado pela pressão exercida sobre o sistema pelo seu ambiente. (2)

ENTROPIA - Entropy : É a quantidade relativa da energia perdida de modo natural inevitável num sistema físico-químico, conforme a segunda lei da termodinâmica. Enquanto esta energia perdida vai aumentando, o sistema vai se aproximando cada vez mais do estado de equilíbrio. (18)

ENZIMA - Enzyme : Biocatalisador de proteína produzido por células vivas de plantas e animais. As enzimas agem como catalisadores para as reações químicas de processos biológicos, aumentando o tempo da reação química do substrato. (6)

EQUINÓCIO - Equinox: Épocas do ano quando o sol cruza o Equador, e o dia e a noite têm duração igual. Ocorre nos dias 21 de março e 23 setembro. (7) Ver também Solstício

EQUIVALENTE DE TNT - TNT Equivalent : Medida da energia liberada na detonação de um explosivo nuclear expresso em termos do peso de TNT (explosivo químico trinitrotolueno) que liberaria a mesma quantidade de energia quando explodido. É geralmente expresso em quilotons ou megatons. A relação de equivalência de TNT é baseada no fato de que 1 tonelada de TNT libera 1 bilhão de calorias de energia. (7)

ERG - Erg: Unidade de medida de energia do sistema C.G.S.: energia igual ao trabalho de uma força, de intensidade constante igual a um dina, que desloca um centímetro, na sua própria direção, o seu ponto de aplicação. (1) Ver também Trabalho

EROSÃO - Erosion: Processos físicos e químicos através dos quais a terra ou material rochoso se solta ou se decompõe e é removido de qualquer parte da superfície da terra. Inclui os processos de desgaste por ação atmosférica. (6)

EROSÃO EÓLICA - Wind Erosion: Remoção de material da terra ou de construções através da ação do vento. Os mecanismos incluem captação direta de poeira pela corrente de ar, e o desprendimento ou abrasão do material da superfície pelo impacto de partículas já transportadas pelo ar. (7)

ESCADA PARA PEIXES - Fish Ladder: Passagem de peixes numa barragem que consiste numa série de tanques dispostos em forma de degraus, facilitando a migração a montante. (2, 10)

ESCALA CENTÍGRADA (ou Celsius) - Centigrade or Celsius Scale: Escala de temperatura que considera o ponto de derretimento de gelo como 0° e o ponto de ebulição da água como 100°C. É usada por cientistas em todo o mundo e por leigos também naqueles países onde o sistema métrico é usado. Para converter Centígrado em Fahrenheit, multiplique a leitura por 9, divida por 5 e some 32. (7)

ESCALA DE BEAUFORT - Beaufort Scale: Escala numérica, graduada de 0 a 12, inventada por Admiral Beaufort no século XIX para indicar as velocidades do vento. Esta escala foi adotada internacionalmente. (7)

ESCALA FAHRENHEIT - Fahrenheit Scale: Escala de temperatura em que o ponto de ebulição da água é 212° e seu ponto de congelamento 32°. Para converter °F em °C, subtraia 32, multiplique por 5 e divida o produto por 9. (7)

ESCOS (Energy Service Companies) : Empresa que tem a eficiência como negócio e que se caracteriza pela celebração de contratos de performance com seus clientes.(48)

ESFRIAMENTO DE FLUXO FORÇADO - DE PASSAGEM - Once-Through Cooling : Esfriamento de uma instalação industrial ou geradora de eletricidade pelo bombeamento de água fria de um rio ou lago através do condensador; a água aquecida é descarregada no seu local de origem. (7)

ESPECTRO - Spectrum: Diagrama da distribuição da intensidade de um determinado tipo de radiação em função de seu comprimento de onda, energia, freqüência, momento, massa ou qualquer quantidade relacionada. (6)

ESPECTRO SOLAR - Solar Spectrum: Distribuição total da radiação eletromagnética emitida pelo sol, menos aqueles comprimentos de onda que são absorvidos pela atmosfera solar. (7)

ESPECTRO VISÍVEL - Visible Spectrum: Parte do espectro eletromagnético, cujas ondas normalmente produzem no olho humano sensações de cores vermelha, laranja, amarelo, verde, azul, violeta ou seus tons intermediários, ou de luz branca se os raios forem combinados. (7)

ESSÊNCIA EXÓTICA - Exotic Species: Espécie botânica presente em uma determinada área geográfica da qual não é originária. (41)

ESSÊNCIA FLORESTAL - Forest Species : Espécies de árvores de uma floresta.

ESSÊNCIA NATIVA - Native Species: Essência originária do país em que vegeta e aí se reproduz naturalmente. (25)

ÉSTER - Ester:Composto formado pela reação de um álcool e um ácido, geralmente com eliminação de água. (7)

ESTRATÉGIA DE CONSERVAÇÃO - Conservation Strategy: Medidas tomadas pelo governo para reduzir a demanda de energia, principalmente petróleo, e possivelmente fornecer incentivos e normas para aumentar a eficiência do uso de energia. (6)

ESTRATIFICAÇÃO TÉRMICA - Thermal Stratification: Processo usado nos sistemas solares de armazenamento térmico por meio do qual a água quente fica por cima da água fria mais densa. (6)

ESTUÁRIO - Estuary: Área onde a água doce e a água do mar se encontram. Por exemplo, baías, foz de rios, mangues e lagoas. Os estuários são ecossistemas delicados; servem como áreas para alimentacão, desova e procriação de um grande grupo de vida marinha e fornecem abrigo e alimentos para aves e animais selvagens. (6)

ETANOL - Ethanol: O etanol puro é um líquido incolor, com cheiro agradável e gosto de queimado. É muito higroscópico e misturável com água. Pode ser produzido da biomassa através do processo de fermentação. Também chamado de álcool etílico. (6) Ver também Álcool

EUPHORBIA LATHYRIS - Euphorbia Lathyris: Planta que pode ser cultivada em terreno semi-árido e usada para produzir combustível sintético. (6)

EUTÉTICO - Eutectic: Refere-se à mistura de substâncias que têm um ponto de fusão mais baixo que o de qualquer mistura das mesmas substâncias em outras proporções. (6)

EUTROFIZAÇÃO - Eutrophication: Processo de maturação lenta em que um lago se torna tão rico em compostos nutritivos, principalmente nitrogênio e fósforo, que algas e plantas aquáticas tornam-se abundantes; a decomposição dessa matéria vegetal pode provocar a desaparecimento do lago ou a redução do teor de oxigênio necessário para a vida animal. (7)

EUTROFIZAÇÃO CULTURAL - Cultural Eutrophication: Aceleração do processo de envelhecimento natural de massas de água pelo homem. (7)

EXERGIA - Exergy: Medida de convertibilidade de energia. Quantidade máxima de energia que pode ser transformada em qualquer outra forma de energia, em determinadas condições termodinâmicas. (5)

EXTRA ALTA TENSÃO - Extra-High Voltage: Tensão entre 240.000 V e 800.000 V. (37)
FAC-SÍMILE - Facsimile: Modo de telecomunicação que permite a transmissão de mensagens fixas (fac-símiles), com ou sem meios tons, com finalidade de sua reprodução de forma permanente, classificando-se em tipo A: no qual as mensagens são constituídas de linha ou pontos de intensidade constante (fototelegrama), e tipo B: no qual as imagens são constituídas de linha ou pontos, de intensidade variável (telefoto, radiofoto, etc.). (33)

FAIXA DE SERVIDÃO - Right-of-Way : Faixa de terra cujo uso é adquirido para a construção e operação de linha de transmissão, gasoduto, oleoduto ou qualquer outra instalação. (7)

FAUNA - Fauna: Conjunto dos animais que vivem em um determinado ambiente, região ou época. (41)

FAZENDA ENERGÉTICA - Energy Farm : Conceito que envolve o cultivo de plantas selecionadas, objetivando produzir biomassa que pode ser usada como combustível ou convertida em outros combustíveis ou produtos energéticos. (7) Ver também Floresta Energética

FAZENDA SOLAR - Solar Farm : Proposta de instalacão elétrica num deserto, cobrindo uma área considerável, onde grande quantidade de energia elétrica seria gerada a partir da energia solar. (6)

FEC - FREQÜÊNCIA EQUIVALENTE DE INTERRUPÇÃO POR UNIDADE CONSUMIDORA :Exprime o número de interrupções ocorridas, em média, em cada unidade consumidora do conjunto considerado no período de apuração.(47)

FERMENTAÇÃO ALCOÓLICA - Alcoholic Fermentation : Processos de fermentação através dos quais certos microorganismos extraem energia da glicose e de outros substratos, com o álcool como um produto final. (5)

FERRORRESSONÂNCIA - Ferroresonance : Ressonância entre a capacitância de um aparelho e indutância do circuito magnético saturável de um aparelho vizinho. (17)

FERTILIZANTE NITROGENADO - Nitrogen Fertilizer : Composto químico (exemplo: nitratos, uréia e amônia) que contém nitrogênio na forma adequada para o crescimento das plantas e conversão em proteína. (6)

FIBRA ÓTICA - Optical Fiber : Produzida através do processo de deposição química de vapores. É composta de um núcleo e uma capa. O núcleo é feito basicamente de sílica (SiO2). De diâmetro de um fio de cabelo, é leve, resistente, imune à ação química do ambiente, não sofre interferências de quaisquer ondas eletromagnéticas e utiliza as freqüências de comprimento de onda da luz, menores que as microondas. Por isso, permite a transmissão de milhares de canais de comunicação simultaneamente. (20)

FIC - FREQÜÊNCIA DE INTERRUPÇÃO POR UNIDADE CONSUMIDORA : Exprime o número de interrupções ocorridas em que cada unidade consumidora no período de apuração.(47)

FISSÃO NUCLEAR - Nuclear Fission: Reação nuclear em que um núcleo atômico instável e pesado divide-se em partes aproximadamente iguais, emitindo nêutrons, radiação e energia sob a forma de calor. Os nêutrons podem provocar mais fissão e estabelecer uma reação em cadeia. (7)

FIXAÇÃO DE NITROGÊNIO - Nitrogen Fixation: Processo de conversão do nitrogênio atmosférico em compostos de nitrogênio para uso nas operações agrícolas ou industriais. (6)

FLER - Flare: Equipamento utilizado em refinarias de petróleo, operações de tratamento térmico, instalação de gás liquefeito de petróleo, etc., para queimar misturas ricas de gases combustíveis. 0 fler é diferenciado do pós-queimador por necessitar apenas de uma chama-piloto, dispensando qualquer outro combustível auxiliar. (41)

FLICKER - Flicker: Impressão de flutuação da luminância ou da cor que ocorre quando a freqüência da variação do estímulo da luz fica entre alguns hertz e a freqüência de fusão das imagens. Seu principal efeito está em lâmpadas incandescentes e em menor escala na televisão. (17)

FLORA - Flora: A totalidade de espécies vegetais que compreende a vegetação de uma determinada região, sem qualquer expressão de importância individual. (41)

FLORESTA ENERGÉTICA - Energy Forest: Floresta cultivada com a finalidade de obter biomassa a ser usada como lenha ou convertida em outros combustíveis ou produtos energéticos. (6) Ver também Fazenda Energética

FLUÍDO DE TRANSFERÊNCIA DE CALOR SOLAR - Solar Heat Transfer Fluid : Fluído que transporta o calor do coletor solar para o armazenamento. Nos sistemas diretos pode ser água, e nos indiretos, água tratada, ar ou óleo especial. (6)

FLUORAÇÃO - Fluoridation: É a aplicação do flúor nas águas de abastecimento com a finalidade de prevenir as cáries dentárias. (18)

FOG - Fog: Partículas líquidas formadas pela condensação de líquidos vaporizados. (6) Ver também Smog

FOGÃO SOLAR - Solar Cooker: Coletor solar com ou sem equipamento de concentração, projetado para utilizar a energia solar coletada na cocção de alimentos. (5)

FONTE DE ENERGIA - Energy Source: Tudo que permite produzir energia útil diretamente ou por meio de conversão ou transformação. Do ponto de vista da economia energética, os termos "fonte de energia" e "energia'' são sinônimos. (24)

FONTE DE POLUIÇÃO CASUAL - Random Source of Pollution: Derramamento de óleo e produtos químicos perigosos na terra ou nas águas. (7)

FONTES ALTERNATIVAS DE ENERGIA - Alternative Energy Sources: São aquelas que podem substituir os tradicionais combustíveis fósseis, como o petróleo, carvão e gás natural. Como não renovável temos a energia nuclear e como renovável podemos citar a energia solar, eólica, hídrica, maremotriz, geotérmica, OTEC, das ondas e da biomassa. (11)

FORNO SOLAR - Solar Furnace: Dispositivo solar usado para se obter altas temperaturas ao concentrar os raios solares em um pequeno receptor. O maior forno solar hoje existente está localizado em Odeillo, nos Pirineus Franceses, e pode obter temperaturas de aproximadamente 3316°C. (6)

FOTOCONVERSÃO - Photoconversion: Conversão da luz em outras formas de energia através de processos químicos, biológicos ou físicos. (6)

FOTÓLISE - Photolysis: Decomposição de moléculas causada pela absorção da energia da luz, produzindo por exemplo, hidrogênio. (7, 11)

FOTOSSÍNTESE - Photosynthesis: Processo pelo qual os vegetais clorofilados sintetizam seus glucídeos a partir do dióxido de carbono da atmosfera e da água. Pela incidência da luz e do calor, a maior parte da energia é absorvida pelos cloroplastos que transformam a energia luminosa do sol em energia química. Tem lugar então a transferência dos átomos de hidrogênio da água para o dióxido de carbono e o oxigênio em questão vem da água e não do dióxido de carbono. A água é oxidada e o dióxido de carbono reduzido. Estes vegetais são conhecidos como autótrofos. (18)

FREON - Freon: Gás muito estável que não combina facilmente com outros elementos químicos e é usado nas bombas de calor e sistemas de refrigeração. Contribui para a destruição da camada de ozônio que protege a terra contra a radiação ultravioleta. (6)

FREQÜÊNCIA EQUIVALENTE DE INTERRUPÇÕES - FREQ : Indicador que exprime o número equivalente de interrupções que a demanda máxima verificada do sistema considerado sofreu, no período de observação, decorrente de todos os desligamentos de carga deste sistema.(45)

FUSÃO NUCLEAR - Nuclear Fusion: Reação nuclear em que dois núcleos atômicos leves reagem ou combinam para formar um núcleo mais pesado, emitindo partículas, radiação e energia térmica. (7) Ver também Tokamak
 

GALÃO - Gallon: Unidade de medida. O galão americano contém 3,785 litros. É 0,83 vezes o galão imperial, ou inglês, que equivale a 4,546 litros. (7)

GALVANIZAÇÃO - Galvanization: Recobrimento do ferro com uma camada de zinco metálico, a fim de o proteger contra os efeitos da oxidação. (1)

GANHO DE CALOR - Heat Gain: Aumento da quantidade de calor contida em um espaço, resultante da radiação solar direta e do calor desprendido por pessoas, luzes, equipamentos, maquinários e outras fontes. (6)

GANHO SOLAR - Solar Gain:Parte da carga de aquecimento de um edifício, ou de uma carga de resfriamento adicional, que é fornecida pela radiação solar que atinge o edifício ou penetra nele pelas janelas. (6)

GANHO SOLAR DIRETO - Direct Solar Gain: Tipo de sistema de aquecimento solar passivo em que a radiação solar passa através do espaço habitável de face norte antes de ser armazenada na massa térmica para aquecimento a longo prazo. (6)

GÁS ÁCIDO - Sour Gas: Gás natural que contém sulfeto de hidrogênio ou outros compostos corrosivos de enxofre e necessita de purificação antes do seu uso. (5)

GÁS ASSOCIADO - Associated Gas: Gás natural encontrado nas jazidas de petróleo. Pode estar dissolvido no petróleo ou um pouco mais acima do mesmo. (12)

GÁS COMBUSTÍVEL - Fuel Gas: Gás ou mistura de gases que queima com o ar ou oxigênio, utilizado principalmente para a produção de calor. (5)

GÁS DE CARVÃO - Coal Gas: É uma mistura de monóxido de carbono, etileno, hidrogênio e metano, obtida através do aquecimento do carvão, em temperatura elevada, na ausência de ar. (12) Ver também Gaseificação de Carvão

GÁS DE COMBUSTÃO - Fuel Gas: Mistura de gases resultante da combustão e que sai por uma chaminé. O gás de combustão contém óxidos de nitrogênio, óxidos de carbono, vapor de água, e muitas vezes óxidos de enxofre ou particulados. (6)

GÁS DE ESGOTO - Sewage Gas: Gás produzido pela fermentação do esgoto; contém alto teor de metano e sulfeto de hidrogênio. (7, 2)

GÁS DE GASOGÊNIO - Producer Gas: Produzido no gasogênio pela queima de combustível sólido ou passagem de ar e vapor de água sobre carvão aquecido. Também chamado de gás pobre. (2)

GÁS DE MADEIRA - Wood Gas: Gás produzido, durante a produção de carvão, através do aquecimento da madeira na ausência de ar. (7)

GÁS DE PETRÓLEO - Petroleum Gas: Qualquer um dos vários gases inflamáveis obtidos através da refinação do petróleo e usados tanto na síntese orgânica como na forma liquefeita como combustíveis. Os mais importantes são os compostos saturados butano, isobutano, propano, butilenos não saturados e propileno. (7)

GÁS DE REFINARIA - Refinery Gas: Misturas de hidrocarbonetos gasosos de baixo peso molecular que ocorrem numa refinaria como subproduto de vária operações. Se não puderem ser vendidos como gases combustíveis, são queimados dentro da refinaria para aquecer fornos e produzir vapor. 0 excedente pode ser queimado. (11)

GÁS DE SÍNTESE - Synthesis Gas: Mistura de monóxido de carbono e hidrogênio produzida pela reação do vapor ou oxigênio com hidrocarbonetos, tais como carvão, petróleo ou gás natural. Com a ajuda de catalisadores adequados, o gás de síntese pode ser convertido em vários produtos químicos. (11)

GÁS DOCE - Sweet Gas: Gás natural que contém quantidades tão pequenas de compostos de enxofre que pode ser usado sem prévia purificação. (5)

GÁS LIQUEFEITO DE PETRÓLEO - GLP - Liquefied Petroleum Gas - LPG:Chamado de gás engarrafado, é um produto de gases do petróleo, principalmente o propano e o butano. Armazenado em cilindros metálicos, sob pressão para mantê-lo em estado líquido, além de combustível de uso doméstico, pode ser empregado como combustível para tratores, caminhões e ônibus. (2)

GÁS NATURAL - Natural Gas: Misturas de gases de hidrocarbonetos e vapores, que ocorrem naturalmente, encontradas nas formações geológicas porosas abaixo da superfície terrestre; muitas vezes vêm associadas com o petróleo. (7)

GÁS NATURAL LIQUEFEITO - Liquefied Natural Gas: Produto do gás natural que se liquefaz a uma temperatura criogênica de -160°C; é usado como combustível doméstico e deve estar isolado ao ser manipulado em estado líquido; como se torna líquido, permite armazenamento econômico e transporte a longa distância também econômico, em contêineres criogênicos de alta pressão. (2, 7)

GÁS NATURAL SINTÉTICO - Synthetic Natural Gas - SNG:Combustível gasoso sintético que contém alta proporção de metano. Pode ser sintetizado da biomassa, dos produtos leves do petróleo como butano, propano, nafta e do carvão pela gaseificação. Também chamado de gás natural substitutivo. (6, 12, 15)

GÁS NATURAL SUBSTITUTIVO - GNS - Substitute Natural Gas - SNG: Gás de valor calorífico elevado, composto principalmente de metano com um valor de aquecimento de mais ou menos 1000 Btu por pé cúbico padrão. (6)

GÁS NOBRE - Noble Gas: Gás inerte raro como hélio, neônio, argônio, criptônio, xenônio, radônio, que normalmente não combina quimicamente com outros elementos. (7)

GÁS RADÔNIO - Radon Gas: Elemento gasoso radioativo formado pela desintegração do urânio. (7)

GASEIFICAÇÃO - Gasification: Processo de fabricação de gases combustíveis por reação de combustíveis sólidos ou líquidos com um ajuste gaseificante, por exemplo, o ar ou o oxigênio à pressão atmosférica. (24)

GASEIFICAÇÃO DE BIOMASSA - Biomass Gasification: Processo de transformação de matéria vegetal (por exemplo, lenha ou carvão vegetal) em gás combustível, contendo CO e H2 como produtos mais importantes. (29)

GASEIFICAÇÃO DE CARVÃO - Coal Gasification:Conversão do carvão ou coque em produto gasoso através da reação com o ar, oxigênio, vapor, dióxido de carbono ou misturas destes. (2) Ver também Gás de Carvão

GASEIFICAÇÃO SUBTERRÂNEA DE CARVÃO - Underground Coal Gasification : Produção de gás combustível através da queima do carvão na própria mina, a mais de 100 pés de profundidade, e bombeamento para a superfície. (11)

GASEIFICADOR - Gasifier:Essencialmente um forno onde se oxida (queima) madeira ou carvão em condições controladas, tendo como meio oxidante oxigênio (ou ar) e vapor d'água. (29)

GASODUTO - Gas Pipeline: Tubulação para o transporte de combustível gasoso sob alta pressão a grandes distâncias. (5)

GASOHOL - Gasohol: Palavra americana para designar o combustível automotivo alternativo que contém uma mistura de 10 por cento de álcool etílico e 90 por cento de gasolina sem tetraetilo de chumbo. (7)

GASÔMETRO - Gas Holder: Câmara metálica alta provida de teto que se eleva ou abaixa conforme a entrada ou saída de gás. 0 teto é pesado de forma que o gás seja comprimido, fazendo-o passar por mangueiras e tubulações numa pressão adequada para a combustão eficiente. (7)

GÊISER - Geyser:Vulcão em miniatura do qual são expelidos periodicamente água quente e vapor durante a fase de declínio da atividade vulcânica. (7)

GEOTERMIA - Geothermy:Estudo dos fenômenos térmicos que ocorrem no interior do globo terrestre e as diferentes manifestações do calor da terra. (1)

GERAÇÃO DE ENERGIA EM ÓRBITA - On-Orbit Power Generation: Projeto conceitual de grandes usinas orbitais que usariam células solares para converter a energia. A transmissão da energia gerada para a terra seria realizada através de feixes de microondas. (6) Ver também Satélite de Energia Solar

GERADOR EÓLICO - Wind Generator: Dispositivo para extrair energia do vento, usado para gerar eletricidade diretamente. Também chamado de aerogerador. (7)

GERADOR MHD - MHD Generator: Sistema para gerar energia elétrica em que a energia cinética de um fluido condutor em fluxo é convertida em energia elétrica através de uma interação magnetoidrodinâmica. (2)

GERENCIAMENTO DE CARGA - Load Management: Programa através do qual o operador do sistema elétrico procura controlar o uso de energia elétrica dos consumidores para reduzir a demanda total do sistema nos períodos de ponta. 0 gerenciamento de carga pode envolver técnicas, tais como redução de tensão, desligamento de condicionadores de ar e de aquecedores de água, durante curtos períodos de tempo, por controle remoto, alteração do horário de bombeamento municipal de água, iluminação de praças esportivas, etc. (30)

GERMANIO - Germanium:Metal raro, semicondutor, usado em circuitos transistorizados e ligas. (1)

GIGAWATT - GW - Gigawatt - GW: Unidade de potência igual a um bilhão de watts, 1000 megawatts ou um milhão de kilowatts. (6)

GOLPE DE ARÍETE - Water Hammer: Choque causado pela súbita parada da corrente líquida em um conduto forçado. (1)

GRAFITA - Graphite: Forma comum de carbono em que os átomos são dispostos em camadas, cada camada consistindo em modelo hexagonal de átomos. A grafita, usada inicialmente como mina de lápis, é atualmente usada como um componente em lubrificantes, eletrodos, tintas e como moderador em certos tipos de reatores nucleares. (12)

GRAU-DIA - Degree Day: Unidade empírica cuja base é a diferença em graus centígrados (ou Fahrenheit) em um determinado dia, entre uma temperatura base e a média da temperatura externa, durante 24 horas, quando está abaixo da temperatura base. O registro dos graus-dia é usado para estimar a necessidade de calefação de um edifício. (5)

GRAY - Gray: Unidade do Sistema Internacional de dose de radiação. É uma medida da energia de radiação de qualquer tipo que é absorvida por massa unitária de material. (11)
 

HABITAT - Habitat: Meio, ambiente, lugar característico de onde determinado organismo, população ou comunidade consegue retirar energia para sobreviver. (18)

HELIÓSTATO - Heliostat: Mecanismo para manter um coletor direcional de energia solar para a direção correta do sol. (16) Ver também Receptor Central, Torre Solar

HELIOTÉRMICO - Heliothermal: Refere-se a processo que usa a radiação solar para produzir calor. (6)

HELIOTERMÔMETRO - Heliothermometer : Instrumento que mede o calor do sol. (6)

HERTZ - Hz - Hertz - Hz:Unidade de freqüência usada nas medições elétricas e eletrônicas e igual a um ciclo ou a um comprimento de onda de energia elétrica por segundo. (6)

HIDRATAÇÃO - Hydration: Processo químico de combinação da água com uma outra substância. (6)

HIDRÁULICO - Hydraulic: Relacionado com água em movimento, mas o termo se aplica a todos os líquidos que transportam, armazenam ou transferem energia de pressão a reagentes. (6)

HIDRETO METÁLICO - Metal Hydride: Composto metálico, como hidreto de ferro-titânio ou magnésio, que sob pressão pode ser usado para armazenar moléculas de hidrogênio. (12) Ver também Armazenamento de Hidrogênio

HIDROBIOLOGIA - Hydrobiology: Biologia de corpos ou unidades de água, principalmente a limnologia. Veja limnologia. (10)

HIDROCARBONETO - Hydrocarbon: Qualquer composto orgânico constituído apenas de carbono e hidrogênio. Os compostos com um pequeno número de átomos de carbono e hidrogênio na sua molécula são geralmente gasosos; os com um número mais elevado são líquidos e os com o maior número são sólidos. (7)

HIDROGENAÇÃO - Hydrogenation: Processo de adição de hidrogênio para aumentar a proporção hidrogênio/carbono do carvão normalmente existente, como se faz em alguns processos de liquefação e gaseificação do carvão. O hidrogênio é acrescentado como gás na presença de um catalisador em altas temperaturas e muitas vezes sob pressões elevadas. (12)

HIDROGÊNIO - Hydrogen: O mais leve elemento, nº 1 na série atômica. Tem dois isótopos naturais de pesos atômicos 1 e 2; o primeiro é o hidrogênio comum ou hidrogênio leve; o segundo é o deutério, o hidrogênio pesado; um terceiro isótopo, trítio, peso atômico 3, é uma forma radioativa produzida em reatores através do bombardeio do lítio-6 com nêutrons. (7)

HIDROGÊNIO COMBUSTÍVEL - Hydrogen Fuel: Uso do gás hidrogênio como combustível. Seria um combustível ideal visto que queima no ar sem formar vapor d'água poluente, e de fácil transporte e armazenamento. (7) Ver também Economia do Hidrogênio

HIDROGEOLOGIA - Hydrogeology: Ciência que trata da ocorrência de água na superfície e subsolo, seu aproveitamento e sua influência na modificação da terra, principalmente através da erosão e deposição. (2)

HIDRÓLISE - Hydrolysis: Decomposição de um composto químico através da reação com a água. Por exemplo, amido e celulose podem ser hidrolisados por ácidos e enzimas para produzir açúcares simples que podem ser fermentados para produzir etanol. (6) Ver também Hidrólise da Madeira

HIDRÓLISE ÁCIDA - Acid Hydrolysis:Decomposição ou alteração de uma substância química pela água na presença de ácido. (6)

HIDRÓLISE BÁSICA - Basic Hydrolysis: Decomposição ou alteração de uma substância química pela água na presença de álcali. (6)

HIDRÓLISE DA MADEIRA - Wood Hydrolysis: Hidrólise da madeira pela água, ou pela água com um ácido ou base ou enzimas, para a produção de açúcares que podem ser fermentados para produzir álcool. (12) Ver também Hidrólise

HIDROLOGIA - Hydrology: Estudo da ocorrência, circulação, distribuição e propriedades das águas da terra, e sua reação com o meio ambiente. (2)

HIDROLOGIA DE SUPERFÍCIE - Surface Hydrology: Estudo da ocorrência, circulação, distribuição e propriedades das águas da superfície terrestre, e sua reação com o meio ambiente. (2)

HIDROLOGIA FLORESTAL - Forest Hydrology: Estudo da ocorrência, circulação, distribuição e propriedades das águas das florestas, e sua reação com o meio ambiente. (2)

HIDROMETEOROLOGIA - Hydrometeorology: Parte da meteorologia que se preocupa com os problemas hidrológicos, principalmente os referentes a controle de enchentes, energia hidrelétrica, irrigação, e campos semelhantes de engenharia e recursos aquáticos. (2)

HIDROMETRIA - Hydrometry: Medição da velocidade e vazão dos líquidos, particularmente da água. (1)

HIDROSFERA - Hydrosphere:Envelope aquoso da terra que inclui oceanos, lagos, rios, águas subterrâneas e o vapor d'água na atmosfera. (6)

HIDROVIA - Waterway: Via líquida (mar, rios, lagos, etc.) usada para transporte e comunicações. (1)

HIGRÔMETRO - Hygrometer : Instrumento para determinar a umidade relativa do ar. (6)

HIGRÓSTATO - Humidistat: Dispositivo regulador acionado pelas alterações da umidade, usado para controlar automaticamente a umidade relativa. (7)

HIPOFISAÇÃO - Hypophysation: Técnica que consiste na aplicação de extrato da glândula hipófise de peixes e/ou hormônios sintéticos em reprodutores machos e fêmeas próximos da reprodução. (31)

HYGÁS - Hygas:Processo de gaseificação do carvão e linhito que envolve duas etapas: o carvão ou linhito é submetido a gás quente rico em hidrogênio a 650°C para formar metano; o coque formado na primeira etapa é usado para fornecer calor na segunda etapa. (12)

ICTIOLOGIA - Ichthyology: Parte da zoologia que estuda os peixes. (2)

IMISCÍVEL - Immiscible: Refere-se às substâncias que não se misturam; por exemplo, óleo e água. (6)

IMPACTO AMBIENTAL - Environmental Impact: Agressão sofrida pelo meio ambiente decorrente da interferência do homem nos mais variados campos. Excetuando as fontes de energia limpa, as formas de produção de energia geralmente causam impactos ambientais poluindo o ar, a água, o solo, provocando abalos sísmicos, alterações climáticas e danos à paisagem. (3)

IMPORTADOR DE ENERGIA ELÉTRICA : Agente titular de autorização para importar energia elétrica e vender energia elétrica no âmbito do MAE - Mercado Atacadista de Energia Elétrica.(48)

IN SITU - In Situ: Na posição original ou natural; aplicado a rocha, solo ou fóssil quando ocorrer no local em que foi originalmente formado ou depositado. (6)

IN VITRO - In Vitro:Isolado de um organismo vivo e mantido artificialmente. (6)

ÍNDICE DE VISCOSIDADE SAE - SAE Viscosity Number: Sistema estabelecido pela Society of Automotive Engineers para classificar óleos de cárter, lubrificantes de diferencial e transmissão automotiva, de acordo com sua viscosidade. (7)

INFRAVERMELHO - Infrared:Radiação invisível de onda longa; pode produzir um efeito térmico ou fotovoltaico, embora menos efetivo que a luz visível. (6) Ver também Radiação infravermelha

INSOLAÇÃO - Insolation: Densidade de energia solar incidente sobre uma superfície de orientação fixa. Envolve a insolação solar total que é a soma de componentes diretos e difusos numa superfície unitária em tempo unitário. (6) Ver também Irradiação Solar

INSTALAÇÕES DE CONEXÃO : Conjunto de equipamentos de manobra, proteção, controle e medição destinados a conectar a instalação de um ou mais Usuários ao Sistema de Transmissão.(46)

INSTALAÇÕES DE TRANSMISSÃO: Linhas de transmissão e seus terminais, transformadores e seus terminais ou demais equipamentos destinados a cumprir uma função de regulação de tensão, controle de fluxo de potência ou conversão de freqüência, pertencentes às Concessionárias de Transmissão.(46)

INSTITUTO INTERNACIONAL DE ANÁLISE APLICADA DE SISTEMAS - IIAAS - International Institute for Applied Systems Analysis - IIASA: Instituto criado em 1972 para aplicar análise de sistemas a problemas globais, incluindo a energia. É apoiado por 18 países, sendo o único instituto do gênero que facilita aos cientistas do bloco ocidental e oriental trabalharem juntos. (11 )

INTERLIGAÇÃO DE BARRAS : São as instalações e os equipamentos destinados a interligar os barramentos de uma subestação, compreendendo disjuntor, chaves seccionadoras, transformadores de corrente e potencial, pára-raios, sistemas de comunicação, sistemas de proteção, comando e controle, estruturas e suportes, cabos de controle, isoladores, barramentos, conexões e similares e serviços auxiliares.(46)

INTERRUPÇÃO : É a descontinuidade do neutro ou da tensão disponível em qualquer uma das fases de um circuito elétrico que atende a unidade consumidora.(47)

INVENTÁRIO FLORESTAL - Forest Inventory: Levantamento completo da localização, extensão, natureza, condições e capacidade produtiva das florestas de uma nação. (25)

ÍON - Ion:Átomo ou grupo de átomos molecularmente ligados que leva uma carga elétrica positiva ou negativa como conseqüência de ter perdido ou ganho um ou mais elétrons. Quando um sal se dissolve na água, ele se decompõe, isto é, se desintegra em dois íons carregados. Exemplo, sal comum, NaCl, torna-se Na+Cl. (6)

IONIZAÇÃO - Ionization: Remoção de alguns ou todos os elétrons de um átomo, deixando-o com uma carga positiva, ou a adição de um ou mais elétrons, resultando numa carga negativa. (6)

IRRADIAÇÃO SOLAR - Solar Irradiation: Quantidade de radiação, tanto direta quanto difusa, que pode ser recebida em qualquer local determinado. (6) Ver também Insolação, Radiação Solar

ISÓTOPO - Isotope: Qualquer uma de duas ou mais espécies de átomos que tem o mesmo número de prótons no núcleo, mas com números diferentes de nêutrons. Todos os isótopos de um elemento têm o mesmo número de elétrons e têm propriedades químicas idênticas, mas massas nucleares diferentes produzem propriedades físicas um pouco diferentes. (7) Ver também Nuclídeo, Radioisótopo
 

JUSANTE: Trecho do rio situado após o ponto de referência, no sentido nascente-foz. Sentido da corrente de um rio (rio abaixo).(49)
 

KELVIN, K - Kelvin, K: Escala e abreviação de temperatura absoluta. 273 K é equivalente a 0°C e 32°F. Zero absoluto é - 273°C e 373 K é equivalente a 100°C e 212°F. (12)
 

LAGO DISTRÓFICO - Dystrophic Lake : Lago raso que tem alta porcentagem de humo, alto teor de matéria orgânica, disponibilidade baixa de nutrientes e demanda bioquímica de oxigênio (DBO) elevada. (7)

LAGO EUTRÓFICO - Eutrophic Lake: Lago raso, com as margens obstruídas pelo mato e muito rico em nutrientes. A água é caracterizada por grandes quantidades de algas, transparência baixa, baixo teor de oxigênio dissolvido e demanda bioquímica de oxigênio (DBO) alta. (6)

LAGO OLIGOTRÓFICO - Oligotrophic Lake: Lago profundo que tem baixo suprimento de nutrientes e portanto contém pouca matéria orgânica. Caracteriza-se pela alta transparência da água e pela grande quantidade de oxigênio dissolvido. (6)

LANGLEY - Langley: Unidade de radiação solar equivalente a 1 caloria-grama por centímetro quadrado de superfície irradiada. (7)

LAVADOR DE AR - Air Washer: Dispositivo através do qual o ar é passado e lavado com água de sprays com o objetivo de umedecer, desumedecer ou limpar. (6)

LEITO FLUIDIZADO - Fluidized Bed: Um leito fluidizado resulta quando um fluido, geralmente um gás, flui para cima através de um leito de partículas sólidas adequadamente dimensionadas numa velocidade suficientemente alta para fazer flutuar as partículas, superar a influência da gravidade, e dar a elas uma aparência de grande turbulência. Os leitos fluidizados são usados na indústria do petróleo e usina a carvão. (7) Ver também Combustão em Leito Fluidizado.

LENÇOL FREÁTICO - Groundwater : Superfície superior da água subterrânea. (41)

LENTE DE FRESNEL - Fresnel Lens: Usada para concentrar os raios solares numa célula solar, na conversão da energia solar em eletricidade. (7)

LIGNINA - Lignin: Componente polimérico sem carboidrato da madeira que funciona como um aglutinante e suporte das fibras de celulose. Moléculas de cadeias longas muito resistentes que formam até 25 por cento do peso da madeira. (6)

LIMNOLOGIA - Limnology: Parte da biologia que trata das águas doces e de seus organismos, principalmente do ponto de vista ecológico. (1)

LINHITO - Lignite: Carvão fóssil que corresponde a um estágio intermediário entre a turfa e o carvão betuminoso. Produz gás de qualidade devido ao seu alto potencial de gaseificação. (1, 12)

LIQUEFAÇÃO - Liquefaction: Conversão de um sólido em um líquido pelo calor, ou de gás em líquido através da pressão ou baixa temperatura. Com o carvão, a liquefação invariavelmente envolve a hidrogenação para despolimerizar as moléculas de carvão em moléculas simples. (7) Ver também Liquefação de Carvão

LIQUEFAÇÃO DE CARVÃO - Coal Liquefaction: Conversão de carvão em hidrocarbonetos líquidos e respectivos compostos por hidrogenação a pressões e temperaturas elevadas. (7) Ver também Liquefação

LÍQUIDO COMBUSTÍVEL COM SUSPENSÓIDES SÓLIDOS - Slurry Fuels : Combustível sólido e líquido misturados para formar lama que pode ser bombeada e usada como combustível. Exemplo, carvão pulverizado e óleo. Pode ser desenvolvido no futuro para uso em fornos, caldeiras e motores. (12)

LMFBR - Lmfbr:Iniciais de Liquid-Metal-Cooled Fast Breeder Reactor Tipo de reator nuclear que usa ciclos de sódio metálico líquido como refrigerante. (15)

LOCA - Loca: Iniciais de Loss-Of-Coolant Accident (Acidente por perda de refrigerante). Um dos principais riscos de operação de reatores de fissão nuclear, causado pelo aquecimento excessivo do núcleo do reator, se o refrigerante for acidentalmente cortado. (15)

LUZ SOLAR DIRETA - Direct Sunlight: Luz solar que vem direta do sol. A luz solar direta tem intensidade mais forte do que a luz solar difusa. (6) Ver também Radiação Direta

LWR - Lwr:Iniciais de Light-Water Reactor. Tipo de reator nuclear que usa a água (H2O) como refrigerante do núcleo. (15)
 

MAE - MERCADO ATACADISTA DE ENERGIA ELÉTRICA: Empresa de direito privado, submetida à regulamentação por parte da ANEEL, criada através da Lei nº 10.433 de 24 de abril de 2002. É responsável por todas as atividades requeridas à administração do Mercado, inclusive financeiras, contábeis e operacionais, sendo as mesmas reguladas e fiscalizadas pela ANEEL. Nele se processam as atividades comerciais de compra e venda de energia elétrica por meio de contratos bilaterais e de um mercado de curto prazo, restrito aos sistemas interligados Sul/Sudeste/Centro Oeste e Norte/Nordeste. O MAE não compra ou vende energia e não tem fins lucrativos. Ele viabiliza as transações de compra e venda de energia elétrica entre os agentes de mercado.

MAGMA - Magma: Rocha líquida muito quente, ou parcialmente líquida encontrada sob toda a superfície da terra em profundidades que variam de 9 a 15 km. Estas profundidades são muito grandes para utilização econômica. Em alguns lugares, porém, o magma existe perto ou mesmo na superfície da terra - às vezes em grande volume. Ainda não se conhece técnicas para converter esta energia em formas úteis para exploração comercial. (7)

MANANCIAL - Water Source: Todo corpo d'água utilizado para o abastecimento público de água para consumo humano. (41)

MANGUE - Mangrove: Terreno plano, baixo, junto à costa e sujeito a inundações pelas marés. (41)

MANGUEZAL: Vegetação halófita tropical, de mata de algumas poucas espécies especializadas que crescem na vaza marítima, na costa ou nos estuários de rios. (41)

MANÔMETRO - Manometer: Instrumento para medir a pressão dos gases. Mede a pressão ou a diferença de pressão pelo equilíbrio da pressão aplicada contra o cabeçote hidrostático de uma coluna de líquido de densidade conhecida. (7)

MANUTENÇÃO CORRETIVA : Todo serviço de reparo executado com a finalidade de se obter o restabelecimento das condições normais de utilização das instalações que apresentaram falha ou defeito.(45)

MANUTENÇÃO PREVENTIVA : Todo serviço programado de controle, conservação e restauração dos equipamentos, ou linhas de transmissão, executados com a finalidade de mantê-las em condições satisfatórias de operação.(45)

MÁQUINA A VAPOR - Steam Engine: Máquina operada pela força do vapor no pistom; o vapor expande da pressão inicial para a pressão de descarga num único estágio. (6)

MÁQUINA DE AMÔNIA - Ammonia Machine: Máquina de refrigeração mecânica que usa amônia como refrigerante. (6)

MÁQUINA SOLAR - Solar Engine: Dispositivo que converte a energia térmica do sol em energia mecânica ou energia para refrigeração. (2)

MATÉRIA PARTICULADA - Particulate Matter: Partículas sólidas, como a cinza, que são liberadas dos processos de combustão nos gases de escape das usinas de combustíveis fósseis. (7) Ver também Particulados

MATERIAL DE MUDANÇA DE FASE - Phase-Change Material - PCM: Substâncias, como sais inorgânicos, misturas eutéticas e compostos orgânicos que podem armazenar energia solar. Aquecidas, tornam-se líquidas, armazenando calor; quando esfriam, solidificam-se e liberam calor. Pode-se aproveitar o excesão de calor de um coletor solar para aquecer o material de mudança de fase que, à noite, ao se esfriar, libera calor para aquecimento de ambiente. (6) Ver também Sal Eutético

MATERIAL FÍSSIL - Fissile Material: Nuclídeo facilmente fissionado por nêutrons lentos. Por exemplo, urânio-235, urânio-233, plutônio-239, plutônio-241. (5)

MATERIAL RADIOATIVO - Radioactive Material: Material que apresenta radioatividade significativa. (2)

MEGATON - Megaton: Termo que descreve a liberação de energia numa explosão nuclear. Uma explosão nuclear de um megaton libera a mesma quantidade de energia da explosão de um milhão de toneladas de trinitrotolueno. (12)

MEGAWATT - Megawatt: Unidade através da qual se mede a capacidade de produção de eletricidade. Um megawatt equivale a um milhão de watts ou 1000 kilowatts. (6)

MEIA-VIDA - Half-Life: Tempo necessário para que metade dos nuclídeos de uma substância radioativa se desintegre. (32)

MEIO AMBIENTE - Environment: Conjunto de todas as condições e influências externas que afetam a vida e o desenvolvimento de um organismo. (41)

MEMBRANA - Membrane: 1. Meio através do qual se passa um fluido para fins de filtracão; 2. Meio de permuta de íons usado na diálise, difusão, osmose, reversa e na eletroforese. (2)

MERCAPTAN - Mercaptan: Composto orgânico na fração de gasolina ou petróleo refinado, incluindo o enxotre, que exala um odor desagradável. 0 mercaptan pode ser adicionado em pequenas quantidades ao gás natural para alertar sobre vazamento no sistema. (12)

MESOFÍLICO - Mesophilic: Refere-se a organismos que apresentam taxas de crescimento ótimas entre 30 e 45°C, mas não se desenvolvem abaixo de mais ou menos 10°C e acima de aproximadamente 47°C. As fermentações microbianas para a produção de energia geralmente são mesofílicas. As fermentações que ocorrem na maioria dos biodigestores apresentam melhores resultados entre 30 e 35°C. (11) Ver também Termofílico

METANAÇÃO - Methanation: Processo para produzir metano passando os óxidos de carbono produzidos do carvão gaseificado ou as misturas de hidrogênio e petróleo sobre catalisadores de níquel. Um gás de médio poder calorífico pode ter sua qualidade melhorada para um gás de alto poder calorífico através da metanação. (12)

METANO - Methane: Hidrocarboneto gasoso, inflamável, inodoro e incolor que é um produto da decomposição de matéria orgânica em pântanos, minas ou da carbonização de carvão. É usado como combustível e como matéria-prima na síntese química. É o principal constituinte do gás natural. Pode também ser produzido através de certos processos de conversão da biomassa. (6)

METANOL - Methanol: Álcool líquido, venenoso, inflamável e volátil produzido através da destilação destrutiva da madeira ou sinteticamente, e usado principalmente como combustível, solvente, anticongelante, desnaturante para álcool etílico e na síntese de outros químicos. Também chamado de álcool metílico. (7)

MICROBIOLOGIA - Microbiology: Ciência e estudo dos microorganismos, incluindo os protozoários, algas, fungos, vírus, bactérias e rickéttsia. (2)

MICROONDA - Microwave: Radiação eletromagnética com comprimentos de onda de alguns centímetros. Fica entre o infravermelho e os comprimentos de onda de rádio no espectro eletromagnético. (7)

MINIDESTILARIA - Minidistillery: Destilaria de álcool de pequeno porte com capacidade produtiva entre 5.000 a 30.000 1 de álcool por dia. (24)

MISTURA POBRE DE COMBUSTÍVEL - Lean Fuel Mixture: Excesso de ar na proporção ar/combustível; o gasohol tem um efeito empobrecedor sobre a gasolina porque o álcool adiciona oxigênio ao sistema. (6)

MODELO MATEMÁTICO - Mathematical Model: Representação matemática de um processo, dispositivo ou conceito através de várias variáveis que são definidas para representar os inputs e outputs, os estados internos do dispositivo ou processo, e um conjunto de equações e desigualdades, que descrevem a interação destas variáveis. (2)

MODEM - Modem: Dispositivo que liga um equipamento de processamento de dados a uma linha de comunicação, e cuja função é converter os dados para uma forma compatível com a linha de comunicação e vice-versa, com o objetivo de tornar estes dados disponíveis para transmissão e processamento. (1)

MODERADOR - Moderator: Material como a grafita ou água pesada, D2O, colocado no núcleo de um reator nuclear para tornar lentos os nêutrons rápidos. O objetivo ao tornar lentos os nêutrons rápidos é aumentar a probabilidade de fissão. As características físicas dos bons moderadores para usinas nucleares incluem peso atômico baixo, densidade atômica alta, boa estabilidade do calor e da radiação e propriedades boas de transferência de calor. (12)

MONITORIZAÇÃO DE RADIAÇÃO - Radiation Monitoring: Determinação periódica ou contínua da quantidade de radiação presente numa determinada área. (7)

MONÓXIDO DE CARBONO - Carbon Monoxide: Gás incolor, inodoro, muito tóxico, composto de carbono e oxigênio, produzido pela combustão incompleta de combustível fóssil. Emitido pelos automóveis, é um dos principais poluidores do ar, e pode ser nocivo em pequenas quantidades, se respirado durante certo tempo. (6, 7) Ver também Dióxido de Carbono

MONTANTE: Trecho do rio situado antes do ponto de referência, no sentido nascente-foz. Sentido contrário à corrente de um rio (rio acima).(49)

MOTOR ALTERNATIVO - Reciprocating Engine: Aparelho que converte a energia de um fluido em energia mecânica por meio da expansão do fluido contra um pistom. Normalmente inclui um cilindro, fechado por um pistom ligado a um eixo de manivela através de uma haste de ligação; um mecanismo da válvula admite e descarrega fluido em tempos apropriados no ciclo. (7)

MOTOR ALTERNATIVO DE COMBUSTÃO - Alternative Combustion Engine : Alternativas para os atuais motores de ignição a centelha e diesel, destacando-se a turbina a gás e os motores Stirling que podem queimar uma variedade de combustíveis líquidos, incluindo querosene, metanol e líquidos derivados do carvão. (6)

MOTOR BRAYTON - Brayton Engine: Motor de turbina a gás que usa um eixo dividido, com a turbina do compressor fisicamente separada da turbina de força ligada à transmissão. No modelo de um só eixo, as turbinas de força e do compressor giram juntas. O ar entra no compressor e é conduzido através de dois trocadores de calor aquecidos por gases quentes. O ar comprimido e aquecido entra no combustor, onde o combustível é continuamente injetado. A mistura é inflamada e se expande. O gás de expansão gira tanto a turbina do compressor como a turbina de força. (7) Ver também Ciclo Brayton

MOTOR DE COMBUSTÃO INTERNA - Internal Combustion Engine: Qualquer tipo de motor em que um combustível queima numa câmara de combustão, produzindo um gás quente que é diretamente usado para acionar um mecanismo. Deve-se distinguir o motor de combustão interna dos motores de combustão externa, tais como o motor Stirling ou as antigas máquinas a vapor. Compreende os motores de ciclo Otto e Diesel. (15) Ver também Combustão Interna

MOTOR DIESEL - Diesel Engine: 
Motor de combustão interna cuja ignição é causada por compressão. Embora mais caro e pesado que os motores de ignição a vela, apresenta as vantagens de maior economia de combustível, boa partida a frio, vida útil mais longa, e geralmente emissões de escapamento menos nocivas. (11, 15)

MOTOR RANKINE - Rankine Engine: Motor térmico que usa um fluido de trabalho bombeado sob pressão para uma caldeira onde se adiciona calor, um expansor onde se gera trabalho, e um condensador para rejeitar calor de baixa temperatura para o ambiente. (6) Ver também Ciclo de Rankine

MOTOR STIRLING - Stirling Engine: Motor de combustão externa. Usa pistões acionados por gás aquecido que percorre um sistema vedado do receptor de calor até os cilindros. É potencialmente mais eficiente que uma máquina a vapor ou uma turbina a gás. (6)

MOTOR TÉRMICO - Heat Engine: Motor que converte energia térmica em energia mecânica. (7)

MOTOR TÉRMICO A NITINOL - Nitinol Heat Engine: Motor térmico solar que utiliza como fluido de trabalho um composto intermetálico de níquel e titânio, nitinol. (6)

MOTOR WANKEL - Wankel Engine: Tipo de motor de combustão interna usado em alguns tipos de automóveis em lugar do motor convencional de pistom alternativo. Teoricamente é vantajoso porque produz energia diretamente na forma de movimento rotativo por meio de um "pistom" rotativo que gira na câmara de combustão; não necessita de eixo de manivela. (15)

MUFLA - Muffle: Dispositivo que sela a extremidade de um cabo, e assegura a isolação da saída dos condutores. (40)

MULTIPLEX - Multiplex: Equipamento que permite a transmissão de duas ou mais mensagens em uma ou ambas direções através de um canal de comunicação. (2)

MURO COLETOR TROMBE - Trombe Wall: Parede sólida (40 cm) de uma casa de cor escura, coberta de vidro que serve para captar a energia solar. Esta é transferida para a casa por convecção natural do ar durante o período de insolação através de orifícios previstos embaixo e em cima do muro que irradia o calor para dentro da casa durante a noite. (5)
 

NAFTA - Naphtha: Fração de destilação do petróleo com volatilidade entre a gasolina e o querosene; usada como um ingrediente da gasolina. (2)

NÊUTRON - Neutron: Partícula elementar descarregada com uma massa que quase iguala à do próton. O nêutron isolado é instável e se desintegra, com uma meia-vida média de mais ou menos 13 minutos, em um elétron, próton e um nêutron. Os nêutrons sustentam a reação em cadeia de fissão em um reator nuclear. (7) Ver também Nêutrons Rápidos, Nêutrons Térmicos

NÊUTRONS RÁPIDOS - Fast Neutrons: Nêutrons de alta energia, produzidos nas reações de fissão. Sua velocidade é de aproximadamente 16.000 km/s. São usados para manter a reação em cadeia nos reatores rápidos. São os principais responsáveis pelos efeitos biológicos da bomba de nêutrons. (32) Ver também Nêutrons Térmicos

NÊUTRONS TÉRMICOS - Thermal Neutrons: Nêutrons lentos, com energia da mesma ordem que a energia térmica do meio em que se encontram. Sua velocidade é de aproximadamente 1,6 km/s. São os responsáveis pela maior parte das reações de fissão nos reatores térmicos. Os nêutrons produzidos nas reações de fissão são em sua maioria nêutrons rápidos, mas podem ser convertidos em nêutrons térmicos com o auxílio de um moderador. (32) Ver também Nêutrons Rápidos

NEWTON-N - Newton-N: Unidade de força do Sistema Métrico. Substitui o antigo quilograma-força métrico. O Newton é definido como a força que dá a uma massa de 1 quilograma uma aceleração de 1 metro por segundo. (6)

NICHO ECOLÓGICO - Ecological Niche: É o espaço físico ocupado pelo organismo, seu desempenho funcional na comunidade ou posição trófica e sua posição perante os gradientes ambientais. (18)

NITROGÊNIO - Nitrogen: Gás inodoro, incolor, geralmente inerte. Compreende 79 por cento da atmosfera terrestre no estado livre. (7)

NÍVEL DE TENSÃO : É o valor da tensão eficaz em regime permanente de funcionamento do sistema.(47)

NÓ - Knot: Medida da velocidade do vento, igual a 1 milha náutica por hora, ou seja, 1852 metros. (6)

NÚCLEO - Nucleus: Núcleo pequeno, maciço, positivamente carregado de um átomo que compreende quase toda massa atômica exceto apenas uma parte minúscula do volume do átomo. O núcleo consiste em nêutrons e prótons, a não ser o isótopo comum de hidrogênio que se compõe de um próton apenas. (6)

NUCLEO DO REATOR Reactor Core: Parte da usina nuclear que contém as barras de controle e os elementos combustíveis, onde ocorre a fissão. (7)

NUCLÍDEO Nuclide: Termo genérico aplicável a todas as formas atômicas dos elementos. O termo é muitas vezes usado erroneamente como sinônimo de isótopo que tem uma definição mais limitada. Enquanto os isótopos são as várias formas de um elemento simples e todos têm o mesmo número atômico e número de prótons, os nuclídeos compreendem todas as formas isotópicas de todos os elementos. Os nuclídeos se distinguem por seu número atômico, massa atômica e estado de energia. (7) Ver também Isótopo

NUMERO ATÔMICO Atomic Number: Número de prótons no núcleo de um átomo, e também sua carga positiva. Este número representa a localização de um elemento na Tabela Periódica; é sempre igual ao número de elétrons negativamente carregados nas partes externas. Assim, um átomo é eletricamente neutro, exceto em estado ionizado. (7)
 

OBSERVAÇÃO DE BARRAGEM - Dam Monitoring : Verificação, durante um período de tempo, através de medições, do comportamento físico da estrutura ou das fundações de barragens. (9)

OCTANA - Octane:Escala de graduação usada para classificar a gasolina quanto às suas propriedades antidetonantes; também qualquer dos hidrocarbonetos parafínicos líquidos isoméricos; especialmente, octana normal, um líquido incolor que ferve a 124,6°C,encontrado no petróleo. (7)

ODORANTE - Odorant: Qualquer substância adicionada ao gás natural ou GLP, em concentração pequena, para dar um odor característico. Os odorantes de uso comum incluem vários mercaptans, sulfetos orgânicos e misturas destes. (7) Ver também Odorização de Gás

ODORIZAÇÃO DE GÁS - Gas Odorization: Adição de uma substância química líquida, na fase de vapor, a um gás para que se torne identificável pelo seu cheiro desagradável. (5) Ver também Odorante

ÓLEO CRU - Crude Oil: Petróleo bruto no seu estado natural, não processado, não refinado. É composto principalmente de hidrocarbonetos com traços de enxofre, nitrogênio ou compostos de oxigênio. Inclui hidrocarbonetos iniciais líquidos, produzidos de areias oleígenas, gilsonita e xisto betuminoso. Ver também petróleo. (7)

ÓLEO DE TRANSFORMADOR - Transformer Oil: Tipo especial de óleo de alta resistência dielétrica, constituindo o meio de esfriamento de transformadores de energia elétrica. (7)

ÓLEO DE XISTO - Shale Oil: Óleo cru obtido do xisto pirobetuminoso através da destilacão destrutiva em retortas especiais. (7) Ver também Xisto Pirobetuminoso

ÓLEO ISOLANTE - Insulating Oil: Usado como isolante ou agente de resfriamento em chaves, disjuntores e transformadores devido à sua resistência dielétrica e alto ponto de faiscação. (2)

ÓLEO SILICONE - Silicone Oil: Termo genérico para uma família de polímeros organosiloxanos líquidos relativamente inertes. É usado como isolante elétrico por causa de suas propriedades estáveis em altas e baixas temperaturas e sua inércia ambiental relativa. (28)

ÓLEO VEGETAL - Vegetable Oil: Óleo extraído de certas plantas oleaginosas (exemplo, girassol, colza, soja, mamona, amendoim, etc.), que pode ser usado como combustível em motores diesel sob certas condições. (5)

OLEODUTO - Pipeline: Sistema constituído de tubulações e estações de bombeamento, destinado a conduzir petróleo ou seus derivados líquidos a grandes distâncias. (1)

OMBREIRA - Abutment: Terreno natural situado na encosta do vale e que constitui o apoio para a fundação da barragem. (9)

ONDA DE CHOQUE - Shock Wave: Onda que provoca uma variação extremamente rápida e localizada de densidade, pressão e temperatura em um fluido. ( 1 )

ONDA PORTADORA - Carrier Wave: Onda geralmente senoidal, a ser modulada com o fim de transmitir sinais. (33)

ONS - OPERADOR NACIONAL DO SISTEMA ELÉTRICO: Pessoa jurídica de direito privado, sem fins lucrativos, constituído sob a forma de Associação Civil, criado pela Lei nº 9.648/98 e regulamentado pelo Decreto nº 2.655/98, teve seu funcionamento autorizado pela ANEEL mediante a Resolução nº 351, de 11 de novembro de 1998, é responsável pela coordenação, supervisão e controle da operação da geração e transmissão de energia elétrica no sistema interligado, integrado por titulares de concessão, permissão ou autorização e por consumidores.(45)

OPERADOR: Designação genérica dos operadores de sistema e de instalações.(45)

OPERADOR DE INSTALAÇÕES: Profissional que trabalha na operação em tempo real de subestações e usinas.(45)

OPERADOR DE SISTEMA: Profissional que trabalha na Sala de Controle dos Centros de Operação atuando diretamente na operação em tempo real. Também é chamado de Despachante ou Despachador.(45)

OPTOELETRÔNCIA - Optoelectronics: Ramo da eletrônica que trata dos dispositivos eletrônicos de estado sólido e outros para gerar, modular, transmitir e sentir a radiação eletromagnética nas partes ultravioleta de luz visível e infravermelha do espectro. (2)

ORDEM DE GRANDEZA - Order of Magnitude: Um fator de 10; usado como conveniência na comparação de grandes números. (6)

ORGANIZAÇÃO DOS PAÍSES EXPORTADORES DE PETRÓLEO - OPEP - Organization of Petroleum Exporting Countries - OPEC: Cartel do petróleo fundado em 1960. Os membros da OPEP são: Argélia, Equador, Gabão, Indonésia, Irã, Iraque, Kuwait, Líbia, Nigéria, Qatar, Arábia Saubita, Emirados Árabes Unidos e Venezuela. A sede da OPEP fica em Viena, Áustria. Os principais objetivos da organização são a coordenação e unificação das políticas do petróleo dos países membros e a determinação do melhor meio para salvaguardar seus interesses, individual e coletivamente. (12)

OSMOSE REVERSA - Reverse Osmosis: É um processo utilizado na dessalinização da água. A osmose reversa age forçando a água de uma solução salina a atravessar sob pressão uma membrana semipermeável, sendo que somente a água passará, mas não o sal. (18)

OTEC - Otec:Iniciais de Ocean Thermal Energy Conversion. Exploração da diferença de temperatura que existe entre a superfície e a profundidade dos oceanos para produzir energia útil. Esta diferença de temperatura constitui um sistema térmico que pode ser usado para vaporizar e condensar um fluido de trabalho como amônia ou propano para acionar uma turbina ou outro motor térmico. (5)

OXIDAÇÃO - Oxidation: Reação química em que o oxigênio se une ou combina com outros elementos. A matéria orgânica é oxidada pela ação das bactérias aeróbias; assim, a oxidação é usada no tratamento de esgoto para decompor os resíduos orgânicos. (6)

OXIDANTE - Oxidant:Oxigênio contendo substância que reage quimicamente no ar para produzir novas substâncias. Os oxidantes são os principais contribuintes na formação do smog fotoquímico. (6)

ÓXIDO DE CARBONO - Carbon Oxide: Composto de carbono e oxigênio produzido quando o carbono de combustíveis fósseis se combinam com oxigênio durante a queima. Os dois mais comuns destes óxidos são o monóxido de carbono, um gás muito venenoso, e o dióxido de carbono. (7)

ÓXIDO DE ENXOFRE - Sulfur Oxide: Composto constituído de enxofre e oxigênio produzido pela queima de enxofre e seus compostos no carvão, petróleo e gás. (7)

ÓXIDO DE NITROGÊNIO - Nitrogen Oxide: Composto de nitrogênio e oxigênio que pode ser produzido pela queima de combustíveis fósseis. É muito prejudicial à saúde, e contribui para a formação de smogs. (7)

ÓXIDO DE URÂNIO - Uranium Oxide: Os óxidos importantes do urânio são UO2, U3O8 e UO3. O dióxido (UO2) é usado como um elemento do combustível nuclear. O octóxido de triurânio (U3O8), ou Yellowcake (bolo amarelo) é o padrão internacional para a forma em que se comercializa o concentrado de urânio. O trióxido de urânio (UO3) é um produto intermediário na purificação do urânio. (7)

ÓXIDO DE ZINCO - Zinc Oxide: Sólido branco infusível usado na preparação de gás natural sintético para absorver o enxofre da nafta. (7)

ÓXIDO NÍTRICO - Nitric Oxide: Gás formado, em grande parte, do oxigênio e nitrogênio atmosférico, quando a combustão ocorre sob alta temperatura e alta pressão, como nos motores de combustão interna. Não é por si mesmo um poluente; contudo, no ar ambiente se converte em dióxido de nitrogênio, o maior contribuinte para o smog fotoquímico. (7)

OXIGÊNIO - Oxygen: Gás que ocorre na atmosfera. É quimicamente muito ativo e é necessário para a combustão; a combustão do oxigênio com combustíveis fósseis se combina com oxigênio durante a queima. Os dois mais comuns destes óxidos são o monóxido de carbono, um gás muito venenoso, e o dióxido de carbono. (7)

OZÔNIO - Ozone:Molécula que contém três átomos de oxigênio. Ocorre em quantidades minúsculas no ar próximo da superfície da terra e em quantidades maiores na estratosfera como produto da ação da luz ultravioleta de comprimentos de ondas curtas sobre o oxigênio. Na parte superior da atmosfera da terra, age como uma camada protetora, ao absorver a radiação ultravioleta. É também um componente importante do smog fotoquímico; tem odor azedo e desagradável e irrita os olhos. (7) Ver também Camada de Ozônio
 

PADRÃO DE QUALIDADE DO AR - Air Quality Standard: Nível prescrito de qualidade do ar que protege o bem-estar ou saúde pública. (7)

PAINEL SOLAR - Solar Panel: Coleção de células solares ligadas em série, em paralelo ou em combinação série-paralelo para fornecer tensão, corrente ou potências maiores do que pode ser fornecido por uma única célula solar. Podem ser fabricados para fornecer qualquer potência, corrente ou tensão desejadas. São construídos como um conjunto completo. Coleções maiores de painéis solares são geralmente chamadas de "solar arrays". (6) Ver também Célula Solar

PAR TÉRMICO - Thermocouple: Dispositivo termoelétrico que consiste em dois fios diferentes com suas extremidades ligadas. Uma pequena tensão é gerada quando as duas junções estiverem em temperaturas diferentes; se uma junção for mantida numa temperatura de referência, a tensão gerada na outra é a medida da temperatura da outra junção acima da referência. (6)

PARTÍCULA - Particle: Constituinte minúsculo da matéria, geralmente com uma massa mensurável. As partículas primárias envolvidas na radioatividade são as partículas alfa, beta, nêutrons e prótons. (7)

PARTÍCULA ALFA - Alpha Particle: Partícula positivamente carregada, emitida por certos materiais radioativos. É composta de dois nêutrons e dois prótons, e, por isão, é idêntica ao núcleo de um átomo de hélio. Pode também ser produzida através de reações nucleares. É a menos penetrante dos três tipos comuns de radiação (alfa, beta e gama). (7)

PARTÍCULA BETA - Beta Particle: Elétron positivo ou negativo. Os raios beta são elétrons de alta velocidade, geralmente negativos, que se originam nos átomos radioativos ou nos aceleradores de partícula. (7)

PARTICULADOS - Particulates: Fragmentos microscópicos de sólidos que emanam de várias fontes. São as mais espalhadas de todas as substâncias comumente consideradas poluidoras do ar. Aquelas entre 1 e 10 mícrons são as mais numerosas na atmosfera, originando-se de processos mecânicos, incluindo cinza e poeira industrial. (7) Ver também Matéria Particulada

PCB - POLYCHLORINATED BIPHENYLIS - Bifenilas Policloradas: Ver Bifenilas Policloradas

PCH - PEQUENA CENTRAL HIDRELÉTRICA - Small Hydro Power Plant: Instalação de capacidade reduzida para a transformação da energia potencial e cinética da água em energia mecânica e elétrica. (5)

PEIXAMENTO: Povoamento de lagos, rios, açudes, etc. com alevinos de variadas espécies de peixes.

PELETIZAÇÃO DE BIOMASSA - Biomass Pelletization: Transformação da biomassa em pellets, isto é, em forma de pequenas bolas. (1)

PERÍODO DE PONTA: Período do dia em que o consumo de energia atinge os seus valores mais elevados. No Brasil, o período de ponta ocorre entre as 18 e 20 horas, variando de acordo com a época do ano e região.(49)

PERÍODO HIDROLÓGICO CRÍTICO:Período de tempo, correspondendo à seqüência de vazões do histórico, em que o armazenamento de água do sistema vai de seu nível de armazenamento máximo ao seu armazenamento mínimo, sem reenchimentos parciais ou totais, no atendimento da energia firme do sistema. É o período em que saída de água do sistema é maior que a entrada, em função da escassez de chuvas.(49)

PERÍODO SECO:Período do ano no qual o volume de chuvas é menor, diminuindo, portanto, a energia disponível para geração em um sistema hidroelétrico. Neste período, a geração é feita, principalmente, com a água armazenada nos reservatórios. No Brasil, o período seco é definido como o período entre maio e novembro.(49)

PERÍODO ÚMIDO: Período do ano no qual o volume de chuvas é maior, no qual há maior disponibilidade de energia para geração em um sistema hidroelétrico e se acumula água nos reservatórios para os períodos secos. No Brasil, o período úmido é definido como o período entre dezembro e abril.(49)

PERMAFROST - Permafrost :Camada de solo permanentemente congelada. (41)

PERTURBAÇÃO:Ocorrência num sistema ou equipamento elétrico, decorrente de uma ação ou de um desligamento automático, de origem interna ou externa, que tenha provocado uma ou mais das seguintes conseqüências: corte de carga, danos em equipamentos e violação sustentada de limites operativos.(45)

PESCADO: Qualquer peixe ou outro animal que se pesca para fins alimentares. (1)

PESO ATÔMICO - Atomic Weight: Massa relativa de um átomo com base numa escala em que a um átomo de carbono específico (carbono-12) é atribuído um valor de massa de 12. (2)

PETRÓLEO - Petroleum: Substância que ocorre naturalmente na terra, composta principalmente de misturas de compostos químicos de carbono e hidrogênio, com ou sem outros elementos não metálicos, como enxofre, oxigênio, nitrogênio, etc. O petróleo pode conter ou ser composto destes compostos no estado gasoso, líquido ou sólido, dependendo da natureza destes compostos e das condições existentes de temperatura e pressão. Veja também óleo cru. (7)

PETROQUÍMICA - Petrochemistry: Ciência, técnica ou indústria dos produtos químicos derivados do petróleo. (1)

pH - pH: Símbolo para o logaritmo da recíproca da concentração hidrogênica de uma determinada solução. Representa a acidez ou alcalinidade da solução, numa escala de O a 14. Visto que a água pura, considerada como neutra, tem um valor de PH de 7, 0 7 indica acidez, enquanto que 7 a 14 indica alcalinidade. O controle do PH é de importância crítica nas funções do fermento e enzima. O valor do PH pode ser aproximadamente detectado através de papel de tornassol ou de medidores de PH que proporcionam leituras mais exatas. (6)

PILHA - Cell:Sistema que transforma energia química em elétrica à custa de reações que se passam em dois eletrodos metálicos imersos em uma solução, ou em diferentes soluções. (1) Ver também Armazenamento Eletroquímico de Energia

PIRACEMA: Migração anual de grandes cardumes rio acima, na época da desova, ou com as primeiras chuvas. (18)

PIRANÔMETRO - Pyranometer: Radiômetro usado para medir a energia solar incidente total por tempo unitário e por área unitária sobre uma superfície que inclui a radiação por raios solares, a radiação difusa do céu e a radiação de onda curta refletida do primeiro plano. (6) Ver também Actinômetro, Pireliômetro

PIRELIÔMETRO - Pyrheliometer: Instrumento que mede a intensidade da radiação solar direta; o componente difuso é excluído. (6) Ver também Actinômetro, Piranômetro

PIRÓLISE - Pyrolysis: Decomposição pelo calor; chamada também de destilação destrutiva ou aquecimento de matéria orgânica como carvão, madeira, petróleo e resíduos sólidos, na ausência de oxigênio. Aplicada no refino de petróleo, gaseificação e liquefação do carvão e biomassa. (6)

PISCICULTURA - Pisciculture: Atividade zootécnica que visa ao cultivo racional de peixes, exercendo particular controle sobre o crescimento, reprodução e alimentação destes animais. (31)

PLÂNCTON - Plankton: Conjunto de animais e vegetais flutuantes - geralmente microscópicos - quase que totalmente desprovidos de locomoção, como algas unicelulares, protozoários, larvas, etc., que vivem desde a superfície até o fundo dos lagos, charcos, rios e mares. (18)

PLANTA PILOTO - Pilot Plant: Unidade de processo industrial de pequeno porte operada para testar a aplicação de um processo químico ou outro processo de fabricação sob condições que produzirão informações úteis no projeto e operação de equipamentos de fabricação em escala plena. (7)

PLANTAÇÃO ENERGÉTICA - Energy Plantation : Cultivo de plantas para aplicações energéticas. (6)

PLASMA - Plasma: Gás que contém quantidades iguais de partículas positiva e negativamente carregadas de modo que grande quantidade é eletricamente neutra; quarto estado da matéria, pode conduzir força magnética. O estudo dos movimentos do plasma é chamado magnetoidrodinâmica. (7)

PLATAFORMA CONTINENTAL - Continental Shelf: Porção de terra submersa declinando gradualmente a partir da margem exposta de um continente. Geralmente é definida como aquelas áreas onde a água tem menos de 200 metros de profundidade. (6)

PLUTÔNIO - Plutonium: Elemento metálico, radioativo, pesado, artificial. Seu mais importante isótopo é o plutônio-239 fissionável, produzido através da irradiação de nêutrons do urânio-238. É utilizado como combustível do reator e na fabricação de armas atômicas. (7)

PLUVIOMETRIA - Pluviometry: Parte da hidrometria que estuda a precipitação, incluindo sua natureza, distribuição e técnicas de medida. (41)

PODER CALORÍFICO - Heating Value: É a quantidade de energia interna contida no combustível, medida no Sistema Internacional de Unidades em joules/kg e na prática em Kcal/kg ou BTU/1b. (24)

PODER CONCEDENTE :A União, nos termos do art. 2º, inciso I, da Lei nº 8.987, de 1995.(46)

POLÍMERO CONDUTOR - Conducting Polymer: Material plástico que possui elevada condutividade, semelhante à dos metais. (2)

POLÍTICA ENERGÉTICA - Energy Policy: Parte da política econômica que se preocupa com a produção, transformação, distribuição e utilização da energia, considerando, entre outras, as possibilidades nacionais e internacionais da conservação, principalmente dos recursos não renováveis de energia primária, e levando em conta a preservação e qualidade do meio ambiente. (5)

POLUENTE - Pollutant: Subproduto de qualquer processo industrial, agrícola ou de conversão de energia, lançado no meio ambiente, que tem efeito nocivo. Com referência à conversão de energia, os poluentes que mais preocupam são os resíduos nucleares, derramamento acidental de óleo e os óxidos de carbono, enxofre e nitrogênio liberados na queima de combustíveis fósseis. (15)

POLUENTE NATURAL - Natural Pollutant: Substância de origem natural que pode ser considerada como um poluente ambiental quando presente em excesso, como cinza vulcânica, partículas de sal marítimo, ozônio formado fotoquimicamente e produtos de incêndios florestais. (7)

POLUENTE TÓXICO - Toxic Pollutant: Combinação de poluentes, incluindo agentes transportadores de doenças que pela exposição, ingestão, inalação ou assimilação por qualquer organismo pode provocar a morte ou doença, mutações, deformidades ou maus funcionamentos nestes organismos ou na sua descendência. (7)

POLUENTE TRANSPORTADO PELO AR - Airborne Pollutant: Inclui aerossóis como poeiras, fumaça e gases ou vapores orgânicos como dióxido de enxofre, cloro, óxidos de nitrogênio, aldeídos, monóxido de carbono, etc. (7)

POLUIÇÃO - Pollution: Qualquer interferência prejudicial aos usos preponderantes das águas, do ar e do solo, previamente estabelecidos. (41)

POLUIÇÃO ATMOSFÉRICA - Atmospheric Pollution:Degradação da qualidade da atmosfera devido aos produtos da combustão das fábricas, usinas ou motores de veículos. (7) Ver também Poluição do Ar

POLUIÇÃO DA ÁGUA - Water Pollution: Adição à água de águas servidas, resíduos industriais ou outro material prejudicial, em concentrações ou em quantidades suficientes para comprometer a qualidade da água. (7)

POLUIÇÃO DO AR - Air Pollution: Contaminação do ar com dióxido de enxofre, produtos expelidos pelos escapamentos dos automóveis, poeiras tóxicas provenientes da fumaça do carvão, emanações radioativas e outros particulados. (7) Ver também Poluição Atmosférica

POLUIÇÃO SONORA - Noise Pollution: Conjunto dos efeitos do ruído descontrolado sobre o homem e que podem repercutir sobre o psiquismo, sobre a atividade cerebral e coordenação motora. (18)

POLUIÇÃO TÉRMICA - Thermal Pollution: Degradação da qualidade da água pela introdução de um efluente aquecido, principalmente o efeito da descarga de águas de esfriamento de processos industriais, em particular da geração de energia elétrica. Mesmo as pequenas variações das temperaturas normais da água podem afetar a vida aquática. Geralmente a poluição térmica pode ser controlada através de torres de esfriamento. (6)

PONTA DE CARGA: Valor máximo de carga durante um intervalo de tempo especificado. Produção hidráulica/ térmica. Total de energia elétrica gerada (hidráulica, térmica ou ambas), medida nas saídas dos geradores de uma usina, durante um intervalo de tempo especificado.(45)

PONTO DE CONDENSAÇÃO - Condensation Point:Temperatura em que o vapor muda para seu estado líquido (isto é, vapor para água). (7)

PONTO DE IGNIÇÃO - Ignition Point: Temperatura mínima de sólidos e líquidos em que pode ocorrer a combustão não necessariamente contínua. (6)

PPM - PPM: Partes por milhão. Unidade comumente usada para representar o grau de concentração de poluentes onde as concentrações são pequenas. Concentrações maiores são fornecidas em porcentagens. (7)

PRECIPITAÇÃO RADIOATIVA - Fallout: Geralmente refere-se à precipitação de materiais radioativos da atmosfera como nas explosões nucleares. Na precipitação radioativa, os produtos de fissão são mais significativos, particularmente o estrôncio-90 que acumula no cálcio do corpo e tem uma vida média de 25 anos. (12)

PRECIPITADOR ELETROSTÁTICO - Electrostatic Precipitator: Dispositivo usado para remover matéria particulada da fumaça, poeira, alcatrão, gases de combustão ou de outras correntes gasosas. As partículas de um fluxo gasoso recebem uma carga elétrica e são mecanicamente coletadas num eletrodo. (6, 7)

PREVISÃO ENERGÉTICA - Energy Forecasting: Atividade que objetiva prever os acontecimentos e o desenvolvimento futuro no campo da energia considerando os valores previsíveis dos fatores que afetam a economia energética. (5)

PRIMEIRA LEI DA TERMODINÂMICA - First Law of Thermodynamics: Lei que afirma que a energia não pode ser criada nem destruída. Também chamada de Lei de Conservação de Energia. (6) Ver também Termodinâmica

PROÁLCOOL - PROGRAMA NACIONAL DO ÁLCOOL: Criado em 14/11/75, através do Decreto 76.593, com a finalidade principal de expandir rapidamente a produção de etanol e viabilizar seu uso progressivo como combustível. (35)

PROCEDIMENTOS DE REDE : Documento elaborado pelo ONS e homologado pela ANEEL, que estabelece os procedimentos e os requisitos técnicos para o planejamento da operação, a implantação, o acesso, o uso e a operação da Rede Básica, as penalidades pelo descumprimento dos compromissos assumidos pelos respectivos Usuários do Sistema de Transmissão, bem como as responsabilidades do ONS e de todas as Concessionárias de Transmissão.(46)

PROCESSO DE FISCHER-TROPSCH - Fischer Tropsch Process: Processo de hidroliquefação do carvão mineral em que a liquefação é realizada depois da gaseificação e no qual o carvão é convertido em gás, líquidos e coque com 40 a 50% de eficiência aproximadamente. A primeira etapa do atual processo de Fischer-Tropsch é um gaseificador de Lurgi que produz gás de síntese do carvão numa mistura vapor/oxigênio em ambiente de alta pressão. (12)

PROCESSO KELLOGG - Kellogg Process: Processo de gaseificação de carvão em um ambiente de vapor de oxigênio sob pressão na presença de um catalisador, carbonato de sódio, para produzir gás sintético. (12)

PROCESSO KOPPERS-TOTZEK - Koppers-Totzek Process: Processo de gaseificação do carvão num ambiente de vapor de oxigênio em pressão atmosférica. Usado na produção de amônia e metanol. O gás produzido pode ter sua qualidade melhorada através da metanação. (12)

PROCESSO LURGI - Lurgi Process: Método de gaseificação de carvão e linhito que usa oxigênio e vapor sob pressão de mais ou menos 35 atmosferas, com temperaturas de processo de 650°C a 850°C. O gás de síntese produzido pode ser convertido em gás de qualidade superior. (12)

PRODUTOR INDEPENDENTE DE ENERGIA (PIE) : Empresa ou consórcio constituído no Brasil com esse objetivo e PIE estrangeiro com representação no Brasil.(48)

PROGRAMA NUCLEAR BRASILEIRO - Brazilian Nuclear Program: Programa de desenvolvimento nuclear decorrente do acordo nuclear Brasil-Alemanha assinado em 1975. Inclui a prospecção e mineração de urânio, produção de reatores, enriquecimento de urânio, produção de elementos combustíveis e reprocessamento de combustível irradiado. Previa inicialmente a construção de oito usinas nucleares. (32) Ver também Acordo Nuclear Brasileiro

PROJETO MANHATTAN - Manhattan Project: Nome do código para o projeto de pesquisa e desenvolvimento da bomba atômica durante a Segunda Guerra Mundial. Os principais locais para o projeto foram Chicago, Illinois; Oak Ridge, Tennessee; Hanford, Washington; e Los Alamos, Novo México. (12)

PROLIFERAÇÃO NUCLEAR - Nuclear Proliferation: Crescimento do número de países que produzem armas nucleares, em associação com programa de desenvolvimento de energia nuclear. (11)

PROPANO - Propane:Membro gasoso da série parafínica de hidrocarbonetos que quando liquefeito sob pressão é um dos componentes do gás liquefeito do petróleo (GLP). (7)

PROTEÇÃO AMBIENTAL - Environmental Protection: Medidas para manter ou restabelecer, tanto quanto possível, o estado natural do meio ambiente da humanidade, animais, plantas, paisagem, monumentos, etc. (5)

PROTEÇÃO RADIOLÓGICA - Radiological Protection: Medidas relacionadas com os efeitos danosos da radiação ionizante nas pessoas, assim como as providências destinadas a limitar o dano físico e químico induzido pela radiação nos materiais. (5)

PRÓTON - Proton: Partícula elementar com uma carga elétrica positiva simples e uma massa aproximadamente 1847 vezes a do elétron; núcleo de um átomo de hidrogênio leve ou comum. Os prótons são os constituintes de todos os núcleos. O número atômico de um átomo é igual ao número de prótons em seu núcleo. (7)

PURIFICAÇÃO DE GÁS - Gas Purification: Processo de remoção das impurezas do gás como poeira, vapor excessivo de água, sulfeto de hidrogênio, amônia, etc. (5)

PWR - PWR: Iniciais de Pressurized Water Reactor. Reator nuclear em que o calor é transferido do núcleo para um trocador de calor através da água mantida em pressão elevada para atingir temperatura alta sem ebulir no circuito primário. O vapor é gerado em um circuito secundário. Exige combustível enriquecido. (7)

QUAD - Quad : Unidade de energia igual a um quatrilhão de BTU. (12)

QUALIDADE DE VIDA - Quality of Life: Algo como uma condição de vida no trato material e espiritual, que pode variar de excelente a péssima. (18)

QUENTE - Hot:Expressão comumente usada para significar muito radioativo; também aplicada para uma mina ou parte de uma mina que gera metano em grandes quantidades. (7)

QUEROGÊNIO - Kerogen: Material resinoso contendo hidrocarbonetos; é o principal constituinte do xisto. (34)
 

RAD - Rad: Unidade de medida de radiação ionizante absorvida. Corresponde a uma absorção de energia de 100 ergs por grama do material. (32)

RADAR - Radar: Iniciais de Radio Detecting and Ranging. Técnica ou equipamento para localizar objetos móveis ou estacionários, medir-lhes a velocidade, determinar-lhes a forma e a natureza, e que utiliza a emissão de pulsos de microondas e a detecção e análise do eco refletido pelos objetos. (1)

RADIAÇÃO - Radiation: Energia transmitida através de um meio por ondas ou partículas. As radiações térmica, solar, da luz, do rádio, da microonda, do raio X e gama são todas transmitidas por ondas eletromagnéticas. A radiação sonora é transmitida por onda de pressão no ar ou por outro meio transmissor de som. 0s fluxos de partículas nucleares, tais como as partículas alfa e nêutrons, são exemplos de radiações nucleares que não são ondas (exceto no sentido da mecânica quântica). (12)

RADIAÇÃO DE ONDA LONGA - Long Wave Radiation: Infravermelho ou calor radiante. (7)

RADIAÇÃO DIFUSA - Diffuse Radiation: Radiação solar que é dispersada pelas moléculas de ar, poeira ou gotículas de água antes de alcançar o solo e que não pode ser concentrada. (7) Ver também Radiação Direta, Radiação Solar

RADIAÇÃO DIRETA - Direct Radiation: Luz que percorreu uma trajetória reta a partir do sol, ao contrário da radiação celeste difusa. A radiação direta lança sombras em dias claros. Também chamada de radiação de raios de luz. (6) Ver também Luz Solar Direta, Radiação Difusa, Radiação Solar

RADIAÇÃO ELETROMAGNÉTICA - Electromagnetic Radiation:Resultado de um campo magnético ou elétrico que produz vários efeitos em diferentes comprimentos de onda, estendendo-se dos raios gama (curtos) às ondas de rádio (longas). O alcance da radiação é representado pelo espectro eletromagnético. (12)

RADIAÇÃO INFRAVERMELHA - Infrared Radiation: Energia radiante de comprimentos de onda que ultrapassam 7.600 angstroms e não visível ao olho humano. A luz solar contém uns 60 por cento destes raios. (6) Ver também Infravermelho

RADIAÇÃO IONIZANTE - Ionizing Radiation: Fluxo de partículas subatômicas que produzem íons ao passar por uma matéria. A matéria ou material ionizado sofre alterações biológicas e químicas. Se órgãos vitais do organismo forem ionizados, a capacidade de crescer, reproduzir ou viver é afetada. Diferentes níveis de exposição produzem resultados diferentes. (12)

RADIAÇÃO SOLAR - Solar Radiation: Energia Solar que incide sobre a terra sob a forma de raios diretos, difusos ou refletidos. (6) Ver também Radiação Difusa, Radiação Direta, Irradiação Solar

RADIAÇÃO ULTRAVIOLETA - Ultraviolet Radiation: Radiação eletromagnética cujo comprimento de onda é mais curto do que o da luz visível, mas mais longo do que o dos raios X; energia radiante de comprimento de onda de 0,1- a 0,4- mícron. (7)

RADIAÇÃO VISÍVEL - Visible Radiation: Energia radiante de comprimentos de onda de 0,4 a 0,76 mícron; espectro visível. (7)

RÁDIO VHF - VHF Radio: Rádio com faixa de freqüências de 30 a 300 megahertz no espectro, correspondendo a comprimentos de onda de 1 a 10 metros. (2)

RADIOATIVIDADE - Radioactivity: Propriedade que apresentam certos núcleos atômicos instáveis de se desintegrarem espontaneamente. A desintegração é acompanhada geralmente pela emissão de partículas alfa ou beta e/ou ainda de raios gama. (18)

RADIOBIOLOGIA - Radiobiology: Conjunto de conhecimentos e o estudo dos princípios, mecanismos e efeitos da radiação ionizante na matéria viva. (7)

RADIOCOMUNICAÇÃO - Radio Communication: Comunicação através de ondas de rádio, como por radiofac-símile, radiograma, radiofone, etc. (2)

RADIODIFUSÃO - Broadcasting: Emissão e transmissão de notícias, programas recreativos, culturais, etc., através da radiofonia. (1)

RADIOECOLOGIA - Radioecology: Ramo da ecologia que estuda as relações dos organismos vivos com as radiações ou com os radioelementos que poluem o meio ambiente. (1)

RADIOINTERFERÊNCIA - Radio Interference: Qualquer energia indesejada que interfere na recepção de sinais desejados. (2)

RADIOISÓTOPO - Radioisotope: Designação popular de nuclídeos radioativos ou radioelementos que se originam da fissão do átomo. Pode ocorrer naturalmente, como no tório-232, urânio-235 e 238, ou artificialmente no carbono 14. (12, 18) Ver também Isótopo

RADIÓLISE - Radiolysis: Decomposição de moléculas por radiação; por exemplo, uma pequena parte da água em um núcleo de reator se decompõe em hidrogênio e oxigênio durante a operação do reator. (7)

RADIOLOGIA - Radiology: Ciência que trata do uso de todas as formas de radiação ionizante no diagnóstico e tratamento de moléstias. (7)

RADIORECEPTOR - Radio Receiver: Dispositivo eletrônico capaz de receber sinais eletromagnéticos de radiofreqüência e transformá-los em impulsos elétricos que ativam um sistema mecânico, produzindo ondas acústicas. (1)

RADIOTELEFONIA - Radiotelephony: Telefonia realizada, no todo ou em parte, por meio de ondas radioelétricas. (1)

RADIOTERAPIA - Radiotherapy: Forma de tratamento empregada em doenças várias, a qual faz uso dos raios X ou de outra forma de energia radiante. (1)

RADIOTRANSMISSOR - Radio Transmitter: Aparelho que transmite sem fio ondas eletromagnéticas em radiofreqüência. (1)

RADÔNIO - Radon: Elemento radioativo, um dos mais pesados gases conhecidos, número atômico 86, símbolo Rn. (7)

RAIO X - X-Ray: Forma penetrante de radiação eletromagnética emitida quando os elétrons orbitais internos de um átomo excitado retornam ao seu estado normal, ou quando um alvo de metal é bombardeado com elétrons de alta velocidade. Os raios X não são nucleares na origem. (7)

RAIOS CATÓDICOS - Cathode Rays: Fluxo de elétrons emitidos pelo cátodo ou eletrodo negativo de um tubo de descarga de gás, ou por um filamento quente num tubo de vácuo, tal como num tubo de televisão. (7)

RAIOS CÓSMICOS - Cosmic Rays: Elétrons e núcleos de átomos, principalmente de hidrogênio, que atingem a terra vindos de todas as direções do espaço, a uma velocidade praticamente igual à da luz. (2)

RAIOS GAMA - Gamma Rays:Radiação eletromagnética de comprimento de onda curta. A radiação gama freqüentemente acompanha as emissões de beta e alfa e sempre acompanha a fissão. Os raios gama são muito penetrantes e são melhor obstruídos através de materiais densos como chumbo ou urânio esgotado. Os raios gama são semelhantes aos raio X, mas geralmente são mais energéticos e são nucleares na origem. (7)

REATOR CANDU - Candu Reactor: Tipo de reator térmico, desenvolvido no Canadá, que usa água pesada para moderar os nêutrons rápidos produzidos pela fissão nuclear. Utiliza o combustível com mais eficiência que o reator de água leve. (12)

REATOR NUCLEAR - Nuclear Reactor: Dispositivo no qual ocorre uma reação de fissão nuclear em cadeia, de forma controlada. Os reatores nucleares contêm os seguintes componentes fundamentais: combustível nuclear, sistema de controle, sistema de refrigeração, blindagem, e, em muitos casos, um moderador. O primeiro reator nuclear do mundo foi construído nos Estados Unidos por um grupo de cientistas sob a direção de Enrico Fermi, e atingiu a criticalidade no dia 2 de dezembro de 1942. (32)

REATOR REGENERADOR - Breeder: Reator nuclear que produz mais combustível que consome. A regeneração é possível por causa de dois fatos da física nuclear: (1) a fissão de núcleos atômicos produz em média mais de dois nêutrons para cada núcleo que sofre reação. Em termos simplificados, um nêutron pode ser usado para sustentar a reação de fissão em cadeia e o exceso de nêutrons pode ser usado para produzir mais combustível. (2) Alguns núcleos não fissionáveis podem ser convertidos em núcleos fissionáveis através da captura de um nêutron de energia própria. 0 urânio-238 não fissionável, por exemplo, pode assim ser regenerado em plutônio-239 fissionável mediante irradiação com nêutrons de alta velocidade. (7)

RECEITA ANUAL PERMITIDA (RA) : Receita anual que a Transmissora terá direito pela prestação de Serviço Público de Transmissão aos Usuários, mediante controle e supervisão do ONS.(46)

RECEPTOR CENTRAL - Central Receiver: Dispositivo situado na região de concentração de um campo de helióstatos ou no foco de espelhos e/ou de lentes convergentes. (34) Ver também Helióstato, Torre Solar

RECOMPOSIÇÃO COORDENADA: Fase do processo de recomposição feita sob a coordenação de um Centro de Operação do Sistema.(45)

RECOMPOSIÇÃO DO SISTEMA: Conjunto de ações que objetivam restabelecer a topologia do sistema ou a entrega da energia elétrica, interrompida por desligamentos imprevistos de equipamentos ou linhas de transmissão.(45)

RECOMPOSIÇÃO FLUENTE: Primeira fase da recomposição do sistema quando os procedimentos operacionais, previamente definidos, permitem a recomposição de áreas geoeletricamente definidas, com o mínimo de comunicação possível com os Centros de Operação.(45)

RECOMPRESSÃO MECÂNICA DE VAPOR - Mechanical Vapour Re-compression:Método para reutilizar o calor latente, como nos evaporadores, pelo qual o vapor de baixa pressão ou vapor de escape é elevado a uma pressão mais alta através da compressão em um turbocompressor. Chama-se termocompressão um processo análogo em que o vapor de baixa pressão ou de escape é elevado a uma temperatura mais alta ao misturar com vapor de alta pressão em um injetor. (5)

RECUPERAÇÃO ASSISTIDA DE PETRÓLEO - Enhanced Recovery of Oil: Seguindo a remoção do petróleo cru de um reservatório, a recuperação ou remoção secundária ou remoção do petróleo cru pode ser realizada injetando gás, água ou vapor para aumentar a recuperação. A remoção adicional pode ser feita através da recuperação terciária enchendo o reservatório com solventes de hidrocarbonetos, polímeros, dióxido de carbono, nitrogênio sob alta pressão, ou possivelmente queimando no local. (12)

RECUPERAÇÃO DE CALOR - Heat Recovery: Processo para recuperar e utilizar o calor latente e sensível que seria desperdiçado ou rejeitado. Os processos de recuperação de calor devem considerar o custo versus o benefício ou retorno. A recuperação de calor é normalmente realizada através de trocadores de calor diretos e indiretos, bomba de calor, armazenamento de calor, rotor térmico, caldeira de calor residual. (12)

RECURSOS DE CONTROLE DE TENSÃO : Equipamentos elétricos do sistema utilizados para o controle de tensão, tais como: capacitores, reatores, compensadores síncronos, compensadores estáticos, reguladores de tensão das unidades geradoras e tapes dos transformadores com comutador sob carga (LTC).Também se constituem em recursos de controle de tensão o remanejamento e o redespacho de geração, o gerenciamento de carga e o desligamento de linhas de transmissão.(45)

RECURSOS RENOVÁVEIS - Renewable Resources: Fontes de energia regenerativas ou inesgotáveis como a energia geotérmica ou solar. (7)

REDE BÁSICA : Instalações de transmissão identificadas segundo regras e condições estabelecidas pela ANEEL e integrantes dos Sistemas Interligados.(46)

REDE COMPLEMENTAR: Rede fora dos limites da rede básica, cujos fenômenos que nela ocorrem têm influência significativa na Rede Básica.(45)

REDE DE OPERAÇÃO: União da rede básica com a rede complementar e as Usinas Integradas, em que o ONS exerce a coordenação, a supervisão e o controle da operação dos Sistemas interligados Brasileiros, atuando diretamente através de um dos Centros de Operação, ou via Centro da empresa proprietária das instalações.(45)

REFINARIA DE PETRÓLEO - Petroleum Refinery: Usina que transforma o petróleo cru nas muitas frações do petróleo (asfalto, combustível, óleo, gasolina, etc.). Comumente esta conversão é realizada pela destilação fracional. (7)

REFLETOR - Reflector: Material que envolve o núcleo de um reator nuclear e que serve para refletir para o centro os nêutrons que de outra forma escapariam, aumentando assim a eficiência do processo, pois esses nêutrons provocam fissões adicionais. Os materiais mais usados para esse fim são a grafita, o berílio e o urânio natural. (32)

REFORÇO DA REDE BÁSICA: Implantação de novas instalações de transmissão, substituição ou alteração de instalações existentes da rede básica, recomendadas pelo ONS e autorizadas pela ANEEL, para aumento da capacidade de transmissão, ou da confiabilidade do sistema, ou que resulte em alteração da configuração do Sistema Interligado.(46)

REFORMAÇÃO - Reforming: Série de reações químicas que provocam o rearranjo da estrutura molecular dos hidrocarbonetos. As reações são utilizadas na refinaria de petróleo para produzir aromáticos e aumentar a proporção de octana de frações de nafta e assim torná-las adequadas para misturar na gasolina. (11)

REFRIGERAÇÃO INTERMEDIÁRIA - Intercooling: Extração de calor de um gás comprimido entre dois estágios de compressão. (6)

REFRIGERAÇÃO SOLAR POR ABSORÇÃO - Absorption Solar Refrigeration: Sistema de refrigeração solar que utiliza o efeito da absorção de determinadas situações envolvendo substâncias especiais. (34)

REFRIGERANTE - Coolant: 1. Substância (como água, ar, dióxido de carbono, sódio líquido e liga de potássio-sódio) circula através de um reator nuclear para remover ou transferir calor; 2. Qualquer agente (como água, ar, gás, óleo, lama, etc.), usado como meio de circulação numa operação de sondagem; 3. Fluido para aquecer ou resfriar dispositivos como bombas de calor, condicionadores de ar ou coletores solares. (7)

REJEITO RADIOATIVO - Radioactive Waste: Materiais e equipamentos radioativos indesejáveis obtidos no processamento ou manipulação de materiais radioativos, ou depois de sua utilização. De acordo com as concentrações de radioatividade, os rejeitos radioativos são classificados em nível alto, baixo e intermediário. (5, 7)

RELATÓRIO RASMUSSEN - Rasmussen Report: Avaliação quantitativa detalhada dos riscos de acidente e das conseqüências, nas usinas nucleares comerciais dos Estados Unidos, publicado em outubro de 1975. A minuta final continha comentários e críticas de órgãos governamentais, grupos ecológicos, indústria, sociedades profissionais, etc. Um grupo, dirigido pelo professor N. C. Rasmussen, preparou o estudo que compara os riscos estimados de acidentes em reatores nucleares com riscos que a sociedade enfrenta a partir tanto de acontecimentos naturais, como terremotos e furacões, quanto de acidentes não nucleares provocados pelo homem, como falhas de barragens e acidentes de avião. (11)

REM - RADIAÇÃO EQUIVALENTE NO HOMEM - Roentgen Equivalent Man: Unidade de medida do efeito biológico de uma radiação ionizante. É igual ao produto da dose absorvida, medida em rads, pelo efeito biológico relativo, que depende do tipo de radiação considerado. (32)

REPROCESSAMENTO DO COMBUSTÍVEL NUCLEAR - Nuclear Fuel Reprocessing: Processamento químico do combustível usado dos reatores nucleares para recuperar isótopos físseis, especialmente o plutônio e o U-235. (32)

RE-REFINO - Re-refining: Tratamento do óleo lubrificante usado, recolhido dos postos de gasolina/postos de troca. Consiste na desidratação, remoção dos contaminantes, filtragem e finalmente adição de aditivos e óleo virgem para completar o processo. (7)

RESÍDUO SÓLIDO URBANO - Municipal Solid Waste:Resíduos urbanos comerciais e residenciais misturados, compostos de quaisquer materiais, inclusive restos de alimentos, que são descartados ou rejeitados como inúteis; o mesmo que lixo. (6)

RESTABELECIMENTO DA CONTINUIDADE DA DISTRIBUIÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA : É o retorno da tensão em todas as fases e neutro, no ponto de entrega de energia elétrica da unidade consumidora, por tempo maior ou igual a 1 minuto.(47)

RETORTA - Retort:1. Recipiente usado para a destilação de materiais voláteis, como na separação de alguns metais e na destilação destrutiva do carvão; 2. Semicilindro longo, geralmente de argila, refratária ou sílica, para a fabricação de gás de carvão. (7)

RETORTAGEM DE XISTO - Shale Retorting: Aquecimento do xisto pirobetuminoso a fim de extrair petróleo e gás. (7) Ver também Xisto Pirobetuminoso

RODA D'ÁGUA - Water Wheel: Dispositivo antigo impulsionado a água, destinado a transmitir o movimento a um mecanismo qualquer. A roda d'água era empregada para bombear, moer e operar forjas. Hoje é usada nas turbinas hidráulicas de projeto mais moderno. (1, 15)

ROENTGEN - Roentgen: Unidade de medida de dose de exposição à radiação. Corresponde à quantidade de radiação que produz, em 0,001293G de ar, a liberação de uma carga elétrica de 0,003333 C. (32)

ROTOR DE DARRIEUS - Darrieus Rotor: Cata-vento de eixo vertical (aerogerador) com pás de duas ou mais tiras finas aparentando uma batedeira de ovos. 0 vento que vem de qualquer direção pode ser aproveitado para acionar um eixo que fornece trabalho mecânico ou eletricidade. Numa determinada velocidade do vento o rotor de Darrieus funciona numa velocidade mais alta que o rotor de Savonius, outro importante cata-vento com eixo vertical. (12)

ROTOR DE SAVONIUS - Savonius Rotor: Rotor semicilíndrico para um cata-vento que gira em torno de um eixo vertical. Uma vantagem, ao contrário dos sistemas convencionais, é que o rotor pode aceitar o vento de qualquer direção sem a necessidade de um sistema giratório. A eficiência do rotor semicilíndrico é baixa, 10 a 15%, em contraste com 30 a 40% do cata-vento de múltiplas pás. (12)

ROTOR MECÂNICO - Flywheel: Método de armazenar energia cinética. A energia da frenagem de um veículo em movimento pode ser armazenada num rotor mecânico, do qual pode ser extraída a energia para acionar o veículo. (12) Ver também Armazenamento Mecânico de Energia

ROYALTY - Royalty: Quantia paga ao proprietário de direitos minerais como pagamento pelos minerais extraídos. Nas operações de petróleo e gás, normalmente o royalty é baseado numa porcentagem da produção total. (7)
 
SACAROSE - Table Sugar, Saccharose: É o mais abundante dissacareto para consumo humano. Produzido da cana-de-açúcar, beterraba e também da cana-de-sorgo. O fermento produz uma enzima que hidrolisa a sacarose em uma molécula de glicose e uma molécula de frutose, tornando-a assim um açúcar fermentável. (6)

SAL EUTÉTICO - Eutectic Salt: Mistura de dois sais com um ponto de fusão mais baixo que aquele de qualquer outra combinação dos mesmos componentes. Usado nas aplicações solares tanto nas temperaturas altas como nas baixas por causa da grande quantidade de calor que pode ser armazenada e recuperada na mudança de fase num volume relativamente pequeno. Numa determinada temperatura, o sal se funde, absorvendo grande quantidade de calor que é liberada à medida que esfria. (6) Ver também Material de Mudança de Fase

SALINIDADE - Salinity:Quantidade total de material sólido em gramas contida em 1 quilograma de água salgada, quando todo o carbonato for convertido em óxido, o bromo e o iodo substituído por cloro, e toda matéria orgânica completamente oxidada. Expressa em gramas por quilograma de água salgada ou partes por mil. (7)

SANEAMENTO BÁSICO - Basic Sanitation: Solução de problemas relacionados estritamente com o abastecimento de água e disposição dos esgotos de uma comunidade. (18)

SATÉLITE DE ENERGIA SOLAR - Solar Power Satellite: Satélite proposto em órbita geossíncrona para converter energia solar em eletricidade, e depois em energia de microonda que seria transmitida à terra para posterior conversão em eletricidade de corrente contínua. (6) Ver também Geração de Energia em órbita

SCADA: Sistema de Controle Automático e Aquisição de Dados - Sistema que detecta uma ou mais medidas e/ou um ou mais eventos quando requisitados por um processador central, tornando essas informações disponíveis para os equipamentos de supervisão e/ou controle.(45)

SECAGEM SOLAR - Solar Drying: Utilização do calor derivado do sol para a secagem de produtos agrícolas e industriais. (5)

SEGUNDA LEI DA TERMODINÂMICA - Second Law of Thermodynamics: O calor não pode ser convertido diretamente em trabalho, em temperatura constante, por qualquer processo cíclico; uma das duas leis limitadoras que regem a conversão de energia e que descreve a passagem inevitável de certa quantidade de energia de uma forma útil para uma forma menos útil em qualquer conversão de energia. (7) Ver também Termodinâmica

SEGURANÇA NUCLEAR - Nuclear Safety: Prevenção das condicões operacionais de uma usina que possam levar pessoas e objetos a se exporem à contaminação radioativa, radiação ionizante ou outra liberação de energia. (5)

SETE IRMÃS - Seven Sisters: Nome dado às sete maiores Companhias de Petróleo que refinam e comercializam o petróleo bruto em todo mundo: Exxon, Texaco, Mobil, Standard Oil of California, Gulf, British Petroleum e Shell. Elas são maiores e mais ricas do que a maioria dos governos nacionais e dominaram o setor energético da economia mundial. Controlam fontes significativas de energia como gás, carvão e energia nuclear. (12)

SF6 - SF6: Iniciais de Sulfur Hexafluoride. Gás incolor solúvel em álcool e éter, e pouco solúvel em água; usado como dielétrico na eletrônica e isolante em transformadores e disjuntores. (2)

SILÍCIO - Silicon: Elemento não metálico, duro, leve, muito abundante na crosta terrestre, semicondutor largamente utilizado em eletrônica de estado sólido. (1)

SILICONE - Silicone: Designação genérica de polímeros que contêm átomos de silício e oxigênio alternando-se com radicais orgânicos, resistentes à oxidação, bons isolantes da eletricidade, repelentes da água, com largo espectro de utilização industrial. (1)

SILVICULTURA - Silviculture: Tecnologia do cultivo de árvores ou administração florestal. (6)

SIMBIOSE - Symbiosis: Relação bilateral de duas espécies em vida comum que se caracteriza por interações favoráveis e/ou prejudiciais aos dois parceiros ou simbiontes. (18)

SÍNTESE DO METANOL - Methanol Synthesis: Processo em que o gás de síntese, proveniente de um gaseificador de leito em alta temperatura, passa por um conversor, onde a proporção de hidrogênio e monóxido de carbono é ajustada na razão de 2:1, purificado e enviado a um conversor de metanol. O metanol cru é destilado para remoção da água, álcoois mais altos e outros químicos para se obter metanol de grau químico. (7)

SINTOIL - Synthoil:Processo de liquefação do carvão desenvolvido pelo Bureau of Mines dos Estados Unidos para produzir óleo combustível, usando uma temperatura elevada de 450°C e uma alta pressão de 150-300 atmosferas. O processo envolve a adição de hidrogênio na presença de um catalisador. Pretende-se uma produção de 90% de óleo combustível do carvão. (12)

SISTEMA BIENERGÉTICO - Bi-energy System: Uso simultâneo ou alternativo de dois tipos de energia em certos equipamentos ou instalações; por exemplo, energia solar e/ou combustível fóssil em calefação; bateria e/ou combustível em veículo elétrico. (36)

SISTEMA DE ENERGIA TOTAL - Total Energy System: Sistema através do qual as necessidades energéticas de um edifício ou complexo de edifícios podem ser satisfeitas a partir de um único combustível. Os sistemas totais de energia podem ser configurados de diferentes maneiras e a configuração ótima depende da variação temporal da demanda de carga. O gás natural pode ser o recurso energético usado. A demanda de eletricidade pode ser atendida pela geração numa turbina a gás. Os gases de escape da turbina podem ser aproveitados para gerar vapor que, por sua vez, é usado para aquecer ambiente, fornecer água quente, e através de um resfriador por absorção, para resfriar. (11)

SISTEMA DE GANHO DIRETO - Direct Gain System: Sistema passivo onde o sol aquece o piso ou paredes da casa diretamente através das janelas de face norte. (6)

SISTEMA DE REFRIGERAÇÃO POR ABSORÇÃO AUXILIADA PELO SOL - Solar-Assisted Absorption Cooling System: Sistema de condicionamento de ar que usa o aquecimento solar e não formas convencionais de energia como sua fonte primária de energia para operar o ciclo de refrigeração. (7)

SISTEMA DE TERMOSSIFÃO - Thermosiphon System: Sistema de circulação térmica natural - normalmente se refere a água - no qual a água quente sobe para o topo do sistema, deslocando a água mais fria para o ponto mais baixo do sistema. (6) Ver também Aquecimento Solar de Água com Termossifão

SISTEMA DE TRANSMISSÃO : Conjunto de instalações de transmissão integrantes da Rede Básica, bem como as instalações de conexão e demais instalações de transmissão pertencentes às Concessionárias de Transmissão.(46)

SISTEMA HÍBRIDO - Hybrid System: Combinação de tecnologia solar com uma tecnologia convencional para proporcionar disponibilidade controlada necessária ao uso diário. (6)

SISTEMA HÍBRIDO DE ENERGIA SOLAR - Hybrid Solar Energy System: Sistema que incorpora um aspecto passivo principal, onde pelo menos um dos fluxos importantes de energia térmica acontece por meios naturais e pelo menos um por meios forçados. (6)

SISTEMA INTERLIGADO :Instalações de transmissão de energia elétrica que compõem a Rede Básica ou pertencentes a sistemas a ela conectados, operando sob coordenação ou supervisão do ONS.(46)

SISTEMA ISOLADO: Sistema elétrico de extensão territorial limitada, formado por poucas usinas e sem interligação com outros sistemas elétricos.(49)

SISTEMA SOLAR ATIVO - Active Solar System: Qualquer sistema solar que precisa de meios mecânicos como motores, bombas, válvulas, etc. para operar. (7)

SISTEMA SOLAR PASSIVO - Passive Solar System: Sistema que opera sem dispositivos mecânicos, usando a gravidade, fluxos de calor ou evaporação para coletar e transferir energia, como as janelas de face norte. (6)

SMOG - Smog: Mistura de fumaça e neblina; neblina tornada mais pesada e geralmente mais escura pela fumaça e vapores químicos; geralmente usado como equivalente de poluição do ar, particularmente associado com oxidantes. (6) Ver também Fog

SMOG DE ENXOFRE - Sulfur Smog: Neblina composta de partículas de fumaça, óxidos de enxotre e alta umidade. A principal causa de dano vem da reação do trióxido de enxofre com a água, formando gotas de ácido sulfúrico. (7) Ver também Smog Fotoquímico

SMOG FOTOQUÍMICO - Photochemical Smog:Poluição do ar associada com os oxidantes e não com óxidos de enxofre, particulados, etc. Produz necrose, clorose, alterações no crescimento das plantas e é um irritante das vias respiratórias e dos olhos no ser humano. (6) Ver também Smog de Enxofre

SOBRECARGA: Condição de operação com carregamento acima do valor nominal do equipamento.(45)

SOBRECARGA INDUZIDA : Possibilidade que alguns reservatórios apresentam de, em situação de operação em emergência, operar em níveis de montante acima de seu máximo normal.(45)

SÓDIO - NA - Sodium Na: Sexto mais abundante elemento da crosta terrestre e o mais comum metal alcalino; metal doce eletropositivo. (6)

SÓLIDOS SUSPENSOS - Suspended Solids: Sedimento que está em suspensão na água, mas que fisicamente assentará sob condições de repouso. (6)

SOLO ÁCIDO - Acid Soil: Solo deficiente em elementos essenciais disponíveis, principalmente cálcio. (7)

SOLO NEUTRO - Neutral Soil: Solo em que a camada da superfície não é ácida nem alcalina na reação; para finalidades mais práticas, solo com um PH que varia de 6,6 a 7,3. (7)

SOLO SALINO - Saline Soil: Solo que contém quantidades excessivas de sais solúveis não alcalinos ou neutros. (7)

SOLSTÍCIO - Solstice: Épocas do ano quando o sol está mais distante ao norte ou sul do Equador. No hemisfério sul, ocorre por volta de 22 de junho para iniciar o inverno e mais ou menos 22 de dezembro para iniciar o verão. (6) Ver também Equinócio

SUBSTITUIÇÃO DE ENERGIA - Energy Substitution: Uso de uma forma de energia diferente daquela convencionalmente usada para um serviço ou processo específico, em casos onde considerações técnicas, econômicas ou de fornecimento tornam esta substituição vantajosa ou essencial. (5)

SULFETO DE HIDROGÊNIO - Hydrogen Sulfide: Composto corrosivo, venenoso e gasoso no seu estado natural que consiste em dois átomos de hidrogênio e um de enxofre. Encontrado no gás sintético do carvão, no gás natural e nos tipos de petróleo que contêm enxofre; caracteriza-se pelo odor de ovo choco. (7)

SUPERCONDUTIVIDADE - Superconductivity: Propriedade que apresentam alguns metais, ligas e combinações e caracterizada pelo quase total desaparecimento da resistividade elétrica abaixo de uma determinada temperatura. ( 1 )

SYNTHANE - Synthane: Processo de gaseificacão de carvão aplicável a uma ampla variedade de carvão. O carvão é exposto a um ambiente com vapor-oxigênio numa câmara pressurizada num leito fluidizado. O gás de síntese produzido pode ter sua qualidade melhorada. (12)
 

TALHADIA - Coppicing: Corte periódico de árvores de modo que novos rebentos possam crescer, evitando, assim, a necessidade de replantio depois de cada corte. Este é um fator importante na seleção de espécies para florestas energéticas. (11)

TANQUE DE OXIDAÇÃO - Oxidation Pond: Tanque ou lago artificial em que os resíduos orgânicos são reduzidos pela ação das bactérias. (7)

TANQUE SOLAR - Solar Pond: Tanque com fundo preto que contém água salgada (estratificada) e usado para coletar e armazenar calor. (6)

TARIFA HORO-SAZONAL : Modalidade de tarifa que é cobrada levando em consideração o período do dia e do ano em que ocorre o consumo. No Brasil, a tarifa horo-sazonal distingue entre os períodos de ponta e fora da ponta, ao longo do dia, e entre os períodos seco e úmido, ao longo do ano.(49)

TECNOLOGIA APROPRIADA - Appropriate Technology: Tecnologia escolhida para beneficiar, de modo particular, a população local que está envolvida na fabricação ou consumo dos produtos. A expressão "Tecnologia Apropriada" tornou-se comum na década de 70 com os esforços para promover o desenvolvimento de comunidades nos países do Terceiro Mundo não industrializado, uma vez que a tecnologia aplicada dos países industrializados não beneficiava o povo local. Uma tecnologia apropriada leva em conta as habilidades, cultura e recursos de uma comunidade específica no seu próprio ambiente e procura melhorar a qualidade de vida dessa comunidade. Esta forma de tecnologia difere das tecnologias incentivadas que favorecem organismos externos. (11) Ver também Tecnologia Intermediária

TECNOLOGIA INTERMEDIÁRIA - Intermediate Technology: Atividades comerciais e tecnológicas de escala econômica intermediária como originalmente expôs E. F. Schumacher. Em seu influente livro, Small is Beautiful, esboçou sua filosofia e quantificou a escala de tecnologia intermediária de acordo com o número de trabalhadores envolvidos numa unidade produtiva e com o custo de capital de edifícios e equipamentos. As idéias de Schumacher foram aplicadas nos países em desenvolvimento, e agora ganham influência considerável nos países industrializados. As noções de tecnologia intermediária estão intimamente ligadas às idéias de auto-suficiência, ao uso de recursos locais, à energia renovável e a uma variedade de propostas econômicas alternativas que desafiam as políticas centralizadas de grande escala de industrialização tradicional. (11) Ver também Tecnologia Apropriada

TEMPERATURA ABSOLUTA - Absolute Temperature: Temperatura medida com referência a zero absoluto numa escala termodinâmica ou de Kelvin. O zero da escala Kelvin é -273,16 °C. (6)

TEMPERATURA AMBIENTE - Ambient Temperature: Temperatura natural da atmosfera que circunda um local específico; geralmente refere-se à temperatura externa. (6)

TEMPERATURA CRÍTICA - Critical Temperature: Temperatura acima da qual uma substância pode existir apenas no estado gasoso, qualquer que seja a pressão aplicada. (7)

TEMPERATURA DE IGNIÇÃO - Ignition Temperature: A mais baixa temperatura em que, na presença de oxigênio, a combustão será independente de fornecimento de calor externo. (6)

TERMOCONVERSÃO - Thermoconversion: Transformação da matéria orgânica em outras formas de energia, como eletricidade ou combustível, usando calor. (6) Ver também Conversão Térmica

TERMODINÂMICA - Thermodynamics: Estudo da transformação de energia em outras formas manifestas e de sua aplicação prática. Existem três leis da termodinâmica: a primeira, conservação de energia; a segunda, o calor não pode ser diretamente transformado em trabalho em temperatura constante, por um processo cíclico; a terceira, a capacidade térmica e a entropia de todo sólido cristalino tornam-se zero em zero absoluto. (7) Ver também Primeira Lei da Termodinâmica, Segunda Lei da Termodinâmica

TERMOELETRICIDADE - Thermoelectricity: Fluxo de corrente elétrica quando houver diferença de temperatura entre a junção de dois condutores diferentes de metal ligados num circuito fechado. (6)

TERMOFÍLICO - Thermophilic: Refere-se a organismo que tem um crescimento ótimo em temperaturas altas entre 55 e 75°C, e que não cresce abaixo de 40°C ou acima de 80°C. As fermentações microbianas termofílicas para produção de energia, como ocorre nos biodigestores, operam em 55-60°C, acelerando a reação, diminuindo os prazos de retenção, reduzindo o tamanho do digestor e conseqüentemente os custos de capital. (11) Ver também Mesofílico

TERMOVISOR - Thermovisor: Invento bélico usado pelos norte-americanos na guerra do Vietnã para detectar a presença de Vietcongs em seus esconderijos; utilizado pela medicina na localizacão de tumores e fraturas; agora usado para identificar pontos críticos de sobreaquecimento em redes, subestações e linhas de distribuição. Funciona apoiado em princípios de termografia, ou seja, técnica que estende a visão humana através da radiação infravermelha. (19)

TOCHA DE PLASMA - Plasma Torch: Uma tocha na qual são conseguidas temperaturas de até 50.000 °C ao injetar um gás de plasma tangencialmente em um arco elétrico formado entre os eletrodos numa câmara; o turbilhão resultante dos gases quentes sai numa velocidade muito alta através de um orifício no eletrodo negativo, formando um jato para soldar, cortar metais duros, etc. (2)

TOKAMAK - Tokamak: Nome dado a um dispositivo toroidal para o confinamento magnético de plasma num reator de fusão nuclear. (15) Ver também Fusão Nuclear

TOMADA D'ÁGUA - Water Intake: Qualquer estrutura num reservatório, represa ou rio através da qual passa a água para um aqueduto. (9)

TONELADA EQUIVALENTE DE PETRÓLEO - TEP - Ton of Oil Equivalent - TOE: Unidade de uso comum nas medições de consumo de energia, equivalente a 7,3 BEP. (3, 24) Ver também Barril Equivalente de Petróleo

TÓRIO - Thorium: Elemento metálico radioativo usado na preparação de camisas incandescentes, como elemento de liga no magnésio, para revestir fio de tungstênio e como combustível nuclear. Pode haver novo interesse pelo tório como um material de combustível nuclear, uma vez que se acentuam os problemas de segurança do plutônio. (7)

TORRE DE ESFRIAMENTO - Cooling Tower: Estrutura em forma de torre na qual circula o ar atmosférico que resfria água quente, geralmente por contato direto, ou seja, evaporação. (2)

TORRE SOLAR - Solar Tower: Receptor central em forma de torre sobre a qual é focalizada a luz solar proveniente de um campo de helióstatos. (34) Ver também Receptor solar, Helióstato

TOSCOAL - Toscoal: Processo da The Oil Shale Corporation (Tosco) para converter carvão de baixo poder calorífico em materiais de qualidade mais elevada que podem ser usados nos sistemas de combustão convencional. A pirólise, usando esferas cerâmicas aquecidas em um tambor giratório a 538°C, é a operação principal. Coque, alcatrão e gás são os produtos principais da pirólise. (12)

TRABALHO - Work: Transferência de energia que ocorre quando uma força é aplicada a um corpo que está em movimento de forma que a força tem um componente na direção do movimento do corpo. (2) Ver também Erg

TRAÇADOR RADIOATIVO - Radioactive Tracer: Nuclídeo radioativo usado para marcar uma fase, ou uma molécula, num sistema, a fim de se acompanharem as transformações da fase, ou da molécula, num processo de evolução do sistema. (1)

TRACEAMENTO ELÉTRICO - Trace Heating: Sistema de aquecimento elétrico de tubulações que transportam fluidos ou materiais granulados dentro de uma determinada faixa de temperatura, evitando sua solidificação, congelamento e a formação de hidratos no caso de gases. Também chamado de cinta térmica. (21)

TRANSCEPTOR - Transceiver: Unidade singela que combina um transmissor e um receptor de rádio com alguns circuitos comuns às duas funções. (33)

TRANSESTERIFICAÇÃO DE ÓLEO VEGETAL - Vegetable Oil Transesterification : Operação que elimina a glicerina contida no óleo vegetal e o transforma em um monoéster, produto semelhante ao óleo diesel em termos de características físicas. (22)

TRANSFERÊNCIA DE CALOR - Heat Transfer: Método através do qual o calor pode ser propagado ou transportado de um lugar para outro. A radiação, convecção e a condução são os métodos de transferência de calor. (7)

TRANSISTOR - Transistor: Componente ativo de um circuito eletrônico consistindo em um pequeno bloco de material semicondutor ao qual são feitos pelo menos três contatos elétricos, geralmente dois contatos retificadores muito próximos e um contato ôhmico; pode ser usado como amplificador, detector ou chave. (2)

TRÍTIO - Tritium: Isótopo radioativo de hidrogênio com dois nêutrons e um próton no núcleo. É artificial e mais pesado que o deutério. O trítio é usado nos calibradores industriais de espessura e como traçador isotópico em experiências de química e biologia. Seu núcleo é um tríton. (7)

TROPOSFERA - Troposphere: Parte da atmosfera que vai da superfície da terra até uma altura média de 10 km, na qual a temperatura geralmente cai rapidamente devido à altitude, formam-se nuvens, e a convecção é ativa. (7)

TUBO TÉRMICO - Heat Pipe: Dispositivo de transferência de calor que consiste num cilindro ou tudo que absorve o calor através da evaporação de um líquido em uma extremidade e libera o calor pela condensação de vapor na outra extremidade. (6)

TURBINA - Turbine: Máquina que converte a energia de uma corrente de fluido em energia mecânica passando a corrente através de um sistema de pás fixas ou móveis, fazendo-as girar. As turbinas têm largos usos na geração de energia em grande e pequena escala, propulsão a jato de aeronaves, motores de navios, etc. (7)

TURBINA A GÁS - Gas Turbine: Dispositivo no qual os gases de combustão a alta temperatura sob pressão acionam uma turbina que move um compressor aumentando a pressão do ar de combustão. Também chamada de turbina de combustão. (5)

TURBINA A GÁS OU A VAPOR - Steam or Gas Turbine: Tipo de máquina motriz rotativa fechada na qual a energia do calor no vapor ou gás é convertida em energia mecânica pela força de um fluxo de vapor ou gás de alta velocidade direcionado contra fileiras sucessivas de pás radiais presas a um eixo central. (7)

TURBINA A VAPOR - Steam Turbine: Dispositivo para a conversão de energia térmica de vapor em trabalho num eixo rotativo, utilizando princípios de aceleração de fluido em equipamento a jato ou provido de pás. (2)

TURBINA EÓLICA - Wind Turbine: Dispositivo usado para converter a energia cinética do vento em energia mecânica geralmente num eixo rotativo que pode estar ligado a um gerador elétrico. (3) Ver também Aerogerador

TURBINA FRANCIS - Francis Turbine: Turbina que funciona em baixa ou média queda d'água, muitas vezes instalada em grandes sistemas hidrelétricos. A água entra na turbina radialmente e sai axialmente. (7)

TURBINA HIDRÁULICA - Water Turbine: Máquina motriz acoplada a um alternador e usando um movimento puramente rotativo para gerar corrente alternada. Os principais tipos de turbinas hidráulicas são: turbina Pelton para altas quedas, turbina Francis para quedas baixas e médias e turbina Kaplan para uma variedade ampla de quedas. (7)

TURBINA KAPLAN - Kaplan Turbine: Máquina que converte o movimento de um fluido, geralmente água, em movimento mecânico giratório para geração de eletricidade. Tem a forma de uma hélice convencional de avião com pás ajustáveis. São comuns em grandes complexos hidrelétricos. (11)

TURBINA PELTON - Pelton Turbine: Turbina hidráulica de impulso em que a pressão do fornecimento de água é convertida em velocidade por alguns bocais estacionários, e os jatos de água batem nas pás montadas na borda de uma roda; geralmente limitada a instalações de alta queda que ultrapassam 150 metros. (2)

TURBINA STRAFLO - Straflo Turbine: A marca registrada STRAFLO foi usada pela Escher Wyss Company que constrói estas unidades e gerador de borda. O rotor do gerador é fixo na periferia da roda da hélice e o estator é montado nas obras civis que envolvem a passagem da água. Esta disposição diminui a casa de força. A manutenção é feita com apenas um guindaste, reduzindo as exigências de espaço e as complexidades das obras civis. O rotor de diâmetro relativamente maior proporciona maior inércia à unidade do que é comum nos geradores de bulho, uma vantagem na estabilidade da operação. (23)

TURBINA-BOMBA - Pump Turbine: Nas usinas reversíveis, equipamento que funciona como bomba e turbina. A eletricidade que sobra nos horários fora de ponta é utilizada para bombear água para um reservatório mais elevado. Nos horários de ponta, esta água é usada para gerar eletricidade, como nas usinas hidrelétricas. (7) Ver também Usina Reversível

TURBINA-BULBO - Bulb Turbine: Turbina para a produção de energia hidroelétrica projetada especialmente para operar com o fluxo de água em qualquer direção. Uma ampliação ou bulbo no tubo é a característica física da unidade. O fluxo de água pode ser vertical ou horizontal através da turbina. (12)

TURBOALTERNADOR - Turboalternator : Um alternador, como um gerador síncrono, que é acionado por uma turbina a vapor. (2)

TURFA - Peat : Matéria esponjosa, mais ou menos escura, constituída de restos vegetais em variados graus de decomposição, e que se forma dentro da água, em lugares pantanosos, onde é escasso o oxigênio. (1)
 

ULTRA ALTA TENSÃO - Ultra-High Voltage: Tensão superior a 800.000 Volts. (12)

ULTRAFILTRAÇÃO - Ultrafiltration: Processo de filtração capaz de reter partículas coloidais e que se efetua através de membranas em cujos poros se depositou ou se formou um gel apropriado, ou através de membranas de plástico providas de poros idênticos e uniformemente distribuídos. (1)

UMIDADE RELATIVA - Relative Humidity: Quantidade de umidade contida na atmosfera comparada com a quantidade máxima que poderia conter na mesma temperatura, expressa em porcentagem. (7)

UNIDADE TÉRMICA BRITÂNICA - British Thermal Unit - BTU: Quantidade de calor exigida para elevar a temperatura de uma libra de água um grau Fahrenheit em condições determinadas de pressão e temperatura (igual a 252 calorias). (6)

UNIDADE TRANSFORMADORA : Designação genérica para transformador trifásico de potência ou autotransformador trifásico de potência ou banco de unidades monofásicas de potência.(46)

URÂNIO - Uraniam: Elemento químico de número atômico 92, símbolo U. O urânio encontrado na natureza é uma mistura de três isótopos, nas seguintes proporcões: U-238 (99,28%); U-235 (0,71%); U-234 (0,0057%). É o material básico da indústria nuclear. O U-235 é o único isótopo físsil natural. O U-238 é fértil, transformando-se em PU-239 (um nuclídeo físsil artificial) pela captura de um nêutron. (32)

URÂNIO ENRIQUECIDO - Enriched Uraniam: Urânio em que a porcentagem do isótopo fissionável, urânio-235, foi aumentada acima daquela contida no urânio natural. O urânio levemente enriquecido, contendo cerca de 3% de U-235, é usado como combustível na maioria dos reatores modernos. (5, 32) Ver também Enriquecimento de Urânio

URÂNIO NATURAL - Natural Uranium: Urânio de composicão isotópica natural. (5)

URÂNIO-235 - Uranium-235: Isótopo de urânio facilmente fissionável; concentrado de urânio natural através de difusão gasosa, centrifugação ou métodos eletromagnéticos. (7)

URÂNIO-238 - Uranium-238: Isótopo de urânio abundante e que ocorre naturalmente; o urânio que ocorre naturalmente consiste em 99,29% de urânio-238 e 0,71% de urânio-235. Não é fissionável, mas capta nêutrons em um reator nuclear para produzir plutônio-239, um nuclídeo que pode substituir o urânio-235 como combustível ou explosivo nuclear. (7)

USINA COM ARMAZENAMENTO DE AR COMPRIMIDO - Compressed Air Storage Power Plant: Usina termelétrica de geradores de turbina a gás, equipada com compressores que nos períodos fora de ponta comprimem o ar, a cerca de 40 atmosferas, para dentro de cavernas subterrâneas. Depois, este ar comprimido é usado para acionar turbinas a gás. (6) Ver também Armazenamento de Energia por Ar Comprimido

USINA DE CÉLULA A COMBUSTÍVEL - Fuel Cell Power Plant:Sistema avançado para converter o combustível diretamente em energia, eletroquimicamente. Os elementos básicos do sistema são combustível, oxidante, eletrodos e químicos eletrolíticos. Não se exige nenhuma peça móvel e, visto que a reação é química, as células a combustível funcionam silenciosamente. (7) Ver também Célula a Combustível

USINA DE CICLO COMBINADO - Combined Cycle Power Plant: Usina que aproveita o calor residual de grandes turbinas a gás acionadas por gases provenientes da queima de combustível, gerando vapor para turbinas convencionais e extraindo assim o máximo de trabalho útil do combustível. (7)

USINA EÓLICA - Wind Power Plant: Usina onde turbinas eólicas fornecem energia elétrica para um sistema. (7) Ver também Energia Eólica

USINA GEOTÉRMICA - Geothermal Power Plant: Usina que converte a energia geotérmica em energia elétrica através de uma turbina acionada pelo vapor provocado pelo calor gerado no interior da terra. (5, 7) Ver também Energia Geotérmica

USINA HIDROELÉTRICA A FIO D'ÁGUA: Usina hidroelétrica com reservatórios de compensação, capaz de regularizar a vazão do rio por períodos curtos (dias ou semanas).(49)

USINA HIDROELÉTRICA COM RESERVATÓRIO: Usina hidroelétrica com reservatórios de acumulação, capaz de regularizar a vazão do rio por períodos longos (meses ou anos).(49)

USINA MAREMOTRIZ - Tidel Power Plant: Usina que, aproveitando o movimento das marés, gera energia mecânica que pode ser convertida em energia elétrica. Consiste na construção de bacia separada do mar por barragem. Como numa usina hidrelétrica, a água represada durante a maré alta move uma turbina hidráulica. Há desvantagens neste tipo de projeto como o alto custo do capital empregado na construção da barragem e possíveis distúrbios ecológicos. (7) Ver também Energia Maremotriz

USINA REVERSÍVEL - Pumped Storage Powar Plant:Unidade que utiliza as sobras de energia nos horários fora de ponta para bombear água para um reservatório elevado. Nos horários de ponta esta água é reconvertida em energia ao acionar turbinas. (7) Ver também Turbina-bomba

USINA SOLAR - Solar Power Plant: Instalação de geração de energia elétrica utilizando energia solar. Ver também Usina Solar Térmica e Usina Solar Fotovoltaica. (6)

USINA SOLAR FOTOVOLTAICA - Photovoltaic Solar Power Plant: Unidade que transforma a radiação solar diretamente em eletricidade mediante um conjunto de células solares ou fotovoltaicas. (5)

USINA SOLAR TÉRMICA - Thermal Solar Power Plant: Instalação que gera energia elétrica com o calor captado por coletores solares para gerar vapor que aciona máquinas térmicas, como, por exemplo, turbina a vapor. (3)

USUÁRIO : Todo agente conectado ou que está fazendo uso do sistema de transmissão.(46)
 

VAPOR - Steam : Água na forma gasosa. É muitas vezes o meio através do qual a energia do calor liberada do combustível, através da queima, é convertida em trabalho mecânico. (6)

VAPOR ELETROTÉRMICO - Electrothermal Steam : Vapor industrial produzido por meio de caldeira elétrica, isto é, caldeira que utiliza processos eletrotérmicos em vez de combustível fóssil. (38)

VAPOR SATURADO - Saturated Steam : Vapor em temperatura e pressão tais que qualquer queda de temperatura ou aumento de pressão provocará condensação. (7)

VAPOR SECO - Dry Steam: Vapor sem umidade, saturado ou superaquecido. (7)

VAPOR VIVO - Live Steam:Vapor direto da caldeira e sob pressão total; é diferente do vapor de escape que foi despojado de sua energia disponível. (7)

VAZÃO AFLUENTE: Vazão que chega a um reservatório, em um determinado intervalo de tempo.(45)

VAZÃO DEFLUENTE OU DEFLUÊNCIA: Vazão total que sai de um reservatório em um determinado intervalo de tempo. A vazão defluente é igual à soma da vazão turbinada mais a vazão vertida e a vazão eventualmente existente e utilizada para finalidades outras que não a geração de energia elétrica.(45)

VEÍCULO ELÉTRICO - Electric Vehicle: Veículo movido por um motor elétrico, cuja energia é obtida, geralmente, de uma célula a combustível ou de uma bateria. (15)

VINHOTO - Stillage:Subproduto da destilação do álcool. É um líquido altamente poluente se jogado nos rios, porém, após processo de purificação pode ser utilizado como fertilizante. (24)

VOLUME DE ESPERA : Volume de um reservatório, deixado vazio, para ser utilizado para controlar a sua defluência em situação de cheia.(45)
 

Não existem verbetes.

XISTO PIROBETUMINOSO - Pyrobituminous Shale : Xisto que contém um complexo orgânico de composição indefinida, o querogênio, disseminado em seu meio mineral e que não pode ser extraído pelos solventes comuns, mas que se transforma em betume, quando aquecido a temperaturas relativamente altas. (24) Ver também óleo de Xisto, Retortagem de Xisto.
 

YELLOWCAKE-Bolo Amarelo - Yellowcake : Concentrado bruto de minério de urânio (U3O8). (32)
 

ZERO ABSOLUTO - Absolute Zero : Temperatura em que um gás perfeito mantido em volume constante não apresenta pressão. É igual a -273,16°C. (7)

Atualizado em 28 de junho de 2016.